Gênesis 50:17

Assim direis a José: Rogo-te que perdoes agora a maldade de teus irmãos e seu pecado, porque mal te trataram: portanto agora te rogamos que perdoes a maldade dos servos do Deus de teu pai. E José chorou enquanto falavam.

Comentário do Púlpito

Assim direis a José:Rogo-te que perdoes agora a maldade de teus irmãos e seu pecado, porque mal te trataram (nada é inerentemente mais provável do que o homem bom em seu leito de morte ter pedido a seus filhos o perdão de seu irmão) portanto agora te rogamos que perdoes a maldade dos servos do Deus de teu pai. Os irmãos de José, com essas palavras, evidenciam imediatamente a profundidade de sua humildade, a sinceridade de seu arrependimento e a autenticidade de sua religião. Eles eram verdadeiros servos de Deus e desejavam ser perdoados por seu irmão muito ofendido, que, entretanto, há muito os havia abraçado nos braços de seu afeto.

E José chorou enquanto falavam – aflito por eles terem, por um único momento, tido tais suspeitas contra seu amor. [Pulpit, aguardando revisão]

< Gênesis 50:16 Gênesis 50:18 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.