Bíblia, Revisar

Jeremias 6

1 Fugi, ó filhos de Benjamim, do meio de Jerusalém; e tocai trombeta em Tecoa, e levantai um sinal de fumaça sobre Bete-Haquerém; porque do norte já se vê o desastre e grande destruição.

Jr 6: 1-30. Os inimigos de Sião preparam a guerra contra ela: Seus pecados são a causa.

Benjamim – Jerusalém estava situada na tribo de Benjamim, que aqui estava separada daquela de Judá no vale de Hinom. Embora tenha sido habitada em parte por benjamitas, em parte por homens de Judá, ele se refere aos primeiros como seus próprios compatriotas.

explodir… trompete… Tekoa – {Tikehu}, Tekoa forma um jogo de sons. O local de nascimento de Amos.

Bete-Haquerém – que significa em hebraico “casa de vinha”. Ela e Tekoa estavam a poucos quilômetros ao sul de Jerusalém. Como o inimigo vinha do norte, os habitantes do país vizinho fugiam naturalmente para o sul. O sinal de fogo nas colinas deu aviso de perigo se aproximando.

2 Destruirei a filha de Sião ainda que seja formosa e delicada.

comparada – em vez disso, “eu deito lixo”. Literalmente, “Oh, bonita e delicada, eu destruo a filha de Sião”, isto é, “tu”. Então Zc 3:9, “antes de Josué”, isto é, diante de ti ”(Maurer)

3 A ela virão pastores com seus rebanhos; levantarão contra ela tendas ao redor; e cada um apascentará em seu lugar.

pastores – líderes hostis com seus exércitos (Jr 1:15; 4:17; 49:20; 50:45).

apascentará – Eles devem consumir cada um tudo o que está perto dele; literalmente, “sua mão”, isto é, o lugar que ele ocupa (Nm 2:17; ver em Is 56:5).

4 Preparai guerra contra ela; levantai-vos e subamos até o meio-dia! Ai de nós! que vai caindo já o dia, que as sombras da tarde já estão se estendendo.

Os soldados invasores encorajam um ao outro ao ataque a Jerusalém.

Preparai – literalmente, “Santificar” a guerra, isto é, proclame-a formalmente com ritos solenes; a invasão foi solenemente ordenada por Deus (compare Isa 13: 3).

até o meio-dia – a parte mais quente do dia em que os ataques raramente eram feitos (Jr 15:8; 20:16). Mesmo neste momento eles queriam atacar, tal é a sua ânsia.

Ai de nós – As palavras dos invasores, lamentando a aproximação da noite que suspenderia suas operações hostis; ainda, apesar da escuridão, à noite eles renovam o ataque (Jr 6:5).

5 Levantai-vos, e subamos de noite, e destruamos seus palácios.
6 Porque assim diz o SENHOR dos exércitos: Cortai árvores, e levantai cercos junto a Jerusalém; esta é a cidade que tem de ser punida; opressão há no meio dela.

elenco – hebraico, “derramar”; referindo-se ao esvaziamento das cestas de terra para fazer o monte, formado de “árvores” e terraplenagem, para ultrapassar as muralhas da cidade. As “árvores” também foram usadas para fabricar motores bélicos.

isso – apontando os invasores para Jerusalém.

visitado – isto é, punido.

totalmente opressão – ou juntar-se “totalmente” com “visitado”, isto é, ela é completamente (em toda sua extensão) para ser punida (Maurer)

7 Tal como a fonte jorra suas águas, assim também ela constantemente jorra sua malícia; violência e destruição se ouve nela; continuamente há enfermidade e feridas perante mim.

fonte – em vez disso, um poço escavado, a partir do qual nascente de água; distinta de uma nascente ou fonte natural.

jorra – faz fluir; literalmente, “faz a escavação”, sendo a causa posta em efeito (2Rs 21:16,24; Is 57:20).

eu – Jeová.

8 Corrige-te, Jerusalém, para que minha alma não se afaste de ti, para que eu não te torne desolada, uma terra não habitada.

