Bíblia, Revisar

Isaías 60

Mensagem importante
Olá visitante do Apologeta! Vou direto ao ponto: peço que você me ajude a manter este projeto. Atualmente a renda gerada através dos anúncios são insuficientes para que eu me dedique exclusivamente a ele. Se cada pessoa que ler essa mensagem hoje, doar o valor de R$10.00, eu poderia me dedicar integralmente ao Apologeta pelo próximo ano e ainda remover todas as propagandas do site (que eu sei que são um pouco incômodas). Tenho um propósito ousado com este site: traduzir e disponibilizar gratuitamente conteúdo teológico de qualidade. O que inclui um dicionário bíblico completo (+4000 verbetes) e comentário de todos os 31.105 versículos da Bíblia. Faça parte deste projeto e o ajude a continuar crescendo. Obrigado!

A glória de Israel depois de sua aflição

1 Levanta-te! Brilha! Porque já chegou a tua luz; e a glória do SENHOR já está raiando sobre ti.

Uma ode de congratulação a Sião por sua restauração no segundo advento do Senhor para sua verdadeira posição como a igreja mãe da qual o Evangelho deve ser difundido para todo o mundo gentio; a primeira promulgação do Evangelho entre os gentios, começando em Jerusalém (Lc 24:47), é uma garantia disso. A linguagem é gloriosa demais para se aplicar a qualquer coisa que tenha acontecido.

Levanta-te – do pó em que estavas sentado como uma fêmea de luto cativa (Is 3:26; 52:1-2).

Brilhar – ou, “seja iluminado; porque a tua luz vem ”; comunique a outros a luz espiritual que agora lhe é dada (Is 60:3). A margem e Gesenius traduzem: “Seja iluminado”; ser resplandecente com a posteridade; imperativo para o futuro indicativo, “Tu serás iluminado” (Is 58:8,10; Ef 5:8,14).

glória do SENHOR – não apenas a Shekinah, ou nuvem de glória, como descansou acima da arca na antiga dispensação, mas a glória do Senhor em pessoa (Jr 3:16-17).

é ressuscitado – como o sol (Ml 4:2; Lc 1:78).

2 Porque eis que as trevas cobrirão a terra, e a escuridão aos povos; porém sobre ti o SENHOR virá raiando, e sua glória será vista sobre ti.

terra – o resto da terra: em contraste com “luz … sobre ti” (Is 60:1). A terra será iluminada depois por Israel (Is 9:2).

ser visto conspicuamente: assim o hebraico.

3 E as nações virão à tua luz, e os reis ao brilho que raiou a ti.

(Is 2: 3; Is 11:10; Is 43: 6; Is 49:22; Is 66:12).

reis – (Is 49: 7, Is 49:23; Is 52:15).

tua subida – sim, “o teu nascer do sol”, isto é, “para o brilho que se ergue sobre ti.”

Spoiler title

olhos – Jerusalém é tratada como uma mulher com os olhos abatidos pela tristeza.

todos eles … eles – Os povos gentios se reúnem para trazer de volta os hebreus dispersos, restaurar sua cidade e adorar a Jeová com ofertas.

criadas ao teu lado – sim “transportado ao teu lado”. É costume no Oriente levar as crianças para o quadril, com os braços ao redor do corpo (Is 66:12).

5 Então verás, e te alegrarás; teu coração palpitará e se encherá de alegria, porque a abundância do mar a ti se voltará, as riquezas das nações a ti chegarão.

veja – (Is 60:4), ou seja, a devolução de teus filhos.

fluir juntos – em vez disso, “transbordar de alegria” [Lowth]; ou, de uma raiz hebraica diferente, “seja brilhante com alegria” (Gesenius) (Jó 3:4).

medo – antes, bata com a agitação da alegria solene à vista maravilhosa [Horsley] (Jr 33:9).

ser ampliado – inche com prazer. O sofrimento, pelo contrário, contrai o coração.

abundância do mar – a riqueza das terras além do mar, como na época de Salomão, o tipo do reino vindouro do Príncipe da paz.

convertido – em vez disso, “ser transformado”, em vez de ser voltado para fins de pecado e idolatria.

forças – em vez disso, “riquezas”.

6 Multidão de camelos te cobrirá; dromedários de Midiã e Efá, todos virão de Sabá; trarão ouro e incenso, e declararão louvores ao SENHOR.

camelos – carregados de mercadorias; o camelo é “o barco do deserto” (compare Is 30: 6).

cobre-te – muitos deles haverá.

dromedários – Eles têm um palpite nas costas, enquanto o camelo tem dois: distingue-se pela rapidez (Jr 2:23).

