Gênesis 5:5

E foram todos os dias que viveu Adão novecentos e trinta anos, e morreu.

Comentário de Robert Jamieson

viveu Adão. A característica mais marcante neste catálogo é a longevidade de Adão e seus descendentes imediatos. Dez são enumerados (Gênesis 5:5-32) em sucessão direta cujas vidas excedem em muito os limites comuns com os quais estamos familiarizados – sendo o mais curto trezentos e sessenta e cinco anos (Gênesis 5:23) e o mais longo novecentos e sessenta e nove anos (Gênesis 5:27). É difícil investigar quais causas secundárias podem ter contribuído para essa longevidade prolongada – constituições vigorosas, a natureza de sua dieta, a temperatura e a salubridade do clima; ou, finalmente – como esta lista compreende apenas os verdadeiros adoradores de Deus – se a longa idade pode ser devido a melhor forma como viveram suas vidas. Como ainda não podemos obter evidências satisfatórias sobre esses pontos, é sábio resolver o fato na vontade soberana de Deus. Podemos, no entanto, traçar alguns dos usos importantes aos quais, na economia primitiva da Providência, ela era subserviente. Era o principal meio de reservar um conhecimento de Deus, das grandes verdades da religião, bem como a influência da piedade genuína. De odo que, como seu conhecimento era obtido pela tradição, eles estariam em condições de preservá-lo na maior pureza. [JFB]

< Gênesis 5:4 Gênesis 5:6 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.