Livro

Livro de Miquéias

Introdução ao livro de Miqueias

O livro de Miqueias é o sexto na ordem dos chamados profetas menores. A inscrição deste livro afirma que o profeta exerceu seu ofício nos reinados de Jotão, Acaz e Ezequias. Se considerarmos desde o início do reinado de Jotão até o fim de Ezequias (759-698 aC), ele ministrou por cerca de cinquenta e nove anos; mas se contarmos desde a morte de Jotão até a ascensão de Ezequias (743-726 a.C.), seu ministério durou apenas dezesseis anos.

Foi notado como significativo que este livro comece com as últimas palavras de outro profeta, “Micaías, filho de Inlá” (1Rs 22:28): “Ouvi, ó povo, cada um de vocês.”

Estrutura do livro de Miqueias

O livro de Miqueias consiste em três seções, cada uma começando com uma repreensão, “Ouça”, etc., e fechando com uma promessa, (1) Miqueias 1; 2; (2) Miqueias 3-5, especialmente dirigido aos príncipes e chefes do povo; (3) Miqueias 6-7, na qual o SENHOR é representado como tendo uma controvérsia com seu povo: o todo concluindo com uma canção de triunfo sobre a grande libertação que o Senhor alcançará para seu povo. O verso de fechamento é citado na canção de Zacarias (Lc 1:72-73). A previsão a respeito do lugar “onde Cristo deveria nascer”, uma das mais notáveis profecias messiânicas (Mq 5:2), é citada em Mt 2:6.

Existem as seguintes referências a este livro no Novo Testamento:

Adaptado de: Illustrated Bible Dictionary (Micak, book of).