Apelo de concurso no meio de ameaças.

partem – hebraico, “seja arrancado”; O afeto de Jeová fazendo-o não querer partir; Seu apego a Jerusalém era tal que era necessário um esforço para se libertar dela (Ez 23:18; Os 9:12; 11:8).

9 Assim diz o SENHOR dos exércitos: Sacudirão por completo o restante de Israel tal como a vide; volta tua mão aos cestos como alguém que colhe uvas.

Os judeus são as uvas, seus inimigos os destruidores não esparso.

volta tua mão – de novo e de novo traga punhados recém-colhidos para as cestas; referindo-se à repetição de levar cativos para a Babilônia (Jr 52:28-30; 2Rs 24:14; 25:11).

10 A quem falarei e testemunharei, para que ouçam? Eis que que seus ouvidos são incircuncisos, e não podem escutar; eis que a palavra do SENHOR lhes é coisa vergonhosa, não gostam dela.

ouvidos são incircuncisos – fechado contra os preceitos de Deus pelo prepúcio da carnalidade (Lv 26:41; Ez 44:7; At 7:51).

palavra … censura – (Jr 20: 8).

11 Por isso estou cheio dá fúria do SENHOR, e cansado estou de retê -la ; eu a derramarei sobre os meninos pelas ruas, e sobre a reunião dos jovens juntamente; porque até o marido com a mulher serão presos, e o velho com o cheio de dias.

Senhor – Suas denúncias contra Judá comunicaram ao profeta.

cansado de se prender – (Jr 20:9).

Eu derramarei – ou então imperativo: o mandamento de Deus (veja Jr 6:12), “Derrame isto” (Maurer)

velho com o cheio de dias – O primeiro significa que alguém está ficando velho; o último é um velho decrépito [Maurer] (Jó 5:26; Is 65:20).

12 E suas casas passarão a ser de outros, suas propriedades e juntamente suas mulheres; porque estenderei minha mão contra os moradores da terra, diz o SENHOR.

As próprias punições ameaçadas por Moisés no caso de desobediência a Deus (Dt 28:30).

virou – transferido.

13 Porque desde o menor deles até o maior deles, cada um deseja com ganância; e desde o profeta até o sacerdote, todos agem com falsidade.
14 E curam a ferida da filha de meu povo apenas superficialmente, dizendo, Paz, paz; sem que haja paz.

ferido – a ferida espiritual.

superficialmente – como se fosse apenas uma ligeira ferida; ou, de uma maneira leve, pronunciando todo o som onde não há solidez.

dizendo – ou seja, os profetas e sacerdotes (Jr 6:13). Considerando que eles deveriam advertir o povo de julgamentos iminentes e a necessidade de arrependimento, eles dizem que não há nada a temer.

paz – incluindo solidez. Tudo é sólido no estado moral da nação, então tudo será paz quanto ao seu estado político (Jr 4:10; 8:11; 14:13; 23:17; Ez 13:5,10; 22:28).

15 Eles se envergonham de fazerem abominação? Não, não se envergonham de maneira nenhuma, nem sequer sabem ter vergonha. Por isso cairão entre os que caem; tropeçarão quando eu os visitar, diz o SENHOR.

mas, ”etc .; o verbo hebraico, muitas vezes expressando, não a ação, mas o dever de realizá-lo (Gn 20:9; Ml 2:7). Maurer traduz: “Envergonhar-se-ão, porque cometeram abominação; ou melhor (o profeta corrigindo a si mesmo), não há vergonha neles ”(Jr 3:3; 8:12; Ez 3:7; Sf 3:5).

os que caem – Eles cairão com o restante de seu povo que está condenado a cair, isto é, deixarei de falar agora; I will execute vengeance (Calvino).

16 Assim diz o SENHOR: Ficai parados nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; então achareis descanso para vossa alma. Mas disseram: Não andaremos.

