Bíblia

Gênesis 28

Aviso Quer estudar a Bíblia e não sabe por onde começar? Conheça o nosso curso: Como Estudar a Bíblia? Ele é gratuito, online e pode ser iniciado agora mesmo! Clique aqui e saiba mais.


Isaque manda Jacó a Padã-Arã

1 Então Isaque chamou a Jacó, o abençoou e lhe ordenou: Não tomes mulher dentre as filhas de Canaã.

Isaque aceita plenamente o que ele agora sabe ser a vontade divina. Ele segue o exemplo de Abraão, seu pai, ao buscar uma esposa para seu filho entre seus parentes (Gn 24:3-4). [Whedon, 1874]

Não tomes mulher dentre as filhas de Canaã. Ou melhor, “Não se case com uma mulher cananita” (NVT).

2 Levanta-te, vai a Padã-Arã, à casa de Betuel, pai de tua mãe, e toma ali um mulher das filhas de Labão, irmão de tua mãe.

Isaque aceita plenamente o que ele agora sabe ser a vontade divina. Ele segue o exemplo de Abraão, seu pai, ao buscar uma esposa para seu filho entre seus parentes (Gn 24:3-4). [Whedon, 1874]

3 Que o Deus Todo-poderoso te abençoe, te faça frutificar e te multiplique, para que venhas a ser uma multidão de povos;

o Deus Todo-poderoso te abençoe. Esse nome divino, El Shaddai, é o mesmo sob o qual o SENHOR apareceu a Abraão quando instituiu o pacto da circuncisão (Gn 17:1), e sob este nome Isaque agora invoca sobre Jacó as bênçãos prometidas a Abraão. [Whedon, 1874]

4 e te dê a bênção de Abraão, a ti, e à tua posteridade contigo, para que herdes a terra das tuas peregrinações, que Deus deu a Abraão.

que Deus deu a Abraão – por promessa (compare com Gn 12:7; 13:15; 15:7,18; 17:8).

5 Assim, se despediu Isaque de Jacó, o qual foi a Padã-Arã, a Labão, filho de Betuel, o arameu, irmão de Rebeca, mãe de Jacó e de Esaú.

mãe de Jacó e de Esaú. O historiador coloca o nome de Jacó antes do de Esaú.

6 E viu Esaú como Isaque havia abençoado a Jacó, e lhe enviara a Padã-Arã, para tomar para si mulher de lá; e que quando lhe abençoou, lhe havia mandado, dizendo: Não tomarás mulher das filhas de Canaã;

“Esaú percebeu que os pais dele não viam com bons olhos as moças do lugar em que viviam” (VIVA).

7 e que Jacó havia obedecido a seu pai e a sua mãe, e fora para Padã-Arã.

fora para Padã-Arã. A uma distância de 800 quilômetros de Berseba.

8 Esaú viu que as filhas de Canaã pareciam mal ao seu pai Isaque.

pareciam mal ao seu pai Isaque. Ou seja, “seu pai Isaque não aprovava as mulheres cananeias” (NVI).

9 Esaú foi à casa de Ismael e, além das mulheres que já tinha, tomou por mulher a Maalate, filha de Ismael, filho de Abraão, irmã de Nebaiote.

tomou por mulher a Maalate, filha de Ismael – e sobrinha de Isaque. Provavelmente para agradar seus pai, já que ele não aprovava seu casamento com as mulheres cananeias.

O sonho de Jacó em Betel

10 E Jacó saiu de Berseba, e foi a Harã.

de Bersebafoia a Harã. Uma distância de 800 quilômetros.

11 Tendo chegado a um certo lugar, ali passou a noite, porque o sol já se havia posto; tomando uma das pedras do lugar e pondo-a debaixo de sua cabeça, deitou-se naquele lugar para dormir.

a um certo lugar – cerca de 80 quilômetros de Berseba.

12 E sonhou, e eis uma escada que estava posta na terra, e seu topo tocava no céu; e eis que anjos de Deus subiam e desciam por ela.

estava posta na terra, e seu topo tocava no céu. A principal característica da visão é a comunicação entre a terra e o céu. Compare com as palavras de Jesus em Jo 1:51.

13 E eis que o SENHOR estava no alto dela, e disse: “Eu sou o SENHOR, o Deus de teu pai Abraão, e o Deus de Isaque; a terra em que estás deitado, eu a darei a ti e à tua descendência.

Eu sou o SENHOR, o Deus de Abraão. Deus lhe confirma a bênção de Abraão, pela qual Isaque tinha orado (Gn 28:3-4). [Clarke, 1832]

14 E a tua descendência será como o pó da terra, e te estenderás ao ocidente, ao oriente, ao norte, e ao sul; e todas as famílias da terra serão abençoadas em ti e na tua descendência.

a tua descendência será como o pó da terra, e te estenderás (ou então, “se espalharão”, NVI e NVT) ao ocidente, ao oriente, ao norte, e ao sul.

15 E eis que eu estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores, e te farei voltar a esta terra; porque não te deixarei, até que eu tenha feito o que te disse.”

eu estou contigo. Compare com Gn 26:24; 31:3. A promessa pessoal a Jacó consiste em (1) Presença Divina (“estou contigo”): (2) Preservação Divina (“te guardarei”): (3) Restauração Divina (“te farei voltar”): (4) Divino cumprimento da promessa (“até que eu tenha feito”). [Cambridge, 1921]

16 Jacó despertou-se de seu sonho, e disse: 'Certamente o SENHOR está neste lugar, e eu não sabia.'

Jacó percebe que, embora tenha deixado a casa de seu pai em Berseba, o Deus de seu pai ainda está cuidando dele. [Dummelow, 1909]

17 E teve medo, e disse: 'Quão temível é este lugar! Não é outra coisa, senão casa de Deus e porta do céu.'

casa de Deus. No original hebraico bêth Elohim, isto é, “uma morada do Ser Divino”. De onde vem o nome Betel (bêth-El). [Cambridge, 1921]

18 Jacó levantou-se de manhã cedo, tomou a pedra que havia usado como travesseiro, e a colocou como coluna, e derramou azeite sobre ela.

a colocou (“em pé”, NVT) como coluna.

azeite. Neste tempo o azeite era usado sobre o corpo (Sl 92:10) e também para iluminação (Êx 25:627:20), por isso é natural que Jacó tivesse um pouco consigo.

19 E chamou o nome daquele lugar Betel, porém antes o nome da cidade era Luz.

Betel – do hebraico bêth Elohim, isto é, “uma morada do Ser Divino”, ou então “casa de Deus”.

Spoiler title

nesta viagem que vou. De Berseba até onde Jacó estava eram apenas 80 quilômetros, faltavam 700 quilômetros para chegar em Harã.

21 e se eu voltar em paz à casa de meu pai, o SENHOR será meu Deus,

voltar em paz – ou seja, “são e salvo” (NVT).

22 e esta pedra que pus por coluna será casa de Deus; e de tudo o que me deres, darei a ti o dízimo.

esta pedra que pus por coluna será casa de Deus – ou então, “esta coluna memorial que eu levantei será um lugar de adoração a Deus”.

darei a ti o dízimo – provavelmente dedicando esta parte ao serviço religioso que aconteceria neste lugar.

<Gênesis 27 Gênesis 29>

Leia também uma introdução ao livro do Gênesis.

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – março de 2020.