Livro

Livro de Obadias

Introdução ao livro de Obadias

O livro de Obadias consiste em um capítulo, “relativo a Edom”, seu destino iminente (Ob 1:1-16), e a restauração de Israel (Ob 1:17-21). Este é o livro mais curto do Antigo Testamento.

Há registro da conta de quatro capturas de Jerusalém, (1) por Sisaque no reinado de Roboão (1Rs 14:25); (2) pelos filisteus e árabes no reinado de Jeorão (2Cr 21:16); (3) por Joás, o rei de Israel, no reinado de Amazias (2Rs 14:13); e (4) pelos babilônios, quando Jerusalém foi tomada e destruída por Nabucodonosor (586 aC). Obadias (Ob 1:11-14) fala dessa captura como uma coisa passada. Ele vê a calamidade como tendo já vindo sobre Jerusalém, e os edomitas juntando suas forças com os dos caldeus para causar a degradação e a ruína de Israel. Não sabemos, de fato, que os edomitas realmente participaram dos caldeus, mas as probabilidades são de que eles o fizeram, e isso explica as palavras de Obadias em denunciar Edom sobre os juízos de Deus. A data de suas profecias estava assim no ano da destruição de Jerusalém.

Edom é o tipo de Israel e do último inimigo de Deus (Is 63:1-4). Estes serão finalmente todos vencidos, e o reino será do Senhor (comp. Sl 22:28).

Adaptado de: Illustrated Bible Dictionary (Obadiah, book of).