Bíblia, Revisar

Salmo 129

1 (Cântico dos degraus:) Diga Israel: Desde minha juventude muitas vezes me afligiram.

Diga Israel (Sl 124:1).

Desde minha juventude muitas vezes me afligiram. Desde o tempo da juventude nacional de Israel no Egito (Os 2:15; Jr 2:2; 22:21; Ez 23:3). [JFU]

2 Desde minha juventude, muitas vezes me afligiram, porém não prevaleceram contra mim.

A repetição relaciona as repetidas aflições do povo de Deus pelo inimigo com a sua libertação constante.

prevaleceram. Isto é, cumpriram o seu propósito contra mim (Sl 13:4). [JFU]

3 Lavradores lavraram sobre minhas costas, fizeram compridos os seus sulcos.

A lavoura é uma figura de flagelação, cuja mais severa imposição física representa apropriadamente todos os tipos.

4 O SENHOR é justo; ele cortou as cordas dos perversos.

as cordas – isto é, que prendem o arado ao boi; e corte denota que Deus está prendendo a perseguição;

5 Sejam envergonhados, e voltem para trás todos os que odeiam a Sião.

A grama do telhado mal-enraizada, que murcha antes que cresça e busca para aqueles que a ajuntam, nenhuma bênção de colheita (2: 4), estabelece a total inutilidade e a rejeição dos ímpios.

6 Sejam como a erva dos telhados, que se seca antes que cresça.
7 Com que o ceifeiro não enche sua mão, nem o braço daquele que amarra os molhos.
8 Nem também os que passam, dizem: A bênção do SENHOR seja sobre vós; nós vos bendizemos no nome do SENHOR.
<Salmo 128 Salmo 130>

Introdução ao Salmo 129

Embora muitas e profundas tenham sido as aflições de Israel, o justo Senhor cortou as cordas dos ímpios (Salmos 129:1-4); as libertações passadas antecipam a condenação dos odiosos de Sião (Salmos 129:5-8). Os judeus aqui presentes, após seu retorno da Babilônia, expressam sua esperança de restabelecimento completo.

Leia também uma introdução ao livro de Salmos.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.