Bíblia, Revisar

2 Reis 7

1 Disse então Eliseu: Ouvi a palavra do SENHOR: Assim disse o SENHOR: Amanhã a estas horas a medida de boa farinha valerá um siclo, e duas medidas de cevada um siclo, à porta de Samaria.

Ouvi a palavra do SENHOR. Essa predição, embora pronunciada primeiro aos anciãos reunidos, foi anunciada aos mensageiros do rei, que informaram a Jeorão (2Rs 7:18).

à porta de Samaria – Vegetais, gado, todos os tipos de produtos do campo, ainda são vendidos todas as manhãs nos portões das cidades do Oriente. [JFU]

2 E um príncipe sobre cuja mão o rei se apoiava, respondeu ao homem de Deus, e disse: Se o SENHOR fizesse agora janelas no céu, seria isto assim? E ele disse: Eis que tu o verás com teus olhos, mas não comerás disso.

um príncipe sobre cuja mão o rei se apoiava. Quando um rei oriental caminhava ou fica em pé ao ar livre, ele sempre se apoiava no braço do mais alto servo da corte presente.

Se o SENHOR fizesse agora janelas no céu, janelas fechadas por uma grade; mas aqui “janelas no céu” denotam comportas, portões, abertos para deixar cair chuva (compare com Gn 7:11; 8:2; Is 24:18; 60:8; Os 13:3). (A Septuaginta traz: kataraktas en ouranoo; isto é, Se Deus chover grãos, como Ele tinha feito anteriormente no maná, esta profecia poderia ser confirmada.) A infidelidade escarnecedora desta observação, que foi um escárnio contra, não apenas o profeta, mas o Deus que ele servia, foi justa e significativamente punida (ver 2Rs 7:20). [JFU]

3 E havia quatro homens leprosos à entrada da porta, os quais disseram o um ao outro: Para que nos estamos aqui até que morramos?

havia quatro homens leprosos – O relato do súbito aumento do cerco e do inesperado suprimento dado aos famintos habitantes de Samaria, é introduzido por uma narrativa da visita e descoberta, por essas pobres criaturas, do extraordinário voo dos sírios. .

leprosos à entrada da porta – morando, talvez, em algum lazaró (Lv 13:4-6; Nm 5:3).

4 Se tratarmos de entrar na cidade, pela fome que há na cidade morreremos nela; e se nos ficamos aqui, também morreremos. Vamos pois agora, e passemo-nos ao exército dos sírios; se eles nos derem a vida, viveremos; e se nos derem a morte, morreremos.
5 Levantaram-se pois no princípio da noite, para ir-se ao campo dos sírios; e chegando aos primeiros abrigos dos sírios, não havia ali homem.

Levantaram-se pois no princípio da noite – isto é, o crepúsculo da noite (2Rs 7:12).

6 Porque o Senhor havia feito que no campo dos sírios se ouvisse estrondo de carros, ruído de cavalos, e barulho de grande exército; e disseram-se os uns aos outros: Eis que o rei de Israel pagou contra nós aos reis dos heteus, e aos reis dos egípcios, para que venham contra nós.

o Senhor havia feito que no campo dos sírios se ouvisse estrondo de carros – Essa ilusão do sentido da audição, através da qual os sitiantes imaginavam o vagabundo de dois exércitos de bairros opostos, foi um grande milagre que Deus operou diretamente para a libertação de Sua pessoas.

7 E assim se haviam levantado e fugido ao princípio da noite, deixando suas tendas, seus cavalos, seus asnos, e o campo como se estava; e haviam fugido por salvar as vidas.
8 E quando os leprosos chegaram aos primeiros abrigos, entraram-se em uma tenda, e comeram e beberam, e tomaram dali prata, e ouro, e vestido, e foram, e esconderam-no: e voltados, entraram em outra tenda, e dali também tomaram, e foram, e esconderam.

Depois de terem apaziguado a fome e segregado tantos bens valiosos quanto puderam carregar, suas consciências os feriram por ocultar a descoberta e apressaram-se em publicá-la na cidade.

9 E disseram-se o um ao outro: Não fazemos bem: hoje é dia de boa nova, e nós calamos: e se esperamos até a luz da manhã, nos alcançará a maldade. Vamos pois agora, entremos, e demos a nova em casa do rei.

Os leprosos começaram a pensar que se mantivessem este importante assunto em segredo durante toda a noite para seu próprio benefício privado, quando a manhã chegasse eles seriam descobertos, acusados e punidos; [Barnes]

10 E vieram, e deram vozes aos guardas da porta da cidade, e declararam-lhes, dizendo: Nós fomos ao campo dos sírios, e eis que não havia ali homem, nem voz de homem, a não ser cavalos atados, asnos também atados, e o campo como se estava.

cavalos atados, asnos também atados, e o campo como se estava – O arranjo uniforme dos acampamentos no leste é colocar as tendas no centro, enquanto o gado é piquetado ao redor, como uma parede externa de defesa; e, portanto, os leprosos descrevem o gado como os primeiros objetos que viram.

