Bíblia, Revisar

Êxodo 18

Mensagem importante
Olá visitante do Apologeta! Vou direto ao ponto: peço que você me ajude a manter este projeto. Atualmente a renda gerada através dos anúncios são insuficientes para que eu me dedique exclusivamente a ele. Se cada pessoa que ler essa mensagem hoje, doar o valor de R$10.00, eu poderia me dedicar integralmente ao Apologeta pelo próximo ano e ainda remover todas as propagandas do site (que eu sei que são um pouco incômodas). Tenho um propósito ousado com este site: traduzir e disponibilizar gratuitamente conteúdo teológico de qualidade. O que inclui um dicionário bíblico completo (+4000 verbetes) e comentário de todos os 31.105 versículos da Bíblia. Faça parte deste projeto e o ajude a continuar crescendo. Obrigado!

A visita de Jetro

1 E ouviu Jetro, sacerdote de Midiã, sogro de Moisés, todas as coisas que Deus havia feito com Moisés, e com Israel seu povo, e como o SENHOR havia tirado a Israel do Egito:

Muitos comentaristas eminentes acham que esse episódio está inserido fora de sua ordem cronológica, pois é descrito como ocorrendo quando os israelitas estavam “acampados no monte de Deus”. não o alcançou até o terceiro mês após sua partida do Egito (Êx 19:1-2; compare Dt 1:6,9-15).

2 E tomou Jetro, sogro de Moisés a Zípora a mulher de Moisés, depois que ele a enviou,
3 E a seus dois filhos; um se chamava Gérson, porque disse: Peregrino fui em terra alheia;
4 E o outro se chamava Eliézer, porque disse, O Deus de meu pai me ajudou, e me livrou da espada de Faraó.
5 E Jetro o sogro de Moisés, com seus filhos e sua mulher, chegou a Moisés no deserto, onde tinha o acampamento junto ao monte de Deus;
6 E disse a Moisés: Eu teu sogro Jetro venho a ti, com tua mulher, e seus dois filhos com ela.
7 E Moisés saiu a receber a seu sogro, e inclinou-se, e beijou-o: e perguntaram-se um ao outro como estavam, e vieram à tenda.

Suas saudações seriam marcadas por todas as calorosas e sociais saudações dos amigos orientais (ver Êx 4:27) – aquele que sai para “encontrar” o outro, a “obediência”, o “beijo” de cada lado da cabeça, a entrada silenciosa na tenda para consulta; e sua conversa correu na tensão que poderia ser esperada de dois homens piedosos, ensaiando e ouvindo uma narrativa das maravilhosas obras e providência de Deus.

8 E Moisés contou a seu sogro todas as coisas que o SENHOR havia feito a Faraó e aos egípcios por causa de Israel, e todo o trabalho que haviam passado no caminho, e como os havia livrado o SENHOR.
9 E alegrou-se Jetro de todo o bem que o SENHOR havia feito a Israel, que o havia livrado da mão dos egípcios.
10 E Jetro disse: Bendito seja o SENHOR, que vos livrou da mão dos egípcios, e da mão de Faraó, e que livrou ao povo da mão dos egípcios.
11 Agora conheço que o SENHOR é maior que todos os deuses, até naquilo em que se vangloriavam contra o povo.
12 E tomou Jetro, sogro de Moisés, holocaustos e sacrifícios para Deus: e veio Arão e todos os anciãos de Israel a comer pão com o sogro de Moisés diante de Deus.

Jetroholocaustos e sacrifícios – Esta entrevista amigável foi encerrada por um serviço religioso solene – os holocaustos foram consumidos no altar, e os sacrifícios foram ofertas de paz, usadas em uma festa de alegria e gratidão em que Jetro, como sacerdote do verdadeiro Deus, parece ter presidido, e para o qual os chefes de Israel foram convidados. Este incidente está em perfeita harmonia com o caráter das partes e é digno da imitação de amigos cristãos quando se encontram nos dias de hoje.

O conselho de Jetro

13 E aconteceu que outro dia se sentou Moisés a julgar ao povo; e o povo esteve diante de Moisés desde a manhã até à tarde.

E aconteceu que outro dia se sentou Moisés a julgar ao povo – Aqui nos é apresentado um exemplar de suas ocupações matinais diárias; e entre os vários deveres impostos por sua legação divina, deve ser considerado apenas uma pequena parte de seus empregos oficiais. Ele aparece nessa atitude como um tipo de Cristo em Seus personagens legislativos e judiciais.

o povo esteve diante de Moisés desde a manhã até à tarde – Os governadores do Oriente sentam-se no portão mais público de seu palácio ou da cidade, e ali, em meio a uma multidão de candidatos, ouvem causas, recebem petições, corrigem queixas e ajustar as reivindicações das partes em conflito.

14 E vendo o sogro de Moisés tudo o que ele fazia com o povo, disse: Que é isto que fazes tu com o povo? por que te sentas tu sozinho, e todo o povo está diante de ti desde a manhã até à tarde?
15 E Moisés respondeu a seu sogro: Porque o povo vem a mim para consultar a Deus:
16 Quando têm negócios, vem a mim; e eu julgo entre o um e o outro, e declaro as ordenanças de Deus e suas leis.
17 Então o sogro de Moisés lhe disse: Não fazes bem:

Não fazes bem – nem é bom nem para o próprio Moisés, para a manutenção da justiça, nem para a satisfação e os interesses do povo. Jetro deu um conselho prudente quanto à divisão do trabalho [Êx 18:2-22], e a experiência universal na Igreja e no Estado atestou a solidez e as vantagens do princípio.

18 Desfalecerás de todo, tu, e também este povo que está contigo; porque o negócio é demasiado pesado para ti; não poderás fazê-lo tu sozinho.
19 Ouve agora minha voz; eu te aconselharei, e Deus será contigo. Está tu pelo povo diante de Deus, e traze tu os negócios a Deus.
20 E ensina a eles as ordenanças e as leis, e mostra-lhes o caminho por onde andem, e o que hão de fazer.
21 Ademais busca dentre todo o povo homens de virtude, temerosos de Deus, homens de verdade, que odeiem a ganância; e constituirás a estes sobre eles líderes sobre mil, sobre cem, sobre cinquenta e sobre dez.
22 Os quais julgarão ao povo ao todo tempo; e será que todo negócio grave o trarão a ti, e eles julgarão todo negócio pequeno: alivia assim a carga de sobre ti, e eles a levarão contigo.
23 Se isto fizeres, e Deus te o mandar, tu poderás persistir, e todo este povo se irá também em paz a seu lugar.

O conselho de Jetro foi dado meramente na forma de uma sugestão; não deveria ser adotado sem a expressa aprovação e aprovação de um conselheiro superior e superior; e embora não sejamos informados disso, não pode haver dúvida de que Moisés, antes de nomear magistrados subordinados, perguntaria à mente de Deus, como é dever e privilégio de todo cristão, da mesma forma, suplicar a direção divina em todos os seus maneiras.

24 E ouviu Moisés a voz de seu sogro, e fez tudo o que disse.
25 E escolheu Moisés homens de virtude de todo Israel, e os pôs por chefes sobre o povo, líderes sobre mil, sobre cem, sobre cinquenta, e sobre dez.
26 E julgavam ao povo ao todo tempo; o negócio árduo traziam-no a Moisés, e eles julgavam todo negócio pequeno.
27 E despediu Moisés a seu sogro, e foi-se à sua terra.
<Êxodo 17 Êxodo 19>

Leia também uma introdução ao livro do Êxodo.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.

Conteúdos recomendados