Midiã – leste do ramo Elanítico do Mar Vermelho, e se estende para o norte ao longo do Monte Seir. Associado com os ismaelitas no trânsito (Gn 37:25,28).

Efá – parte de Midiã, a leste do Mar Morto. Ela abundou em camelos (Jz 6:5).

Sabá – na Arábia-Félix, famoso por incenso e ouro (Sl 72:15; Jr 6:20), no qual eles negociavam (Is 45:14; Jó 6:19; Ez 27:22).

7 Todas as ovelhas de Quedar se ajuntarão a ti; os carneiros de Nebaiote te servirão; com agrado subirão ao meu altar, e eu glorificarei a casa de minha glória.

Quedar – (Is 21:16; Ct 1:5), no sul da Arábia-Deserta, ou norte da Arábia-Petraea; eles negociavam em rebanhos (Ez 27:21).

Nebaiote – filho de Ismael, como era Kedar. Pai dos nabateus na Arábia-Petraea.

ministro – chegando como um sacrifício aceitável.

chegar com aceitação – isto é, aceitavelmente. Os carneiros que se oferecem voluntariamente (Sl 68:30; Rm 12:1; 1Pe 2:5), sem esperar por nenhum outro sacerdote, respondem aos crentes com fé e humildade de cordeiro; e no robe branco de santidade (Vitringa).

casa de minha glória – o templo (Ez 41:1-26; Ag 2:7,9; Ml 3:1).

8 Quem são estes que vêm voando como nuvens, e como pombas às suas janelas?

O profeta, vendo em visão novos hospedeiros se aproximando rapidamente como uma nuvem de pombas, pergunta quem eles são.

9 Pois as ilhas me esperarão, e primeiro os navios de Társis, para trazer teus filhos de longe, sua prata e seu ouro com eles; para o nome do SENHOR teu Deus, e para o Santo de Israel, porque ele te glorificou.

(veja em Is 42:4).

primeiro os navios de Társis – Os navios de Tartessus (ver em Is 2:16; 23:1, isto é, os navios que operam nas regiões mais distantes) estarão entre os principais a trazer de volta os Israelitas dispersos (Is 66:20).

sua prata – As nações entre as quais os judeus foram dispersos os ajudarão com seu dinheiro no retorno (Is 60:5-7,11,16), como foi o caso no retorno da Babilônia (Ed 1:4; compare o Sl 68:30-31).

até o nome … ao Santo – sim, por causa do nome – por causa do Santo (compare com Is 55:5) [Lowth].

10 E filhos de estrangeiros edificarão teus muros, e seus reis te servirão; porque em minha ira eu te feri, porém em meu favor tive misericórdia de ti.

ministre a ti – (Veja em Is 60:7; 49:23).

na minha ira te feri – (Is 54:7-8; 57:17).

11 E tuas portas estarão continuamente abertas, nem de dia nem de noite se fecharão; para que tragam a ti as riquezas das nações, e seus reis a ti sejam trazidos.

(Ap 21:25) As portas estão sempre abertas para receber novas ofertas e conversos (Is 26:2; At 14:27; Ap 3:8). Em tempo de paz os portões de uma cidade estão abertos: assim, sob o príncipe da paz, não haverá necessidade de barreiras contra invasores.

forças – riquezas.

sejam trazidos – como cativos dispostos à verdade; ou, se não for voluntariamente, ser comprado por julgamentos para se submeter a Israel (Is 60:12,14). Gesenius explica: “pode vir escoltado por um séquito”.

12 Pois a nação e reino que não te servirem perecerão; e tais nações serão assoladas por completo.

Pois – a razão que levará os reis gentios e as pessoas a se submeterem; temor do Deus em Israel (Zc 14:17).

13 A glória do Líbano virá a ti, a faia, o pinheiro, e o cipreste juntamente, para ornamentarem o lugar do meu santuário, e glorificarei o lugar de meus pés.

glória – isto é, as árvores que adornavam o Líbano; emblema de homens eminentes em dons naturais, dedicando tudo o que neles há ao Deus de Israel (Os 14:5-6).

fir… pine… box – sim, “o cipreste… ilex… cedro”

lugar do meu santuário – Jerusalém (Jr 3:17).

lugar dos meus pés – não mais a arca (Jr 3:16), “escabelo dos pés” de Jeová (Sl 99:5; 132:7; 1Cr 28:2); mas “o lugar do seu trono, o lugar das plantas de seus pés, onde ele habitará no meio dos filhos de Israel para sempre”, no novo templo (Ez 43:7).

