Gênesis 49:11

Atando à vide seu jumentinho, E à videira o filho de sua jumenta, Lavou no veio sua roupa, E no sangue de uvas seu manto:

Comentário de Robert Jamieson

Atando à vide seu jumentinho…, [`ayir)] – um jumento jovem, mas adulto (Gênesis 32:16; Isaías 30:6; Zacarias 9:9). Gesenius traduz, ‘então ele ligará’, etc. A condição do reino de Shiloh é descrita em termos altamente figurativos como o reinado de paz e abundância rural. O burro é o animal de carga empregado principalmente no Negeb; e enquanto sob a imagem do leão os aspectos bélicos da tribo de Judá eram apropriadamente representados, sua economia doméstica, a rotina de sua vida diária e trabalho eram apropriadamente simbolizados pelo burro.

E no sangue de uvas seu manto, [cuwt clothing (a hapax legomena). O assentamento de Judá foi alocado em um país bem adaptado para vinhedos. A maior parte era montanhosa e, conseqüentemente, inadequada para a produção agrícola. Mas era bem adequado para o cultivo de vinhas; e era neste artigo que consistia a opulência desta tribo. Vestígios dos antigos vinhedos em socalcos ainda precisam ser rastreados ao redor de Hebron e entre as montanhas ao sul de Jerusalém. Neste distrito ainda são produzidas as melhores vinhas da Palestina. Existem excelentes pastagens também compreendidas na porção desta tribo; e ainda assim a descrição feita pelo patriarca é verificada pelas cenas que são presenciadas naquela região montanhosa. Bovet (‘Voyage en Terre Sainte’) afirma que viu burros se alimentando de erva, com seus cabrestos presos ao pé de vinhas e figueiras, e frequentemente o gado é levado às vinhas, após a vindima, para pastar no videiras. [JFU, aguardando revisão]

< Gênesis 49:10 Gênesis 49:12 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.