Gênesis 44:34

Porque como irei eu a meu pai sem o jovem? Não poderei, por não ver o mal que sobrevirá a meu pai.

Comentário do Púlpito

O sublime heroísmo desse nobre ato de auto-sacrifício por parte de Judá é impossível de superestimar. Em nome de alguém que ele sabia ser preferido a um lugar mais elevado na afeição de seu pai do que a si mesmo, ele estava disposto a renunciar à sua liberdade em vez de ver seu pai idoso morrer de coração partido. A magnanimidade auto-esquecida de tal ação nunca foi eclipsada e raramente rivalizada. Depois de palavras tão primorosamente belas e profundamente patéticas, era impossível para José duvidar de que uma mudança completa havia ocorrido em seus irmãos, e em particular em Judá, desde o dia em que ele exortou eloquentemente, e eles consentiram perversamente, em vender seu irmão José para o Egito. Agora tudo estava pronto para o desenlace desse drama doméstico. A história da descoberta de José de si mesmo para seus irmãos surpresos é relatada no capítulo seguinte. [Pulpit, aguardando revisão]

< Gênesis 44:33 Gênesis 45:1 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.