14 Também virão a ti inclinados os filhos dos que te oprimiram, e se prostrarão às pisadas de teus pés todos os que blasfemaram de ti; e te chamarão a cidade do SENHOR, a Sião do Santo de Israel.

os filhos – Seus pais, que “afligiram” Israel, foram cortados por juízos divinos (Is 14:1-2; 49:23).

a Sião do Santo – A corte real do Santo. Maurer traduz: “Sião, o santuário (lugar santo) de Israel” (Is 57:15; Sl 46:4).

15 Em vez de abandonada e odiada, de tal modo que ninguém passava por ti, eu farei de ti uma excelência eterna, alegria de geração após geração.

abandonado – (Sl 78:60-61).

ninguém passava por ti – Teu país foi tão desolado que nenhum viajante ou caravana passou por ti; verdade só de Israel, não é verdade da Igreja (Lm 1:4).

excelência – glória, isto é, para sempre honrada.

16 E mamarás o leite das nações, e mamarás os peitos dos reis; e saberás que eu sou o SENHOR, teu Salvador e teu Redentor, o Poderoso de Jacó.

mamarás – Você atrairá a si mesmo e desfrutará de tudo que é valioso das posses dos gentios, etc. (Is 49:23; 61:6,11-12).

Conheço pelos favores concedidos a ti e por ti aos gentios.

17 Em vez de bronze trarei ouro, e em vez de ferro trarei prata, e em vez de madeira bronze, e em vez de pedras ferro; e farei pacíficos teus oficiais, e justos aqueles que cobram de ti.

Poeticamente, com alusão figurativa ao mobiliário do templo; todas as coisas em que a idade feliz por vir serão mudadas para melhor.

exactores – nomeadamente, de tributo.

Justiça – Todos os governantes na Jerusalém restaurada não serão apenas pacíficos e justos, mas serão, por assim dizer, “paz” e “justiça” em si mesmos em sua administração.

18 Nunca mais se ouvirá falar de violência em tua terra; nem ruína, nem destruição dentro de tuas fronteiras; em vez disso, a teus muros chamarás Salvação, e a tuas portas Louvor.

(Is 2:4) Não só os teus muros te manterão a salvo de inimigos, mas “Salvação” servirá como teus muros, convertendo teus inimigos em amigos, e assegurando assim perfeita segurança (Is 26:1-2).

portas – uma vez a cena de “destruição” quando inimigos vitoriosos irromperam através deles (Ne 1:3); doravante não será apenas a cena de louvores, mas o próprio “Louvor”; as “portas”, como o local do concurso público, foram palco de ações de graças (2Cr 31:2; Sl 9:14; 24:7; 100:4). “Judá”, a tribo favorecida, significa “louvor”.

19 Nunca mais o sol te servirá para luz do dia, nem com seu brilho a lua te iluminará; mas o SENHOR será tua luz eterna, e teu Deus o teu ornamento.

O sol e a lua, os objetos mais brilhantes de dia e de noite, serão eclipsados ​​pela glória suprema de Deus se manifestando a ti (Is 30:26; Zc 2:5; Ap 21:23; 22:5).

20 Nunca mais o teu sol irá se por, nem tua lua minguará; porque o SENHOR será tua luz eterna, e os dias de teu luto se acabarão.

Não haverá obscurecimento nacional e espiritual novamente como antigamente (Jl 2:10; Am 8:9).

luto … terminou – (Is 25:8; Ap 21:4).

21 E todos os de teu povo serão justos; para sempre terão posse da terra; serão renovo de minha plantação, obra de minhas mãos, para que eu seja glorificado.

todos os justos – (Is 4: 3; Is 52: 1; Revelação 21:27).

herdar … terra – (Is 49: 8; Is 54: 3; Is 65: 9; Salmo 37:11, Salmo 37:22; Mt 5: 5).

ramo do meu plantio – (Is 61: 3; Salmo 92:13; Mt 15:13).

obra das minhas mãos – os israelitas convertidos (Is 29:23; Is 45:11).

para que eu seja glorificado – o fim final de todas as relações graciosas de Deus (Is 49: 3; Is 61: 3).

22 O menor será mil, e o de menor tamanho será um povo forte; eu, o SENHOR, o farei depressa em seu devido tempo.

pequenino – Mesmo um, e o menor em número e posto, será multiplicado por mil em ambos os aspectos (Mq 5:2; Mt 13:31-32).

devido tempo – não o nosso tempo; podemos desejar apressá-lo, mas ele virá no devido tempo, como no caso da primeira vinda de Jesus (Gl 4:4); assim, na restauração de Israel e na conversão do mundo (Is 66:8; Hb 2:3; At 1:7; Hb 10:37).

<Isaías 59 Isaías 61>

Leia também uma introdução ao Livro de Isaías.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.

Conteúdos recomendados