Colossenses 2:6

Portanto, assim como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim também andai nele;

Comentário A. R. Fausset

“Assim como recebestes (de uma vez por todas; o aoristo; de Epafras) Jesus o Cristo como teu Senhor (compare 1Coríntios 12:3; 2Coríntios 4:5; Filipenses 3:8), assim ande Nele.” Ele não diz apenas “recebestes” a doutrina de Cristo, mas o próprio “Jesus”; esta é a essência da fé (Jo 14:21, Jo 14:23; Gálatas 1:16). Recebestes uma vez por todas o Espírito da vida em Cristo; pratique essa vida em sua caminhada (Gálatas 5:25). Este é o escopo principal da epístola.[JFB, aguardando revisão]

Comentário de L. B. Radford

assim como recebestes. A palavra é usada para receber o Evangelho ou ensino ou instrução cristã, 1Tessalonicenses 2:13, 4:1, 2, 2Tessalonicenses 3:6, 1Coríntios 15:1, Gálatas 1:9, Filipenses 4:9. Em todos esses casos expressa ou implica receber de um professor; também aqui, talvez, à luz das palavras posteriores ‘assim como fostes ensinados’. No entanto, há algo mais aqui, talvez, do que a recepção do ensino sobre Cristo. compare com Efésios 4:21: Cristo foi a mensagem que lhes foi trazida, a escola em que foram ensinados, a lição que aprenderam’ (Arm. Robinson). Isso pode ser tudo o que se entende na presente passagem; mas parece beirar a idéia mais profunda de receber Cristo em seu coração e vida, a presença de Cristo em seus corações e não meramente a apresentação de Sua pessoa em suas mentes.

Cristo Jesus, o Senhor. É instrutivo estudar as diferentes combinações dessas três designações em Paulo. (1) Nosso Senhor Jesus Cristo ocorre 47 vezes e o Senhor Jesus Cristo três vezes, 2 Th. 3:12, Romanos 13:14, Filipenses 3:20, em todos os casos há uma razão especial no contexto para a omissão da nota de relacionamento pessoal nosso. (2) Jesus Cristo, nosso Senhor, ocorre apenas quatro vezes, Romanos 1:4, 5:21, 7:25, 1Coríntios 1:9, todas nas primeiras epístolas. Em (1) Sua relação com Seus discípulos é colocada em primeiro lugar, seguida por Seu nome pessoal e depois Seu título messiânico; em (2) Seu nome pessoal e Sua missão divina vêm primeiro, seguidos por Sua relação com Seus discípulos. Em ambos Ele é o Mestre Divino; em ambos Seu nome precede Seu título. (3) Cristo Jesus, nosso Senhor, ocorre oito vezes. Em seis desses casos não há artigo definido com ‘Cristo’; ‘Cristo’ quase passou de um título para um nome. Em Efésios 3:11 e aqui a presença do artigo aponta para o pensamento de Seu ofício como o Redentor prometido da humanidade, o Servo de Deus ungido do Antigo Testamento, que é então identificado com o Jesus do Evangelho e reconhecido como o Senhor do Seu povo. A tríplice designação nesta ordem denota o Cristo da profecia, o Jesus da história, o Senhor da vida. Lightfoot pensa que os colossenses são aqui lembrados de que o que eles receberam não era meramente o Evangelho, mas o Cristo, “porque o ponto central da heresia colossense era a subversão da verdadeira idéia do Cristo”. “A doutrina genuína do Cristo” que “foi seriamente ameaçada pela teosofia mística dos falsos mestres” consistia em (1) “o reconhecimento da pessoa histórica Jesus, e (2) a aceitação Dele como o Senhor”.

assim também andai nele. Principalmente em Paulo e João andar no sentido de um curso ou modo de vida é definido por coisas impessoais, (a) um estado ou condição em que a vida é vivida; (b) um padrão ou regra pela qual a vida é vivida. Mas em algumas passagens a caminhada é definida com referência a Deus, (a) Deus Pai, 1Tessalonicenses 2:12, 4:1; (b) Cristo, aqui sozinho, ‘andar em Cristo’, ou seja, em união com Cristo, uma nota mais mística e íntima do que andar ‘dignamente do Senhor’ (ou seja, Cristo) em Colossenses 1:10, ou ‘de acordo com Seus mandamentos’ , 2João 6, ou ainda do que meus caminhos em Cristo’ em 1Coríntios 4:17; (c) o Espírito, talvez em 2Coríntios 12:18, e certamente em Gálatas 5:16, 25, onde, no entanto, é difícil distinguir entre o Espírito Santo operando no cristão e a vida espiritual que é o resultado de Sua Operação. Assim, mesmo um assunto tão prático como o curso normal da vida cristã no mundo é visto por Paulo em relação a cada Pessoa da Santíssima Trindade, como implicando obediência à vontade de Deus Pai, consciência de união com Cristo Filho de Deus. Deus, correspondência à orientação do Espírito de Deus. [Radford, aguardando revisão]

< Colossenses 2:5 Colossenses 2:7 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.