Imagem de viajantes que perderam a estrada, parando e perguntando qual era o caminho certo em que já estiveram, mas do qual se desviaram.

veredas antigas – Idolatria e apostasia são o caminho moderno; a adoração de Deus do jeito antigo. O mal não é coevo com o bom, mas uma degeneração moderna do bem. O abandono de Deus não é, em um sentido verdadeiro, um “caminho de partida” de todo (Jr 18:15; Sl 139:24; Ml 4:4).

descanso – (Is 28:12; Mt 11:29).

17 Também pus vigilantes sobre vós, que dissessem: Prestai atenção à voz da trombeta. Mas eles disseram: Não prestaremos atenção.

vigilantes – profetas, cujo dever era anunciar calamidades iminentes, de modo a levar o povo ao arrependimento (Is 21:11; 58:1; Ez 3:17; Hb 2:1).

18 Portanto ouvi, ó nações, e saiba disto, a multidão que nelas está;

congregação – paralela às “nações”; significa, portanto, os povos reunidos que são convidados a serem testemunhas de quão grande é a perversidade dos israelitas (Jr 6:16-17), e que eles merecem o severo castigo que está sendo infligido a eles (Jr 6:19).

a multidão que nelas está – que ações são cometidas pelos israelitas (Jr 6:16-17) (Maurer) Ou “que punições estão prestes a ser infligidas a eles” (Calvino).

19 Ouve tu, ó terra: Eis que eu trarei mal sobre este povo: o fruto de seus pensamentos; pois não dão atenção a minhas palavras, e rejeitam a minha lei.

(Is 1:2)

fruto de … pensamentos – (Pv 1:31).

nem à minha lei, mas rejeitei – literalmente, “e (quanto à) Minha lei eles a rejeitaram”. A mesma construção ocorre em Gn 22:24.

20 Afinal, para que vem a mim o incenso de Sabá, e a boa cana aromática de uma terra distante? Vossos holocaustos não me são aceitáveis, nem vossos sacrifícios me são agradáveis.

Literalmente, “Para que propósito é isto para Mim, aquele incenso vem a Mim?”

incensocana – (Is 43:24; 60:6). Nenhum serviço externo é aceito por Deus sem obediência do coração e da vida (Jr 7:21; Sl 50:7-9; Is 1:11; Mq 6:6, etc.).

doce … doce – antítese. Sua doce cana não é doce para mim. O cálamo

21 Portanto assim diz o SENHOR: Eis que porei tropeços a este povo, e cairão neles juntamente os pais e os filhos; o vizinho e seu companheiro perecerão.

tropeços – instrumentos da ruína dos judeus (compare com Mt 21:44; Is 8:14; 1Pe 2:8). O próprio Deus (“eu”) os coloca diante dos réprobos (Sl 69:22; Rm 1:28; 11:9).

pais… filhos… vizinho… amigo – ruína indiscriminada.

22 Assim diz o SENHOR: Eis que vem um povo da terra do norte; e uma grande nação se levantará dos confins da terra.

confins da terra – Os antigos eram pouco familiarizados com o norte; por isso é chamado as regiões mais remotas (como o hebraico para “lados” deveria ser traduzido, veja em Is 14:13) da terra. Os caldeus são significados (Jr 1:15; 5:15). É impressionante que as mesmas calamidades que os caldeus infligiram em Sião sejam ameaçadas, como a retribuição a ser feita a elas por Jeová (Jr 50:41-43).

23 Eles trarão arco e lança; são cruéis, que não terão misericórdia; a voz deles rugirá como o mar, e sobre cavalo cavalgarão, como homens dispostos para a guerra contra ti, ó filha de Sião.

como o mar – (Is 5:30).

como homens dispostos para a guerra – não que eles fossem como guerreiros, pois eles eram guerreiros; mas “ordenou mais perfeitamente como guerreiros” (Maurer)

24 Nós ouvimos a fama deles, e nossas mãos perderam a força; fomos tomados pela angústia, e dor como de mulher no parto.

fama disso – o relatório deles.

