Bíblia, Revisar

2 Crônicas 29

O bom reinado de Ezequias

1 E Ezequias começou a reinar sendo de vinte e cinco anos, e reinou vinte e nove anos em Jerusalém. O nome de sua mãe foi Abia, filha de Zacarias.

Ezequias começou a reinar – (veja 2Rs 18:1). O nome de sua mãe, que, em 2Rs 18:2, aparece em uma forma abreviada, é aqui dado na íntegra.

2 E fez o que era correto aos olhos do SENHOR, conforme a todas as coisas que havia feito Davi seu pai.

Ezequias restaura a religião

3 No primeiro ano de seu reinado, no mês primeiro, abriu as portas da casa do SENHOR, e as reparou.

No primeiro ano de seu reinado, no mês primeiro – não no primeiro mês após a sua ascensão ao trono, mas em Nisan, o primeiro mês do ano sagrado, a estação designada para a celebração da Páscoa.

abriu as portas da casa do SENHOR – que havia sido fechada por seu pai (2Cr 28:24).

as reparou – ou embelezou-os (compare 2Rs 18:16).

4 E fez vir os sacerdotes e levitas, e juntou-os na praça oriental.

na praça oriental – a corte dos sacerdotes, que ficava de frente para o portão leste do templo. Reunindo os sacerdotes e levitas ali, ordenou-lhes que dessem início à purificação imediata do templo. Não parece que a ordem se referisse à remoção de ídolos, pois objetos de idolatria de homenagem dificilmente poderiam ser colocados ali, visto que as portas haviam sido fechadas [2Cr 29:3]; mas em seu estado desamparado e desolado, o templo e seus tribunais haviam sido poluídos por todo tipo de impureza.

5 E disse-lhes: Ouvi-me, levitas, e santificai-vos agora, e santificareis a casa do SENHOR o Deus de vossos pais, e tirareis do santuário a imundícia.
6 Porque nossos pais se rebelaram, e fizeram o que era mau aos olhos do SENHOR nosso Deus; que lhe deixaram, e apartaram seus olhos do tabernáculo do SENHOR, e lhe voltaram as costas.

nossos pais se rebelaram – Acaz e a geração contemporânea com ele foram especialmente designados, pois “lhes desviaram o rosto da habitação do Senhor”, e quer tenham ou não voltado para o nascente do sol, abandonaram a adoração a Deus. Eles “calam as portas da varanda”, de modo que o ritual sagrado foi totalmente interrompido.

7 E ainda fecharam as portas do pórtico, e apagaram as lâmpadas; não queimaram incenso, nem sacrificaram holocausto no santuário ao Deus de Israel.
8 Portanto a ira do SENHOR veio sobre Judá e Jerusalém, e os entregou à aflição, ao espanto, e ao escárnio, como vedes vós com vossos olhos.

Portanto a ira do SENHOR veio sobre Judá e Jerusalém – Esse rei piedoso teve o discernimento de atribuir todas as calamidades nacionais que haviam caído sobre o reino à causa verdadeira, a saber, a apostasia de Deus. O país foi devastado por sucessivas guerras de invasão e seus recursos foram drenados. Muitas famílias lamentaram os membros de sua família que ainda sofrem as misérias do cativeiro estrangeiro; toda a sua prosperidade e glória haviam fugido; e para o que este estado de coisas doloroso e humilhante foi traçado, mas para o julgamento manifesto de Deus sobre o reino por seus pecados?

9 E eis que nossos pais caíram à espada, nossos filhos e nossas filhas e nossas mulheres estão em cativeiro por isso.
10 Agora, pois, eu determinei fazer aliança com o SENHOR o Deus de Israel, para que afaste de nós a ira de seu furor.

Agora, pois, eu determinei fazer aliança com o SENHOR o Deus – Convicto do pecado e dos amargos frutos da idolatria, Ezequias pretendia reverter a política de seu pai e restaurar, em toda a sua antiga pureza e glória, a adoração de Deus. o verdadeiro Deus. Seu início desta resolução no início de seu reinado atesta sua sincera piedade. Também prova a força de sua convicção de que a justiça exalta uma nação; pois, em vez de esperar até que seu trono se consolidasse, ele elaborou medidas de reforma nacional no início de seu reinado e enfrentou vigorosamente todas as dificuldades que, em tal curso, teve de enfrentar, depois que os hábitos do povo duraram tanto tempo. foi moldado à idolatria. Suas intenções foram reveladas primeiramente a esta reunião dos sacerdotes e levitas – para que a agência desses funcionários fosse empregada para levá-los a efeito.