11 E os porteiros deram vozes, e declararam-no dentro, no palácio do rei.
12 E levantou-se o rei de noite, e disse a seus servos: Eu vos declararei o que nos fizeram os sírios. Eles sabem que temos fome, e saíram das tendas e esconderam-se no campo, dizendo: Quando houverem saído da cidade, os tomaremos vivos,

o rei de noite, e disse a seus servos: Eu vos declararei o que nos fizeram os sírios – Estratagemas semelhantes têm sido usados ​​com tanta frequência nas antigas e modernas guerras do Oriente que não é de admirar que as suspeitas de Jeorão tenham sido despertadas. Mas os batedores, a quem ele despachou, logo encontraram sinais inconfundíveis do pânico que atingiu o inimigo e levou a um voo mais precipitado.

13 Então respondeu um de seus servos, e disse: Tomem agora cinco dos cavalos que restaram na cidade, (porque eles também são como toda a multidão de Israel que restou nela; também eles são como toda a multidão de Israel que pereceu); e enviemos, e vejamos o que há.
14 Tomaram, pois, dois cavalos de um carro, e enviou o rei atrás o campo dos sírios, dizendo: Ide, e vede.

dois cavalos de um carro. Eles eles enviaram, ou seja, dois carros de guerra, com seu complemento adequado de cavalos e homens, para ver se a retirada era uma realidade ou apenas uma farsa. Os “cavalos” enviados seriam quatro ou seis, já que os carros eram puxados por dois ou três cavalos. [Barnes]

15 E eles foram, e seguiram-nos até o Jordão: e eis que, todo o caminho estava cheio de roupas e utensílios que os sírios haviam lançado com a pressa. E voltaram os mensageiros, e fizeram-no saber ao rei.

Os sírios fugiram provavelmente pela grande estrada que ia de Samaria a Damasco, passando por Geba, En-Ganim, Bete-Seã e Afeca. Atravessa o Jordão, cerca de cinquenta e cinco quilômetros a nordeste de Samaria. [Barnes]

16 Então o povo saiu, e saquearam o campo dos sírios. E foram vendidos uma medida boa de farinha por um siclo, e duas medidas de cevada por um siclo, conforme a palavra do SENHOR.

Então o povo saiu. Quando o acampamento foi encontrado vazio, a notícia foi imediatamente enviada de volta a Samaria, enquanto uma parte do grupo explorador avançou na estrada para o Jordão. Toda a população foi encorajada pelas notícias, e saiu, como era provável que fizesse depois de tanto tempo de jejum, em números expressivos. Havia comida para comer, e além disso, abundante pilhagem.

conforme a palavra do SENHOR. Veja acima no versículo 1 onde Eliseu descreve o anúncio que ele faz como “a palavra do Senhor”. [Cambridge]

17 E o rei pôs à porta a aquele príncipe sobre cuja mão ele se apoiava: e atropelou-lhe o povo à entrada, e morreu, conforme o que havia dito o homem de Deus, o que falou quando o rei desceu a ele.

o rei pôs à porta a aquele príncipe sobre cuja mão ele se apoiava – As notícias espalharam-se como relâmpagos pela cidade e foram seguidas, como era natural, por uma corrida popular ao acampamento sírio. Para manter a ordem no portão, o rei ordenou que seu ministro mantivesse a guarda; mas a impetuosidade do povo faminto não podia ser resistida. O Senhor foi pisado até a morte e a profecia de Eliseu cumprida em todos os aspectos.

18 Aconteceu, pois, da maneira que o homem de Deus havia falado ao rei, dizendo: Duas medidas de cevada por um siclo, e a medida de boa farinha será vendida por um siclo amanhã a estas horas, à porta de Samaria.
19 Ao qual aquele príncipe havia respondido ao homem de Deus, dizendo: Ainda que o SENHOR fizesse janelas no céu, poderia ser isso? E ele disse: Eis que tu o verás com teus olhos, mas não comerás disso.
20 E veio-lhe assim; porque o povo lhe atropelou à entrada, e morreu.

o povo lhe atropelou à entrada. A excitação era sem dúvida intensa. A multidão estava no acampamento, tinha comido e bebido abundantemente, e estava carregando despojos para casa, e provavelmente pensando em quanto tempo eles poderiam voltar para carregar mais. Haveria pouca consideração dada ao capitão no portão. A multidão entusiasmada tinha perdido o respeito pela grandeza, e assim ele é levado para baixo na multidão, e morto, tendo visto a abundância, mas não teve parte dela. [Cambrige]

<2 Reis 6 2 Reis 8>

Leia também uma introdução aos livros dos Reis.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.