Colossenses 1:21

Vós éreis separados dele, e inimigos no entendimento, em más obras. Porém agora ele vos reconciliou,

Comentário A. R. Fausset

Os colossenses estão incluídos nesta reconciliação geral (compare Efésios 2:1,12).

separados dele – de Deus e da salvação: objetivamente banidos de Deus, através da barreira que a justiça de Deus interpôs contra o seu pecado: subjetivamente alienados através da alienação de suas próprias vontades de Deus. O primeiro é o pensamento proeminente (compare Romanos 5:10), como o segundo segue, “inimigos em sua mente”.

no entendimento – grego, “em sua compreensão” ou “pensamento” (Efésios 2:34:18).

em más obras – um pouco como grego, “em suas obras iníquas” (obras perversas eram o elemento em que sua inimizade subsistiu).

Porém agora – Apesar da alienação anterior, agora que Cristo veio, Deus reconciliou completamente, ou restaurou a Sua amizade novamente (assim o grego, compare nota em Colossenses 1:20). [JFB]

Comentário de L. B. Radford

Vós éreis separados dele, e inimigos no entendimento. Na ausência de qualquer definição adicional e em vista do contexto, isso deve se referir à sua relação e atitude para com Deus. Gramaticalmente ‘em sua mente’ pode se referir tanto à alienação quanto à hostilidade, e provavelmente o faz. Eles representam dois estágios da mente pagã, o afastamento de Deus e a volta contra Deus. (1) A idéia de alienação é explicada em Efésios, primeiro (2.12) como alienação da comunidade espiritual de Israel e exclusão das alianças da promessa, com o duplo resultado de desesperança e impiedade, e então novamente (4.18) como alienação de ‘a vida de Deus’, ou seja, a vida inspirada e sustentada pelo conhecimento de Deus. O particípio passivo não deve ser pressionado como implicando qualquer idéia do processo de alienação por sua própria ação ou por más influências; é alienado’ em vez de ‘banido’, embora possa haver uma alusão a eles terem caído sob um poder estranho, o poder das trevas (versículo 13). Simplesmente denota sua condição, qualquer que seja sua causa. Em Efésios 4:18 são indicadas duas causas: a ignorância da mente, o endurecimento ou cegueira do coração. (2) A palavra grega traduzida como hostil às vezes é passiva, ‘odiada’. Mas o sentido ativo é necessário aqui. (a) É o sentido em que é usado em Romanos 5:10 e 8:7 e em outros lugares no Novo Testamento. A exceção em Romanos 11:28 é explicada pelo contexto. (6) É exigido pela frase ‘em mente’, que não pode ser explicada como Meyer explica, ‘odiado por causa de sua mente’. (c) A reconciliação no Novo Testamento é sempre a reconciliação dos homens com Deus, não de Deus com os homens. É a ação e a prova do amor divino. É a mente do homem, não a mente de Deus, que deve sofrer uma mudança, para que uma reunião possa ser efetuada” (Lightfoot).

em más obras. Não a causa, mas o efeito de sua alienação. Encontrou expressão em uma vida corrupta. Esta sequência é apresentada claramente em Efésios 4:19. compare com Romanos 1:21-32, onde Paulo rastreia a queda em vícios não naturais até o fracasso em compreender as verdades da religião natural.

Porém agora ele vos reconciliou. O texto é incerto, a construção irregular. (a) Há três leituras: (1) o texto tradicional, ‘ele reconciliou’; (2) ‘tendo sido reconciliado’; (3) ‘vocês foram reconciliados’. A primeira dá a construção mais simples; mas se era o texto original, é difícil entender por que foi extrudado por uma leitura mais difícil. O particípio na segunda leitura, estando no caso nominativo, está fora de conexão com o acusativo ‘alienado e hostil’, mas aponta para um verbo passivo como provavelmente o texto original. A terceira, embora tenha apenas uma leve autoridade manuscrita, é provavelmente a verdadeira leitura. (b) A construção em ambos os casos está quebrada. Um comentário em inglês só pode afirmar, sem qualquer discussão da gramática do grego, as diferentes maneiras pelas quais se pode dar sentido à frase como um todo. (1) ‘E você também, embora uma vez alienado … ainda assim Deus reconciliou’. Neste caso, ‘apresentá-lo’ dá o resultado da reconciliação. Deus reconcilia os homens consigo mesmo e depois os apresenta a si mesmo; Ele ganha seus corações por Seu amor expiatório, e então suas vidas por Sua graça santificadora. (2) Você também, alienado como já foi… você foi reconciliado’ – a substituição irregular de um verbo passivo servindo para enfatizar a experiência de reconciliação deles, em vez da ação reconciliadora de Deus. Neste caso, ‘apresentar-vos’ deve ser entendido como significando ‘para que vos apresenteis diante de Deus’. (3) ‘E você, uma vez alienado. mas agora reconciliados, é o beneplácito do Pai’ (continuado a partir do versículo 19) ‘apresentar a Si mesmo’. (4) ‘E você que uma vez foi alienado e hostil (mas agora você foi reconciliado) é o bom prazer do Pai apresentar a Si mesmo’. Nos dois últimos casos, a reconciliação é apenas uma etapa do processo de salvação humana; a ênfase é colocada no propósito final de Deus, o aperfeiçoamento do caráter humano. [Radford, aguardando revisão]

< Colossenses 1:20 Colossenses 1:22 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.