Jeremias 2:24

jumenta selvagem acostumada ao deserto, que aspira o vento por causa do desejo da alma; de seu cio quem a deteria? Todos os que a buscarem não se cansarão; no mês dela a acharão.

Comentário de A. R. Fausset

(Jeremias 14:6; 39:5). “Um jumento selvagem”, concordando com “tu” (Jeremias 2:23).

a seu prazer – em vez disso, “em seu ardor”, ou seja, em busca de um macho, farejando o vento para verificar onde se encontra (Maurer)

ocasião – ou de uma raiz hebraica, “para atender”; “Seu encontro (com o macho para a relação sexual), quem pode evitá-lo?” Ou melhor, a partir de uma raiz árabe: “seu calor (impulso sexual), quem pode dissipá-lo?” (Maurer)

todos eles – qualquer dos machos deseja sua companhia [Horsley].

não se cansarão – não precisam se cansar de procurar por ela.

no mês – na estação do ano em que seu impulso sexual é mais forte, ela se coloca no caminho dos machos, para que eles não tenham dificuldade em encontrá-la. [Fausset, aguardando revisão]

< Jeremias 2:23 Jeremias 2:25 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.