Bíblia, Revisar

Números 8

Como devem ser acesas as lâmpadas

1 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:

A ordem deste capítulo sugere a ideia de que as seguintes instruções foram dadas a Moisés, enquanto ele estava dentro da tenda da congregação, depois que os príncipes tinham completado sua oferta. Mas pelo teor das instruções, é mais provável que elas tenham sido dadas imediatamente depois que os levitas foram dados aos sacerdotes (ver Nm 3:1 à 4:49), e que o registro dessas instruções tenha sido adiado até narrativa de outras transações no campo tinha sido feita [Patrick].

2 Fala a Arão, e dize-lhe: Quando acenderes as lâmpadas, as sete lâmpadas iluminarão de frente à frente do candelabro.

Fala a Arão – O candelabro, que era feito de uma sólida e massiva peça de ouro puro, com seis lâmpadas sustentadas em tantos ramos, um sétimo no centro sobrepujando a própria haste (Êx 25:31; 37:17), e completada de acordo com o padrão mostrado no monte, deveria agora ser acesa, quando as outras coisas no santuário começaram a ser aplicadas ao serviço religioso. Era dever pessoal de Aarão, como servo de Deus, iluminar Sua casa, a qual, estando sem janelas, requeria a ajuda das luzes (2Pe 1:19). E o curso que ele foi ordenado a seguir foi o primeiro a acender a lâmpada do meio do fogo do altar, e depois as outras lâmpadas uma da outra – um curso simbólico de toda a luz da verdade celeste sendo derivada de Cristo e difundida por Seus ministros. em todo o mundo (Ap 4:5).

as sete lâmpadas iluminarão de frente à frente do candelabro – O candelabro ficava perto das tábuas do santuário, no lado sul, em plena vista da mesa dos pães da proposição no norte (Êx 26:35), tendo um conjunto de suas as lâmpadas giravam para o leste e as outras para o oeste; de modo que todas as partes do tabernáculo foram assim iluminadas.

3 E Arão o fez assim; que acendeu em frente do candelabro suas lâmpadas, como o SENHOR o mandou a Moisés.
4 E esta era a feitura do candelabro: de ouro lavrado a martelo; desde seu pé até suas flores era lavrado a martelo: conforme o modelo que o SENHOR mostrou a Moisés, assim fez o candelabro.

A consagração dos levitas

5 E o SENHOR falou a Moisés, dizendo:
6 Toma aos levitas dentre os filhos de Israel, e expia-os.

e expia-os – Esta passagem descreve a consagração dos levitas. Embora a tribo devesse ser dedicada ao serviço divino, sua descendência hereditária, por si só, não era uma qualificação suficiente para entrar nos deveres do ofício sagrado. Deviam ser separados por uma cerimônia especial, que, no entanto, era muito mais simples do que a designada para os sacerdotes; nem lavagem nem unção, nem investidura com vestes oficiais eram necessárias. Sua purificação consistia, juntamente com a oferta dos sacrifícios necessários (Lv 1:4; 3:2; 4:4), sendo aspergido por água misturada com as cinzas de uma novilha vermelha (Nm 19:9), e toda a roupa raspada e suas roupas lavadas – uma combinação de atos simbólicos que se destinava a lembrá-los da mortificação dos desejos carnais e mundanos, e a manutenção daquela pureza no coração e na vida que se tornaram os servos de Deus.

7 E assim lhes farás para expiá-los: esparge sobre eles a água da expiação, e face passar a navalha sobre toda sua carne, e lavarão suas roupas, e serão expiados.
8 Logo tomarão um novilho, com sua oferta de cereais de boa farinha amassada com azeite; e tomarás outro novilho para expiação.
9 E farás chegar os levitas diante do tabernáculo do testemunho, e juntarás toda a congregação dos filhos de Israel;

juntarás toda a congregação dos filhos de Israel – Como era claramente impossível que toda a multidão dos Israelitas pudesse fazer isto, uma porção seleta deles deve ser entendida. Esta parte, que impôs as mãos sobre os levitas, é suposta por alguns como tendo sido os primogênitos que, por esse ato, transferiram seu peculiar privilégio de agir como ministros de Deus para a tribo levítica; e por outros, ter sido os príncipes, que assim os abençoaram. Parece, a partir desta passagem, que a imposição das mãos foi uma cerimônia usada para consagrar as pessoas aos ofícios sagrados nos antigos, pois, a partir do exemplo de nosso Senhor e Seus apóstolos, foi perpetuada na Igreja Cristã.

