Livro

Segunda Epístola aos Coríntios

Pouco tempo depois de escrever sua primeira carta aos Coríntios, Paulo deixou Éfeso, onde um agitação intensa havia sido provocada contra ele, evidência de seu grande sucesso, e seguiu para a Macedônia. Seguindo a rota habitual, ele chegou a Trôade, o porto de partida para a Europa. Aqui ele esperava encontrar-se com Tito, a quem ele havia enviado de Éfeso para Corinto, com as notícias dos efeitos produzidos na igreja ali pela primeira epístola; mas ficou desapontado (1Co 16:9; 2Co 1:8; 2:12-13). Paulo então saiu de Trôade e seguiu para a Macedônia; e em Filipos, onde ele se demorou, logo foi acompanhado por Tito (2Co 7:6-7), que lhe trouxe boas novas de Corinto e também de Timóteo. Sob a influência dos sentimentos despertados pelo relato favorável que Tito trouxe de Corinto, esta segunda epístola foi escrita. Provavelmente foi escrita em Filipos, ou, como alguns pensam, em Tessalônica, no início do ano 58 dC, e foi enviada a Corinto por Tito. Nesta carta ele aborda não apenas a igreja em Corinto, mas também os santos em toda a Acaia, ou seja, em Atenas, Cencréia e outras cidades da Grécia.

O conteúdo desta epístola pode ser organizado assim:

2 Coríntios 1-7: Paulo fala de seus esforços espirituais e seu curso da vida, e expressa sua afeição calorosa para com os coríntios.

2 Coríntios 8-9: Ele dá instruções específicas sobre a coleta que seria feita para seus irmãos pobres na Judéia.

2 Coríntios 10-13: Paulo defende sua própria reivindicação apostólica e justifica-se das acusações e insinuações do falso mestre e seus adeptos.

Esta epístola, como foi bem dito, mostra a humanidade do apóstolo mais do que qualquer outra. “Fraqueza humana, força espiritual, a mais profunda ternura afetuosa, sentimento ferido, severidade, ironia, repreensão, ardente auto-justificação, humildade, um auto-respeito justo, zelo pelo bem-estar dos fracos e sofredores, assim como pelo progresso da igreja de Cristo e pelo avanço espiritual de seus membros, todos são exibidos por sua vez durante seu apelo”. (Lias)

Dos efeitos produzidos na igreja de Corinto por esta epístola, não temos informações. Sabemos que Paulo visitou Corinto depois de tê-la escrito (At 20:2-3), e que naquela ocasião ele permaneceu lá por três meses. Em sua carta a Roma, escrita nessa época, ele enviou saudações de alguns dos principais membros da igreja aos romanos.

Adaptado de: Illustrated Bible Dictionary (Corinthians, Second Epistle to the).