Bíblia, Revisar

Isaías 56

Mensagem importante
Olá visitante do Apologeta! Vou direto ao ponto: peço que você me ajude a manter este projeto. Atualmente a renda gerada através dos anúncios são insuficientes para que eu me dedique exclusivamente a ele. Se cada pessoa que ler essa mensagem hoje, doar o valor de R$10.00, eu poderia me dedicar integralmente ao Apologeta pelo próximo ano e ainda remover todas as propagandas do site (que eu sei que são um pouco incômodas). Tenho um propósito ousado com este site: traduzir e disponibilizar gratuitamente conteúdo teológico de qualidade. O que inclui um dicionário bíblico completo (+4000 verbetes) e comentário de todos os 31.105 versículos da Bíblia. Faça parte deste projeto e o ajude a continuar crescendo. Obrigado!
1 Assim diz o SENHOR: Guardai o que é justo, e praticai a justiça; porque minha salvação já está perto de vir, e minha justiça de se manifestar.

Is 56: 1-12. A preparação necessária por parte daqueles que desejam ser admitidos no reino de Deus.

justiça – equidade. João Batista pregou similarmente um retorno à justiça, conforme necessário para preparar os homens para a primeira vinda do Messias (Lc 3:3,8-14). Assim será antes da segunda vinda (Ml 4:4-6).

perto de vir – (Mt 3: 2; Mt 4:17), também quanto à segunda vinda (Is 62:10-11; Lc 21:28,31; Rm 13:11-12; Hb 10:25).

justiça – respondendo a “salvação” na sentença paralela; portanto significa justiça que traz salvação (Is 46:13; Rm 3:25-26).

2 Bem-aventurado o homem que fizer isto, e o filho do homem que permanece nisto; que se guarda para não profanar o sábado, e guarda sua mão para não cometer algum mal.

(Lc 12:43)

o homem – hebraico, “enosh}, “um homem em vida humilde”, em contraste com o hebraico, “ish}, “um de alto escalão”. Mesmo o mais humilde, como “o estranho” e “o eunuco” (Is 56:4,6), são admissíveis a esses privilégios.

istonisto – o que segue: “guardando o sábado”, etc. (Is 58:13-14; Ez 20:12). Uma prova de que o sábado, no espírito de sua obrigação, deveria ser obrigatório sob o evangelho (Is 66:23). Que os tempos do evangelho são referidos é claro, a partir da bênção não sendo pronunciada sobre o homem que observou o ritual de sacrifício da lei judaica.

Ela segura a imagem de alguém segurando firmemente algum objeto precioso que ele tem medo de ter arrancado dele à força. O “sábado” aqui inclui todas as ordenanças do culto divino sob a nova lei do evangelho.

guarda sua mão para não cometer algum mal – A observância) e da segunda mesa da lei; como o “sábado” se refere à primeira tabela. Juntos, eles formam todo o dever do homem, a adoração de Deus e uma vida santa.

3 E não fale o filho do estrangeiro, que tiver se ligado ao SENHOR, dizendo: Certamente o SENHOR me excluiu de seu povo; nem fale o eunuco: Eis que sou uma árvore seca.

Deus acolhe todos os crentes, sem distinção de pessoas, sob a nova economia (At 10:34-35).

juntou-se … a … Senhor – (Nm 18:4,7). “Proselytes”.

separados – Os prosélitos dos gentios não foram admitidos com os mesmos privilégios que os israelitas nativos. Essa barreira entre judeus e gentios deveria ser quebrada (Ef 2:14-16).

eunuco – (At 8:27, etc.) Os eunucos eram camareiros de haréns ou ministros da corte em geral.

árvore seca – estéril (compare com Lc 23:31); não admissível na congregação de Israel (Dt 23:1-3). Sob o Evangelho, o eunuco e o estrangeiro devem ser libertados de deficiências religiosas e civis.

4 Porque assim diz o SENHOR: Aos eunucos, que guardam os meus sábados, e escolhe aquilo em que me agrado, e permanecem em meu pacto,

por favor mim – sacrifique seu próprio prazer ao meu.

tome posse – assim “apega-se” (ver em Is 56:2).

5 Eu também lhes darei em minha casa, e dentro de meus muros, lugar e nome, melhor que o de filhos e filhas; darei um nome eterno a cada um deles, que nunca se apagará.

em minha casa – o templo, o emblema da Igreja (1Tm 3:15). Eles não devem mais ser confinados como prosélitos à corte exterior, mas devem ser admitidos “no santuário” (Hb 10:19-20).

um lugar – literalmente, “uma mão”.

que o de filhos – Embora o eunuco seja estéril de filhos (Is 56:3), darei a ele um nome mais duradouro do que ser pai de filhos e filhas (considerado uma alta honra entre os hebreus) (Jo 1:12; 10:3; 1Jo 3:1; Ap 2:17; 3:12).

