Gênesis 40:22

Mas fez enforcar ao principal dos padeiros, como lhe havia declarado José.

Comentário de George Bush

Se os sonhos de ambos os homens pressagiassem o perdão, a interpretação dada por Joseph poderia ter sido considerada meramente como uma conjectura de sorte. Era razoável supor que na festa do aniversário do rei que se aproximava, ele iria sinalizar sua clemência por alguns atos de graça aos ofensores. Mas quem poderia ter previsto que ele faria um de seus servos sentir a severidade de seu desagrado no dia feliz, enquanto perdoava o outro; ou que executaria seu desagrado pendurando seu cadáver em uma árvore e expondo-o como presa às aves do céu? Cada circunstância tendeu a estabelecer o crédito de José, como um homem que desfrutava de comunicação com o céu; e justamente em proporção com a evidência neste ponto, era a inescusabilidade dos egípcios em se recusarem a reconhecer o Deus dos levantamentos e da terra. Da mesma forma, o cumprimento perfeito das várias profecias das Escrituras nos deixa sem desculpa se recusarmos nossa crença em sua inspiração divina. [Bush, aguardando revisão]

< Gênesis 40:21 Gênesis 40:23 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.