11 Filhos meus, não vos enganeis agora, porque o SENHOR vos escolheu para que estejais diante dele, e lhe sirvais, e sejais seus ministros, e lhe queimeis incenso.

A Casa de Deus purificada

12 Então os levitas se levantaram, Maate filho de Amasai, e Joel filho de Azarias, dos filhos de Coate; e dos filhos de Merari, Quis filho de Abdi, e Azarias filho de Jealelel; e dos filhos de Gérson, Joá filho de Zima, e Éden filho de Joá;

Então os levitas se levantaram – Quatorze chefes se comprometeram a recolher e preparar seus irmãos para o importante trabalho de purificação da casa do Senhor. Começando com os tribunais exteriores – dos sacerdotes e do povo – a limpeza destes ocupou oito dias, após os quais eles se propuseram a purificar o interior; mas quando os levitas não foram autorizados a entrar nas paredes do templo, o sacerdote levou todos os resíduos para o pórtico, onde foram recebidos pelos levitas e jogados no ribeiro de Quedron. Isso levou oito dias a mais. No final deste período, eles se dirigiram ao palácio e anunciaram que não só todo o edifício sagrado, dentro e fora, foi submetido a uma completa purificação, mas todos os vasos que o falecido rei havia retirado e aplicado a um uso comum. em seu palácio, havia sido restaurado “e santificado”.

13 E dos filhos de Elisafã, Sinri e Jeuel; e dos filhos de Asafe, Zacarias e Matanias;
14 E dos filhos de Hemã, Jeiel e Simei; e dos filhos de Jedutum, Semaías e Uziel.
15 Estes juntaram a seus irmãos, e santificaram-se, e entraram, conforme ao mandamento do rei e as palavras do SENHOR, para limpar a casa do SENHOR.
16 E entrando os sacerdotes dentro da casa do SENHOR para limpá-la, tiraram toda a imundícia que acharam no templo do SENHOR, ao átrio da casa do SENHOR; a qual tomaram os levitas, para tirá-la fora ao ribeiro de Cedrom.
17 E começaram a santificar o primeiro do mês primeiro, e aos oito do mesmo mês vieram ao pórtico do SENHOR: e santificaram a casa do SENHOR em oito dias, e no dezesseis do mês primeiro acabaram.
18 Logo passaram ao rei Ezequias e disseram-lhe: Já limpamos toda a casa do SENHOR, o altar do holocausto, e todos seus instrumentos, e a mesa da proposição com todos seus utensílios.
19 Assim preparamos e santificamos todos os vasos que em sua transgressão havia descartado o rei Acaz, quando reinava: e eis que estão diante do altar do SENHOR.
20 E levantando-se de manhã o rei Ezequias reuniu os principais da cidade, e subiu à casa do SENHOR.

E levantando-se de manhã o rei Ezequias reuniu os principais da cidade – Sua ansiedade de entrar no serviço expiatório com todo o despacho possível, agora que o templo havia sido devidamente preparado para isso, impediu-o de convocar todos os representantes de Israel. O número necessário de vítimas foi fornecido, e os oficiais do templo se santificaram de acordo com as instruções da lei, os sacerdotes foram designados para oferecer sacrifícios de expiação sucessivamente, por “o reino”, isto é, pelos pecados de o rei e seus predecessores; para “o santuário”, isto é, pelos pecados dos próprios sacerdotes e pela profanação do templo; “E para Judá”, isto é, para as pessoas que, por seu consentimento voluntário, estavam envolvidas na culpa da apostasia nacional. Animais dos tipos usados ​​em sacrifício eram oferecidos por setes, esse número indicava completude. Ordenou-se aos levitas que louvassem a Deus com instrumentos musicais que, embora não originalmente usados ​​no tabernáculo, haviam sido recrutados a serviço do culto divino por Davi, a conselho dos profetas Gade e Natã, bem calculados para animar as devoções de Deus. as pessoas. No final dos serviços especiais da ocasião, a saber, a oferta de sacrifícios de expiação, o rei e todos os governantes cívicos que estavam presentes se uniram ao culto. Um grande hino foi cantado (2Cr 29:30) pelo coro, consistindo de alguns dos salmos de Davi e Asafe, e um grande número de ofertas de louvor, oferendas de louvor e holocaustos foram apresentados a convite do rei.

