Levita

Um descendente da tribo de Levi (Êx 6:25; Lv 25:32; Nm 35:2; Js 21:3,41). Este nome é, no entanto, geralmente usado como o título da porção da tribo que foi designada para os ofícios subordinados do serviço do santuário (1Rs 8:4; Ed 2:70), como assistentes dos sacerdotes.

Quando os israelitas deixaram o Egito, a maneira antiga de adoração ainda era observada por eles, o filho mais velho de cada casa herdando o ofício do sacerdote. No Sinai, a primeira mudança nessa prática antiga foi feita. Um sacerdócio hereditário na família de Aarão foi então instituído (Êx 28:1). Mas não foi até aquela cena terrível em conexão com o pecado do bezerro de ouro que a tribo de Levi se separou e começou a ocupar uma posição distinta (Ex 32). A primogenitura religiosa foi então conferida a essa tribo, que desde então era devotada ao serviço do santuário (Nm 3:11-13). Eles foram selecionados para esse propósito por causa de seu zelo pela glória de Deus (Êx 32:26), e porque, como a tribo a qual Moisés e Aarão pertenciam, eles naturalmente apoiariam o legislador em sua obra.

A ordem levítica consistia de todos os descendentes dos três filhos de Levi, Gérson, Coate e Merari; enquanto Aaron, filho de Amram (Amram, filho de Kohat), e sua questão constituía a ordem sacerdotal.

A idade e a qualificação para o serviço Levítico são especificadas em Nm 4:3,23,30,39,43,47.

Eles não foram incluídos entre os exércitos de Israel (Nm 1:47; 2:33; 26:62), mas foram contados por eles mesmos. Eles eram os guardiões especiais do tabernáculo (Nm 1:51; 18:22-24). Os gersonitas acamparam ao oeste do tabernáculo (Nm 3:23), os coatitas ao sul (Nm 3:29), os meraritas ao norte (Nm 3:35) e os sacerdotes a leste (Nm 3:38) . Era seu dever mover a tenda e carregar as partes da estrutura sagrada de um lugar para outro. Eles foram entregues a Arão e seus filhos, os sacerdotes, para esperá-los e trabalhar para eles nos serviços do santuário (Nm 8:19; 18:2-6).

Como sendo totalmente consagrados ao serviço do Senhor, eles não possuíam posses territoriais. Jeová era a herança deles (Nm 18:20; 26:62; Dt 10:9; 18:1-2) e, por seu apoio, foi ordenado que eles recebessem das outras tribos os dízimos da produção da tribo. terra. Quarenta e oito cidades também foram designadas a elas, das quais treze eram para os sacerdotes “habitarem”, isto é, junto com seus outros habitantes. Junto com suas moradias, eles tinham “subúrbios”, isto é, “commons”, para seus rebanhos e rebanhos, e também campos e vinhas (Nm 35:2-5). Nove destas cidades estavam em Judá, três em Naftali e quatro em cada uma das outras tribos (Js 21). Seis das cidades levíticas foram separadas como “cidades de refúgio” . Assim, os levitas foram espalhados entre as tribos para manter viva entre eles o conhecimento e serviço de Deus.

Adaptado de: Illustrated Bible Dictionary (Levite).