Confiando nas traduções da Bíblia (Aula 6)

Esta é a AULA 6 do curso gratuito Como estudar a Bíblia? Caso você queira começar pela AULA 1, clique aqui.


6.1 As línguas originais da Bíblia

Assista a explicação sobre as línguas originais da Bíblia (5 minutos) do pastor assembleiano Agnaldo Betti e conheça as línguas em que a Palavra de Deus foi originalmente escrita.

🔗 Abrir vídeo no Youtube.

Recapitulando:

  • Os livros do Antigo Testamento foram escritos originalmente em hebraico (com poucas partes em aramaico, uma língua muito parecida com hebraico).
  • Curiosidade: O hebraico passou por diversas mudanças conforme o tempo, de modo que, o hebraico falado atualmente em Israel é significativamente diferente do bíblico.
  • Os livros (e cartas) do Novo Testamento foram escritos originalmente em grego koiné.
  • A primeira importante tradução do Antigo Testamento ocorreu em 200 a.C e foi para a língua grega, ela é conhecida como Septuaginta.

6.2 O desafio da tradução da Bíblia

Assista a palestra do teólogo luterano Vilson Scholz (consultor de Tradução da Sociedade Bíblica do Brasil – SBB) sobre o desafio da tradução da Bíblia (67 minutos).

🔗 Abrir vídeo no Youtube.

Recapitulando:

  • A Bíblia é o livro mais traduzido do mundo, das 7 mil línguas existentes, pouco mais de 500 têm a Bíblia completa e outras 2.500 línguas já têm algum trecho traduzido. O Novo Testamento já está em 13% das línguas do mundo.
  • Em média, 20 anos é o tempo necessário para fazer a tradução de uma Bíblia completa para uma nova língua; 5 anos para o Novo Testamento e 15 anos para o Antigo Testamento.
  • Embora ainda existam muitas línguas sem uma tradução da Bíblia, 95% das pessoas já possuem a Escritura traduzida na sua língua materna.
  • No Brasil, além do português, são faladas mais de 200 línguas. A Bíblia completa já foi traduzida para 4 línguas indígenas e o Novo Testamento está em 35 línguas. Conheça o trabalho de tradução para algumas dessas línguas minoritárias (15 minutos).
  • A primeira tradução do Novo Testamento em português foi publicada em 1681 pelo pastor reformado João Ferreira de Almeida (1628-1691). Clique aqui para ver a versão digitalizado deste Novo Testamento.
  • Almeida faleceu antes de terminar a tradução do Antigo Testamento, assim quem concluiu este trabalho foi Jaobus op den Akker. A tradução completa da Bíblia para o português só foi publicada em 1819.
  • Desde a sua publicação, a Bíblia de Almeida tem passado por várias revisões, as mais conhecidas são a Revista e Corrigida, a Revista e Atualizada e a Corrigida Fiel. Recentemente (2018) foi publicada pela SBB uma nova revisão chamada Nova Almeida Atualizada, que tem como sua maior qualidade a proximidade com o português falado no Brasil. Compare as versões de Isaías 59:13 e encontre as diferenças:
    • “como o prevaricar, e o mentir contra o Senhor, e o retirarmo-nos do nosso Deus, e o falar de opressão e rebelião, e o conceber e expectorar do coração palavras de falsidade” (Revista e Corrigida).
    • “Como o prevaricar, e mentir contra o SENHOR, e o desviarmo-nos do nosso Deus, o falar de opressão e rebelião, o conceber e proferir do coração palavras de falsidade” (Corrigida Fiel).
    • “como o prevaricar, o mentir contra o Senhor, o retirarmo-nos do nosso Deus, o pregar opressão e rebeldia, o conceber e proferir do coração palavras de falsidade” (Revista e Atualizada).
    • “Temos sido infiéis e mentimos contra o Senhor; nós nos afastamos do nosso Deus; pregamos a opressão e a rebeldia; proferimos palavras de falsidade que concebemos em nosso coração” (Nova Almeida Atualizada).
  • Existem duas formas de tradução: a equivalência formal e e a equivalência dinâmica.
  • Na equivalência formal, o leitor precisa “ir ao mundo” do escritor ou do texto original, visto que as palavras são traduzidas na ordem em que estão e da mesma classe gramatical que fazem parte. Por exemplo: côvados, entranháveis, hora nona, etc. As principais versões com este tipo de tradução são: Almeida Revista e Corrigida, Almeida Corrigida Fiel.
  • Já na equivalência dinâmica, o texto é trazido ao mundo do leitor visto que se dá preferencia à mensagem, podendo-se assim mudar as palavras e sua ordem para transmitir o significado original. Por exemplo: côvados são transformados em metros, entranháveis em “profunda afeição”, hora nona em 3 horas da tarde, etc.
  • Existe um terceiro tipo de versão da Bíblia que é conhecida como paráfrase, ela não é tradução como as outras, mas sim uma interpretação mais livre das Escrituras. As paráfrases não são confiáveis para o estudo, mas são excelentes para leitura, principalmente das histórias bíblicas. As principais paráfrases da Bíblia são: NTLH, Bíblia VIVA, e a A Mensagem. Compare as versões no mesmo texto de Isaías 59:13 e encontre as diferenças (serão muitas):
    • Texto na equivalência formal: “como o prevaricar, o mentir contra o Senhor, o retirarmo-nos do nosso Deus, o pregar opressão e rebeldia, o conceber e proferir do coração palavras de falsidade” (Revista e Atualizada).
    • NTLH: “Não temos sido fiéis, temos nos revoltado contra ti e nos afastado de ti, o nosso Deus. Temos falado de crimes e de revoltas e temos feito planos para enganar os outros”.
    • Bíblia VIVA: “Conhecemos bem a nossa desobediência. Nós mentimos ao nosso Deus, fugimos do Senhor; nós maltratamos e exploramos, e ainda nos orgulhamos disso. Fomos injustos e fizemos planos malvados e mentirosos”.
    • A Mensagem: “Zombamos do Eterno, negamos o Eterno, não seguimos nosso Deus; espalhamos calúnias, incitamos a rebeldia, incubamos mentiras, resmungamos malícia”.

6.3 Qual a melhor tradução da Bíblia?

Não existe tradução perfeita! Citando o Dr. Vilson Scholz, “a melhor tradução da Bíblia é aquela que eu leio, que entendo, e que consigo trazer seus ensinamentos para dentro da minha vida”. Algumas pessoas defendem exclusivamente uma versão específica (e descartam as outras); não é bom pensar assim, todas as versões da Bíblia tem qualidades e fraquezas, já que são o resultado do esforço e fidelidade de várias pessoas. As únicas que podemos dizer que são totalmente péssimas são aquelas feitas por seitas, como a Tradução do Novo Mundo, publicada pelos Testemunhas de Jeová, que distorce o texto bíblico para remover o ensino sobre a divindade de Cristo.

DICA: Se você puder, tenha mais de uma tradução da Bíblia; conforme o seguinte critério: se a sua Bíblia atual tem uma linguagem sofisticada (de equivalência formal), tenha também uma versão com linguagem contemporânea (de equivalência dinâmica), e vice-versa, se a sua Bíblia é de linguagem contemporânea, tenha uma versão de linguagem sofisticada. A comparação entre as duas, certamente, lhe trará muito mais compreensão da Palavra de Deus.

Aula concluída! Antes de avançar para a próxima aula, responda por favor uma rápida pesquisa:

Sobre a AULA 6 do curso "Como estudar a Bíblia?", em qual opção você se encaixa?

Carregando ... Carregando ...
<Aula 5 Aula 7>