Gênesis 2:21

E o SENHOR Deus fez cair sonho sobre Adão, e ele adormeceu: então tomou uma de suas costelas, e fechou a carne em seu lugar;

Comentário de Robert Jamieson

cair sonho (“profundo”, em algumas traduções). Provavelmente um êxtase ou transe como o dos profetas, quando tiveram visões e revelações do Senhor, pois toda a cena foi provavelmente visível à compreensão de Adão, e por isso sua exclamação arrebatadora.

tomou uma de suas costelas. “Ela não foi feita de sua cabeça para superá-lo, nem de seus pés para ser pisada, mas de seu lado para ser igual a ele, e perto de seu coração para ser querida por ele.” [JFB]

Comentário de Carl F. Keil

(21-22) Então Deus fez cair um sono profundo sobre o homem (Gênesis 2:21). תַּרְדֵּמָּה, um sono profundo, no qual desaparece toda a consciência do mundo exterior e da própria existência. O sono é um elemento essencial na natureza do homem, conforme ordenado por Deus, e é tão necessário para o homem quanto o intercâmbio do dia e da noite para toda a natureza. Mas este sono profundo era diferente do sono natural, e Deus o fez cair sobre o homem de dia, para que pudesse criar a mulher dele. “Tudo de que algo novo deve surgir, afunda antes de tudo em tal sono” (Ziegler). צֵלָע significa o lado e, como parte do corpo humano, a costela. A exatidão desse significado, que é dado por todas as versões antigas, é evidente nas palavras “Deus pegou um de seus צלעות”, que mostram que o homem tinha vários deles. “E fechou a carne no lugar dela”; isto é, fechou a lacuna que havia sido feita, com carne que Ele colocou no lugar da costela. A mulher foi criada, não do pó da terra, mas de uma costela de Adão, porque ela foi formada para uma unidade inseparável e comunhão de vida com o homem, e o modo de sua criação foi estabelecer o fundamento real para a moral ordenança do casamento. [Keil, aguardando revisão]

< Gênesis 2:20 Gênesis 2:22 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.