Pasur

Pasur, em hebraico Pashchuwr (פשחור), provavelmente significa “liberdade“. Em algumas versões da Bíblia, o nome é traduzido para Fasur ou Pachiur.

Três pessoas são mencionadas na Bíblia com este nome:

1. O filho de Imer (provavelmente o mesmo que Amarias, Neemias 10:3, Neemias 12:2) “presidente da casa do Senhor” (Jeremias 20:1-2). Neste tempo o governador do templo era Seraias, o sumo-sacerdote (1 Cr 6:14), e Pasur era seu pai. Depois que o profeta Jeremias pronunciou suas advertências do julgamento de Deus sobre os judeus, por causa da abundante iniquidade do povo, Pasur ordenou que os guardas do templo o apanhasse e depois de lhe aplicasse castigos corporais, para depois colocá-lo em uma prisão, onde permaneceu a noite toda. Ao ser libertado pela manhã, Jeremias foi a Pasur (Jeremias 20:35), e anunciou a ele que Deus mudou seu nome para Magor-Missabib, ou seja, “terror de todos os lados”. O castigo que caiu sobre ele provavelmente era remorso, quando viu a ruína que ele trouxera em seu país ao aconselhar uma aliança com o Egito em oposição aos conselhos de Jeremias (Jeremias 20:4-6). Ele foi levado cativo para a Babilônia, e morreu lá.

2. Um sacerdote enviado pelo rei Zedequias ao profeta Jeremias para perguntar ao Senhor (Jeremias 21:1, Jeremias 38:1-6). Ele recomendou que o profeta fosse morto.

3. O pai de Gedalias. Ele provavelmente era o mesmo que (1).

Adaptado de: Illustrated Bible Dictionary. Referências: Strong’s Exhaustive Concordance of the BibleQuem é Quem na Bíblia Sagrada.