Salmo 134

1 (Cântico dos degraus:) Bendizei, pois, ao SENHOR, todos vós servos do SENHOR, que prestais serviço à casa do SENHOR durante as noites.

Comentário Barnes

Bendizei, pois, ao SENHOR – Louvado seja o Senhor. Tornando conhecido seu desejo de que Deus seja louvado, e conclamando aqueles que presidiam o culto público do santuário a se engajarem agora nesse serviço como expressão de seus sentimentos.

todos vós servos do SENHOR – Os sacerdotes ou ministros da religião, designados especialmente para este serviço.

que prestais serviço à casa do SENHOR durante as noites – Havia uma classe de cantores no templo que dedicava a noite, ou parte da noite, para louvar; e é possível que este serviço possa ter sido, como foi posteriormente em alguns dos mosteiros, continuado por coros sucessivos, durante toda a noite. Assim, em 1 Crônicas 9:33, é dito:”E estes são os cantores, chefes das casas paternas dos levitas, que permaneceram nas câmaras eram livres, pois estavam empregados naquele trabalho dia e noite.” Esta classe é particularmente tratada neste salmo, como se eles fossem especialmente favorecidos, ou como se possuíssem especialmente os ouvidos de Deus no silêncio da noite, e quando o mundo dormitava ao seu redor. Há algo favorável à devoção no silêncio da noite; quando o mundo dorme; quando estamos sozinhos com Deus; quando parece que Deus atenderia mais particularmente ao nosso clamor, visto que o resto do mundo está quieto, e não precisa (por assim dizer) dos seus cuidados. Tudo isso pode ser fantasioso; mas o efeito pode ser tornar a mente mais solene e mais adequada para a devoção. [Barnes, aguardando revisão]

2 Levantai vossas mãos ao Santuário, e bendizei ao SENHOR.

Comentário Barnes

Levantai vossas mãos ao Santuário. A palavra hebraica significa propriamente santidade, mas pode ser aplicada a um lugar santo. Veja Salmo 20:2 . O levantar das mãos expressa adequadamente a oração, mas a frase pode ser usada para denotar louvor ou adoração em geral.

e bendizei ao SENHOR – Nas vigílias noturnas – enquanto tudo ao redor está quieto – que haja um lugar onde a voz de louvor suba ao alto. [Barnes, aguardando revisão]

3 Que o SENHOR, o criador do céu e da terra, te abençoe desde Sião.

Comentário Barnes

Que o SENHOR, o criador do céu e da terra – O grande Criador de todas as coisas. Esta é provavelmente a linguagem daqueles que foram assim empregados no serviço do Senhor à noite; sua resposta ao endereço nos primeiros dois versos.

te abençoe desde Sião – isto é, abençoe aqueles que assim se aproximaram do santuário e chamaram aqueles de dentro para louvar ao Senhor. Esta é a resposta. Deixe a bênção de Deus repousar sobre você. É uma linguagem que mostra que eles apreciaram a saudação amável e encorajadora, e que retribuíram os sentimentos e os bons votos daqueles que vieram adorar. Em nome do Senhor a quem serviam, portanto, e apelando a ele, pronunciaram uma bênção sobre aqueles que assim se aproximaram do santuário. As pessoas não se aproximam da casa de Deus – o local de culto público – com sentimentos bondosos e solidários, sem uma bênção do santuário, sem uma resposta que os acolha e atenda a todas as suas aspirações. Sempre há em Sião – na igreja – uma voz, dia e noite, que pronuncia uma bênção sobre aqueles que desejam bem, que buscam o seu bem e que desejam participar do favor de Deus.

desde Sião – isto é, que Deus fale com você fora de Sião; que ele lhe confira as bênçãos de como sair de Sião de maneira adequada; ou como Sião (ou sua igreja) pode fornecer. Não vá embora sem ser abençoado; não vá sem um sinal de favor divino – pois Deus o abençoará. [Barnes, aguardando revisão]

<Salmo 133 Salmo 135>

Introdução ao Salmo 134

Este é o último salmo da coleção ou grupo chamado “Canções dos Degraus”, e é da natureza de uma doxologia como agora cantada em nossos locais de adoração. Seu autor é desconhecido. De qualquer coisa que aparece no próprio salmo, ele pode ter sido composto originalmente para ocupar o mesmo lugar que ocupa aqui. O salmo é uma convocação ao louvor, e não parece improvável que tenha sido planejado para ser cantado por coros alternativos – o primeiro Salmo 134:1-2 representando as pessoas que se aproximam do santuário, chamando aqueles que habitualmente servem a Deus lá – o ministros da religião – para levantar as mãos no santuário e louvar ao Senhor; o segundo Salmo 134:3, a resposta dos sacerdotes ou ministros da religião, pronunciando uma bênção sobre o povo – uma bênção como procedência de Sião. [Barnes, aguardando revisão]

Visão geral de Salmos

“O livro dos Salmos foi projetado para ser o livro de orações do povo de Deus enquanto esperam o Messias e seu reino vindouro”. Tenha uma visão geral deste livro através de um breve vídeo produzido pelo BibleProject. (9 minutos)

🔗 Abrir vídeo no Youtube.

Leia também uma introdução ao livro de Salmos.

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.