Jeremias 33:16

Naqueles dias Judá será salvo, e Jerusalém habitará em segurança, e isto é o que a chamarão: O SENHOR é a nossa justiça.

Comentário de A. R. Fausset

Jerusalém – Em Jeremias 23:6, em vez disso, é “Israel”. “O nome” no hebraico tem aqui para ser fornecido a partir dessa passagem; e para “ele” (Messias, o antitípico “Israel”), o antecedente lá (Isaías 49:3), temos “ela” aqui, isto é, Jerusalém. Ela é chamada pelo mesmo nome do Messias, “O Senhor Nossa Justiça”, em virtude da unidade mística entre ela (como representante literal da Igreja espiritual) e seu Senhor e Marido. Assim, tudo o que pertence à Cabeça pertence também aos membros (Efésios 5:30,32). Por isso, a Igreja é chamada de “Cristo” (Romanos 16:7; 1Coríntios 12:12). A Igreja, por meio deste, professa retirar toda a sua justiça de Cristo (Isaías 45:24-25). É para o bem de Jerusalém, literal e espiritual, que Deus Pai dê a este nome (Jeová, Tsidkenu, “O Senhor nossa Justiça”) a Cristo. [Fausset, aguardando revisão]

< Jeremias 33:15 Jeremias 33:17 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.