Mateus 3:16

E tendo Jesus sido batizado, subiu logo da água. E eis que os céus se abriram, e ele viu o Espírito de Deus descendo como uma pomba, vindo sobre ele.

Comentário de David Brown

E tendo Jesus sido batizado, subiu logo da água – Marcos traz “saiu da água” (Marcos 1:10). “E” – acrescenta Lucas (Lucas 3:21), “enquanto Ele estava orando”; um grande fragmeno de informação. Pode haver uma dúvida sobre o peso dessa oração; uma oração enviada, provavelmente, ainda na água – Sua cabeça abençoada impregnada com o elemento batismal; uma oração continuou provavelmente quando Ele saiu do riacho e ficou de novo em terra seca; a obra diante Dele, o Espírito necessário e esperado para repousar nEle para isso, e a glória que Ele então colocaria sobre o Pai que O enviara – estes não encheriam Seu peito, e encontrariam vazão silenciosa em tal forma como isto? – “Eu vim; Tenho prazer em fazer a Tua vontade, ó Deus. Pai, glorifica o teu nome. Mostre-me um sinal para sempre. Deixe que o Espírito do Senhor Deus venha sobre Mim, e eu pregarei o Evangelho aos pobres, e cure os de coração partido, e envie o juízo para a vitória. ”Enquanto Ele ainda estava falando – E eis que os céus se abriram – Marcos diz, sublime: “Ele viu os céus se abrirem” (Marcos 1:10).

e ele viu o Espírito de Deus – isto é, Ele somente, com exceção de Seu honrado servo, como ele mesmo nos diz (Jo 1:32-34); os espectadores aparentemente não viram nada.

descendo como uma pomba – Lucas diz: “em forma corpórea” (Lucas 3:22); isto é, o abençoado Espírito, assumindo a forma corpórea de uma pomba, desceu assim sobre Sua cabeça sagrada. Mas por que desta forma? O uso de escritura deste emblema será nosso melhor guia aqui. “Minha pomba, minha imaculada é uma só”, diz o Cântico de Salomão (Cânticos 6:9). Isso é pureza. Mais uma vez: “Sede simples como as pombas”, diz o próprio Cristo (Mateus 10:16). É a mesma coisa, na forma de inofensividade para com os homens. “Uma consciência sem ofensa a Deus e aos homens” (Atos 24:16) expressa ambos. Além disso, quando lemos no Cântico de Salomão (Cânticos 2:14), “Ó minha pomba, que está nas fendas das rochas, nos lugares secretos das escadas” (ver Isaías 60:8), deixe-me vê o teu semblante faze-me ouvir a tua voz; porque doce é a tua voz, e o teu semblante é agradável ”- está encolhendo a modéstia, mansidão, que é encantadoramente representada. Em uma palavra – não para aludir ao emblema histórico da pomba que voou de volta para a arca, trazendo em sua boca a folha de oliveira da paz (Gênesis 8:11) – quando lemos (Salmo 68:13): seja como as asas de uma pomba coberta de prata, e suas penas de ouro amarelo”, é a beldade que é assim mantida. E não era tal que “um santo, inofensivo, imaculado”, o “separado dos pecadores”? “Tu és mais justo do que os filhos dos homens; a graça é derramada nos Teus lábios; por isso Deus te abençoou para sempre! ”Mas o quarto Evangelho nos dá mais uma informação aqui, sobre a autoridade de alguém que viu e testemunhou:“ João testificou, dizendo: Eu vi o Espírito descendo do céu como um pomba e morada sobre ele E para que não pensemos que isso foi uma coisa acidental, ele acrescenta que este último particular foi expressamente dado a ele como parte do sinal pelo qual ele era para reconhecê-lo e identificá-lo como o Filho de Deus: Não o conheci; mas o que me enviou a batizar com água, esse me disse: Aquele em quem verás o Espírito descendo e permanecendo sobre ele, o mesmo é o que baptiza com o Espírito Santo. E vi e tenho testemunhado que este é o Filho de Deus” (Jo 1:32-34). E quando comparamos a descida prevista do Espírito sobre o Messias (Isaías 11:2), “E o Espírito do Senhor repousará sobre Ele”, não podemos duvidar que foi este repouso permanente e perfeito do Espírito Santo sobre o Filho de Deus – agora e daqui em diante na Sua condição oficial – que foi aqui visivelmente manifestado. [Jamieson; Fausset; Brown]

Comentário de A. T. Robertson

da água. Marcos (1:10) “fora da água”.

os céus se abriram. Uma manifestação sobrenatural da aprovação do Pai ao Filho quando ele entra formalmente em seu ministério público.

ele viu. Jesus viu. João também viu (João 1:32).

como uma pomba. Como uma pomba desce, e provavelmente também na forma corpórea que parecia uma pomba. Compare com Genesis 8:9-10, onde a pomba é a mensageira da esperança. Não se deve inferir que o Espírito Santo não esteve com Jesus desde seu nascimento. Mas agora, quando ele inicia sua obra pública como Messias, o Espírito Santo o capacita, unge-o como Messias, especialmente para essa missão por sua presença permanente. [Robertson, 1907]

< Mateus 3:15 Mateus 3:17 >

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – janeiro de 2021.