21 E apresentaram sete novilhos, sete carneiros, sete cordeiros, e sete bodes, para expiação pelo reino, pelo santuário e por Judá. E disse aos sacerdotes filhos de Arão, que os oferecessem sobre o altar do SENHOR.
22 Mataram, pois, os bois, e os sacerdotes tomaram a sangue, e espargiram-na sobre o altar; mataram logo os carneiros, e espargiram o sangue sobre o altar; também mataram os cordeiros, e espargiram o sangue sobre o altar.
23 Fizeram depois chegar os bodes da expiação diante do rei e da multidão, e puseram sobre eles suas mãos:
24 E os sacerdotes os mataram, e expiando espargiram o sangue deles sobre o altar, para reconciliar a todo Israel: porque por todo Israel mandou o rei fazer o holocausto e a expiação.
25 Pôs também levitas na casa do SENHOR com címbalos, e saltérios, e harpas, conforme ao mandamento de Davi, e de Gade vidente do rei, e de Natã profeta: porque aquele mandamento foi por mão do SENHOR, por meio de seus profetas.
26 E os levitas estavam com os instrumentos de Davi, e os sacerdotes com trombetas.
27 Então mandou Ezequias sacrificar o holocausto no altar; e ao tempo que começou o holocausto, começou também o cântico do SENHOR, com as trombetas e os instrumentos de Davi rei de Israel.
28 E toda a multidão adorava, e os cantores cantavam, e os trombetas soavam as trombetas; tudo até acabar-se o holocausto.
29 E quando acabaram de oferecer, inclinou-se o rei, e todos os que com ele estavam, e adoraram.
30 Então o rei Ezequias e os príncipes disseram aos levitas que louvassem ao SENHOR pelas palavras de Davi e de Asafe vidente: e eles louvaram com grande alegria, e inclinando-se adoraram.
31 E respondendo Ezequias disse: Vós vos haveis consagrado agora ao SENHOR; achegai-vos pois, e apresentai sacrifícios e louvores na casa do SENHOR. E a multidão apresentou sacrifícios e louvores; e todo generoso de coração, holocaustos.

E respondendo Ezequias disse: Vós vos haveis consagrado agora ao SENHOR; achegai-vos pois – Este discurso foi feito aos sacerdotes como sendo agora, pelo sacrifício das ofertas de expiação, novamente consagrados ao serviço de Deus e qualificados para retomar as funções do seu ofício sagrado (Êx 28:41; 29:32).

32 E foi o número dos holocaustos que trouxe a congregação, setenta bois, cem carneiros, duzentos cordeiros; tudo para o holocausto do SENHOR.
33 E as ofertas foram seiscentos bois, e três mil ovelhas.
34 Mas os sacerdotes eram poucos, e não podiam o suficiente a tirar o couro dos holocaustos; e assim seus irmãos os levitas lhes ajudaram até que acabaram a obra, e até que os sacerdotes se santificaram: porque os levitas tiveram maior prontidão de coração para se santificarem que os sacerdotes.

assim seus irmãos os levitas lhes ajudaram – As peles de animais, destinadas a serem oferecidas como ofertas de paz, podiam ser retiradas pelos oficiais, porque, em tais casos, a carcaça não estava totalmente depositada sobre o altar; mas os animais destinados a holocaustos que eram totalmente consumidos pelo fogo podiam ser esfolados somente pelos sacerdotes, nem mesmo os levitas podiam tocá-los, exceto em casos de necessidade inevitável (2Cr 35:11). O dever atribuído pela lei aos sacerdotes (Lv 1:6), foi interpretado pela prática consuetudinária como uma exclusão de todos os outros não relacionados com a família aarônica.

porque os levitas tiveram maior prontidão de coração para se santificarem que os sacerdotes – isto é, demonstravam maior entusiasmo do que os sacerdotes. Este serviço foi apressado pela solicitude irreprimível do rei. Se muitos dos sacerdotes, estando ausentes no país, não tinham chegado no tempo – seja pela longa interrupção dos deveres públicos, alguns deles relaxaram em suas atenções à limpeza pessoal, e tiveram muitos preparativos para fazer. – ou se de alguns tendo participado nos serviços idólatras introduzidos por Acaz, eles estavam atrasados ​​no reparo do templo – uma reflexão parece ser lançada sobre a sua ordem como dilatadora e não universalmente pronta para o dever (compare 2Cr 30:15) . Assim foi o templo recém-consagrado reaberto para a alegria não pequena do rei piedoso e de todo o povo.

35 Assim, pois, havia grande abundância de holocaustos, com gorduras de ofertas pacíficas, e libações de cada holocausto. E ficou ordenado o serviço da casa do SENHOR.
36 E alegrou-se Ezequias, e todo o povo, de que Deus houvesse preparado o povo; porque a coisa foi prontamente feita.
<2 Crônicas 28 2 Crônicas 30>

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.