6 E aos filhos dos estrangeiros, que se ligarem ao SENHOR, para o servirem, e para amarem o nome do SENHOR, e para serem seus servos, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que permanecerem em meu pacto,

Senhor – (Jr 50:6). Condições de admissão aos privilégios de adoção.

7 Eu os levarei ao meu santo monte, e lhes farei se alegrarem em minha casa de oração; seus holocaustos e seus sacrifícios serão aceitos em meu altar; porque minha casa será chamada: Casa de oração para todos os povos.

Mesmo eles – (Ef 2:11-13).

ao meu santo monte – Jerusalém, a sede do trono do Senhor em Seu reino vindouro (Is 2:2; Jr 3:17).

alegre – (Rm 5:11).

holocaustos … sacrifícios – espirituais, dos quais os literais eram tipos (Rm 12:1; Hb 13:15; 1Pe 2:5).

aceito – (Ef 1:6).

altar – (Hb 13:10), espiritualmente, a cruz de Cristo, que santifica nossos sacrifícios de oração e louvor.

Casa de oração para todos os povos – ou melhor, “povos”. Não mais restrito a um povo favorecido (Ml 1:11; Jo 4:21,23; 1Tm 2:8). Para ser plenamente realizado na segunda vinda (Is 2:2-4). Não mais literal, mas sacrifício espiritual, ou seja, “oração” será oferecido (Sl 141:2; 51:17; Ml 1:11; Mt 21:13).

8 Assim diz o Senhor DEUS, que junta os dispersos de Israel: Ainda outros mais lhe ajuntarei, além dos que já lhe foram ajuntados.

Jeová não somente restaurará os dispersos párias de Israel (Is 11:12; Sl 147:2) para sua própria terra, mas “reunirá outros (‹ estranhos ‘) a ele (Israel), além daqueles reunidos ”(Margem,“ aos seus reunidos ”, isto é, além dos israelitas recolhidos de sua dispersão, (Jo 10:16; Ef 1:10; 2:19).

9 Todos vós, animais do campo, vinde comer!

animais do campo – gentios nações idólatras hostis aos judeus, convocado por Deus para castigá-los (Jr 12:7-9; 50:17; Ez 34:5): os caldeus e posteriormente os romanos. A menção dos “párias de Israel” (Is 56:8) traz em vista a exclusão, causada pelos pecados de seus governantes (Is 56:10-12).

devorar – ou seja, Israel.

10 Todos os seus vigilantes são cegos, nada sabem; todos são cães mudos, não podem latir; andam adormecidos, estão deitados, e amam cochilar.

Seus vigias – os líderes espirituais de Israel (Is 62:6; Ez 3:17).

cães mudos – imagem dos pastores mal-intencionados “cães de guarda, que não conseguem notar, latindo, a aproximação de feras selvagens.

cego – (Mt 23:16).

adormecidos, estão deitados – em vez disso, “sonhadores, preguiçosos” [Lowth]. Não apenas dormindo inativo, mas sob delírios visionários.

amam cochilar – não apenas adormecendo involuntariamente, mas amando-a.

11 E estes são cães gulosos, não conseguem se satisfazer; e eles são pastores que nada sabem entender; todos eles se viram a seus caminhos, cada um à sua ganância, cada um por si.

ganancioso – literalmente, “forte” (isto é, insaciável) no apetite (Ez 34:2-3; Mq 3:11).

nada sabem entender – incapaz de compreender as necessidades do povo, espiritualmente: assim Is 56:10, “não pode latir”.

se viram a seus caminhos – isto é, seus próprios interesses egoístas; não para o bem-estar espiritual do povo (Jr 6:13; Ez 22:27).

do seu quarto – em vez disso, “do mais alto ao mais baixo” [Lowth]. “Do seu quarto”; isto é, de um lado para o outro, um e todos (Gn 19:4).

12 Eles dizem : Vinde, trarei vinho, e nos encheremos de bebida alcoólica; e o dia de amanhã será como hoje, e muito melhor!

trarei vinho – linguagem dos professores nacionais desafiando um ao outro para beber. Barnes traduz: “Tomarei outro cálice” (Is 5:11).

amanhã – Sua auto-indulgência era habitual e intencional: não apenas eles bebem, mas pretendem continuar assim.

<Isaías 55 Isaías 57>

Leia também uma introdução ao Livro de Isaías.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.

Conteúdos recomendados