10 E quando haverás feito chegar os levitas diante do SENHOR, porão os filhos de Israel suas mãos sobre os levitas;
11 E oferecerá Arão os levitas diante do SENHOR em oferta dos filhos de Israel, e servirão no ministério do SENHOR.

E oferecerá Arão os levitas – hebreus: “como oferta de onda”; e foi considerado provável que o sumo sacerdote, ao trazer os levitas um por um ao altar, os orientasse a fazer alguns movimentos simples de suas pessoas, analogamente ao que foi feito na apresentação das ofertas de onda diante do Senhor. Assim, eles foram primeiro dedicados como uma oferta a Deus, e por Ele se entregaram aos sacerdotes para serem empregados em Seu serviço. O cerimonial de consagração foi repetido no caso de todo levita que foi levado (como foi feito em um período posterior) para ajudar os sacerdotes no tabernáculo e no templo. (Veja em 2Cr 29:34).

12 E os levitas porão suas mãos sobre as cabeças dos novilhos: e oferecerás um por expiação, e o outro em holocausto ao SENHOR, para expiar os levitas.
13 E farás os levitas se apresentarem diante de Arão, e diante de seus filhos, e os oferecerás em oferta de movimento ao SENHOR.
14 Assim separarás os levitas dentre os filhos de Israel; e serão meus os levitas

e serão meus os levitas – isto é, isentos de todo dever militar ou trabalho secular – livres de toda imposição pecuniária e totalmente devotados à custódia e ao serviço do santuário.

15 E depois disso virão os levitas a ministrar no tabernáculo do testemunho: os expiarás pois, e os oferecerás em oferta.

E depois disso virão os levitas a ministrar no tabernáculo do testemunho – no pátio, para ajudar os sacerdotes; e na remoção para o tabernáculo – isto é, na porta dele – para receber a mobília coberta.

16 Porque inteiramente são a mim dados os levitas dentre os filhos de Israel, em lugar de todo aquele que abre madre; ei-los tomado para mim em lugar dos primogênitos de todos os filhos de Israel.
17 Porque meu é todo primogênito nos filhos de Israel, tanto de homens como de animais; desde o dia que eu feri todo primogênito na terra do Egito, os santifiquei para mim.
18 E tomei os levitas em lugar de todos os primogênitos nos filhos de Israel.
19 E eu dei os levitas a Arão e a seus filhos dentre os filhos de Israel, para que sirvam o ministério dos filhos de Israel no tabernáculo do testemunho, e reconciliem os filhos de Israel; para que não haja praga entre os filhos de Israel, quando os filhos de Israel se aproximarem do santuário.
20 E Moisés, e Arão, e toda a congregação dos filhos de Israel, fizeram dos levitas conforme todas as coisas que mandou o SENHOR a Moisés acerca dos levitas; assim fizeram deles os filhos de Israel.
21 E os levitas se purificaram, e lavaram suas roupas; e Arão os ofereceu em oferta diante do SENHOR, e fez Arão expiação por eles para purificá-los.
22 E assim vieram depois os levitas para servir em seu ministério no tabernáculo do testemunho, diante de Arão e diante de seus filhos: da maneira que mandou o SENHOR a Moisés acerca dos levitas, assim fizeram com eles.
23 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
24 Isto quanto aos levitas: de vinte e cinco anos acima entrarão a fazer seu ofício no serviço do tabernáculo do testemunho:

de vinte e cinco anos – (Compare Nm 4:3). Eles entraram em seu trabalho no vigésimo quinto ano, como alunos e probacionários, sob a superintendência e direção de seus irmãos mais velhos; e aos trinta foram admitidos ao pleno cumprimento de suas funções oficiais.

25 Mas desde os cinquenta anos voltarão do ofício de seu ministério, e nunca mais servirão:

Isto é, nas partes laboriosas e exaustivas de seu trabalho.

26 Porém servirão com seus irmãos no tabernáculo do testemunho, para fazer a guarda, ainda que não servirão no ministério. Assim farás dos levitas quanto a seus ofícios.

Porém servirão com seus irmãos – no desempenho de deveres mais fáceis e mais elevados, instruindo e dirigindo os jovens, ou superintendendo importantes confianças. “Eles também servem quem apenas espera” [Milton].

<Números 7 Números 9>

Leia também uma introdução ao livro dos Números.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.