25 Não saiais ao campo, nem andeis pelo caminho; porque a espada do inimigo e o terror está ao redor.

Ele fala “a filha de Sião” (Jr 6:23); Cuidado para os cidadãos de Jerusalém não se exporem ao inimigo, saindo das muralhas da cidade.

espada do inimigo – literalmente, “há uma espada para o inimigo”; o inimigo tem uma espada.

26 Tu, filha de meu povo, veste-te de saco, e revolve-te em cinza; chora de luto como por um filho único, pranto de amarguras; porque logo virá sobre nós o destruidor.

em cinza – (Jr 25:34; Mq 1:10). Como geralmente lamentam apenas “lançar cinzas na cabeça”, chafurdar nelas significa algo mais, a saber, cobrir inteiramente o próprio ser com cinzas, a ponto de ser como alguém que rolou nelas (Ez 27:30).

quanto a um filho único (Am 8:10; Zc 12:10).

lamentação – literalmente, “lamentação expressa por bater no peito”.

27 Eu te pus por avaliador e por fortaleza entre meu povo, para que reconheças, e examines o caminho deles.

fortaleza – (Jr 1:18), antes, “um testador (e) explorador.” Por uma metáfora da metalurgia em Jr 6:27-30, Jeová, em conclusão, confirma o profeta em seu ofício, e este último resume a descrição das pessoas reprovadas em quem ele tinha que trabalhar. O hebraico para “ensaiador” (versão em inglês, “torre”) é de uma raiz “para tentar” metais. “Explorador” (Versão Inglesa, “fortaleza”) é de raiz arábica, “perspicaz”; ou uma raiz hebraica, “cortar”, isto é, separar o metal da escória [Ewald]. Gesenius traduz como Versão em Inglês, “fortaleza”, que não está de acordo com o “testador” anterior.

28 Todos eles são os mais teimosos rebeldes, que vivem enganando; são duros como cobre e ferro: todos eles são corruptos.

revoltas graves – literalmente, “contumazes do contumaz”, isto é, mais contumaz, o modo hebraico de expressar um superlativo. Então “o forte entre os poderosos”, isto é, o mais forte (Ez 32:21). Veja Jr 5:23; Os 4:16.

andando com calúnias – (Jr 9: 4). “Indo para o propósito de difamar” (Maurer)

latão, etc. – isto é, cobre. Ele e “ferro” sendo os metais mais básicos e mais duros expressam o caráter degradado e obstinado dos judeus (Is 48:4; 60:17).

29 O fole já se queimou, o chumbo já se consumiu pelo fogo; em vão é feita a fundição, pois os maus não são arrancados.

queimou – Um calor tão intenso é produzido que o próprio fole é quase incendiado. Rosenmuller não traduz tão bem de uma raiz hebréia, “calça” ou “bufo”, referindo-se ao som do fole soprado com força.

Empregado de chumbo para separar o metal mais básico da prata, já que o Quicksilver é usado agora. Em outras palavras, as maiores dores foram usadas para purificar Israel na fornalha da aflição, mas em vão (Jr 5:3; 1Pe 1:7).

consumiu pelo fogo – No Chetib, ou texto hebraico, o “consumido” é suprido do anterior “queimado”. Traduzindo como Rosenmuller, “calça”, isso será inadmissível; e a divisão das palavras hebraicas Keri (Margem Hebraica) terá que ser lida, para obter “é consumido do fogo”. Este é um argumento para a tradução, “são queimados”.

fundador – o refinador.

os maus não são arrancados – respondendo à escória que não tem um bom metal para ser separado, a massa sendo toda escória.

30 Eles são chamados prata rejeitada, porque o SENHOR os rejeitou.

Reprobate – prata tão cheia de liga a ser totalmente inútil (Is 1:22). Os judeus estavam aptos apenas para rejeição.

<Jeremias 5 Jeremias 7>

Leia também uma introdução ao Livro de Jeremias.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.