Livros dos Reis

Introdução aos livros dos Reis

Os dois livros dos Reis formaram originalmente apenas um livro nas Escrituras Hebraicas. A atual divisão em dois livros foi feita pela primeira vez pela Septuaginta (LXX), que agora, com a Vulgata, os numera como o terceiro e quarto livros de Reis, sendo os dois livros de Samuel o primeiro e segundo livros de Reis.

Ele contêm os registros da comunidade judaica desde a ascensão de Salomão ao trono até a submissão do reino por Nabucodonosor e os babilônios (aparentemente um período de cerca de quatrocentos e cinquenta e três anos). Os livros das Crônicas são mais abrangentes em seus conteúdos do que os dos Reis. Oséias livros dos Reis sincronizam com 1 Crônicas 28 até 2 Crônicas 36:21. Enquanto nas Crônicas é dada maior destaque ao ofício sacerdotal ou levítico, nos Reis é dada maior proeminência ao rei.

Naum tríplice divisão das Escrituras pelos judeus, esses livros estão classificados entre os “profetas”. Eles são frequentemente citados ou aludidos pelo nosso Senhor e seus apóstolos (Mateus 6:29; 12:42; Lucas 4:25-26; 10:4; comp. 2Reis 4:29; Marcos 1:6; comp. 2Reis 1:8; Mateus 3:4, etc.).

As fontes da narrativa são referidas a (1) “o livro dos atos de Salomão” (1Reis 11:41); (2) o “livro das crônicas dos reis de Judá” (1Reis 14:29; 15:7,23, etc.); (3) o “livro das crônicas dos reis de Israel” (1Reis 14:19; 15:31; 16:14,20,27, etc.).

A data da sua composição foi algum tempo entre os anos 561a.C., a data do último capítulo (2Reis 25), quando Joaquim foi libertado do cativeiro por Evil-Merodaque e 538a.C., a data do decreto de libertação de Ciro.

Autor dos livros dos Reis

A autoria desses dos livros dos Reis é incerta. Há algumas partes deles e de Jeremias que são quase idênticas, por exemplo, 2Reis 24:18-25 e Jeremias 52; 39:1-10; 40:7 à 41:10. Há também muitas coincidências não pretendidas entre Jeremias e Reis (2 Reis 21-23 e Jeremias 7:15; 15:4; 19:3, etc.), e eventos registrados em Reis dos quais Jeremias tinha conhecimento pessoal. Estes fatos confirmam em algum grau a tradição de que Jeremias foi o autor dos livros dos Reis. Mas a suposição mais provável é que Esdras, depois do Cativeiro, os compilou de documentos escritos talvez por Davi, Salomão, Natã, Gade e Ido, e que ele os organizou na ordem em que eles agora existem.

Adaptado de: Illustrated Bible Dictionary (Kings, The Books of)