Bíblia, Revisar

2 João 1

Mensagem importante
Olá visitante do Apologeta! Vou direto ao ponto: peço que você me ajude a manter este projeto. Atualmente a renda gerada através dos anúncios são insuficientes para que eu me dedique exclusivamente a ele. Se cada pessoa que ler essa mensagem hoje, doar o valor de R$10.00, eu poderia me dedicar integralmente ao Apologeta pelo próximo ano e ainda remover todas as propagandas do site (que eu sei que são um pouco incômodas). Tenho um propósito ousado com este site: traduzir e disponibilizar gratuitamente conteúdo teológico de qualidade. O que inclui um dicionário bíblico completo (+4000 verbetes) e comentário de todos os 31.105 versículos da Bíblia. Faça parte deste projeto e o ajude a continuar crescendo. Obrigado!
1 O ancião, à senhora eleita, e a seus filhos, aos quais eu amo em verdade; e não somente eu, mas também todos os que têm conhecido a verdade;

O ancião – Em uma carta familiar, João atribui a si mesmo uma designação menos autoritária do que “apóstolo”; então 1Pe 5:1.

senhora – Bengel leva o grego como um nome próprio “Kyria), respondendo ao hebraico “Martha”. Sendo uma pessoa de influência, “enganadores” (2Jo 1:7) estavam insinuando-se em sua família para seduzi-la e a ela crianças da fé (Tirinus), de onde João sentiu necessidade de escrever uma advertência a ela (mas veja minha Introdução e veja em 1Pe 5:13) .Uma Igreja particular, provavelmente aquela em Babilônia, foi planejada. é derivado do grego “{Kuriake}”, semelhante a {Kuria}, ou {Kyria} aqui; a última palavra entre os romanos e atenienses significa o mesmo que {ecclesia}, o termo apropriado para designar a assembléia da Igreja).

amor em verdade – o amor cristão repousa sobre a verdade cristã (2Jo 1:3, fim). Não apenas “eu amo na verdade”, mas “eu amo na verdade”.

todos – Todos os cristãos formam uma comunhão, regozijando-se na prosperidade espiritual uns dos outros. “A comunhão do amor é tão ampla quanto a comunhão de fé” (Alford).

2 Por causa da verdade que está em nós, e estará para sempre conosco.

Por causa da verdade – unido a “eu amo”, 2Jo 1:1. “Aqueles que amam a verdade, também amam por causa da verdade.”

habita em nós e estará conosco para sempre – em consonância com a promessa de Cristo.

3 Graça, misericórdia, e paz de Deus Pai, e do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, seja convosco em verdade e amor.

A graça esteja com você – Um dos manuscritos mais antigos e várias versões têm “nós” para você. O grego é literalmente: “A graça estará conosco”, isto é, com você e eu. Uma oração, no entanto, está implícita além de uma afirmação confiante.

Graça, misericórdia, e paz – “Graça” cobre os pecados dos homens; “Misericórdia”, suas misérias. A graça deve primeiro acabar com a culpa do homem antes que sua miséria possa ser aliviada pela misericórdia. Portanto, a graça está diante da misericórdia. A paz é o resultado de ambos e, portanto, está em terceiro lugar na ordem. Lançar todo o nosso cuidado ao Senhor, com ações de graças, mantém essa paz.

do Senhor – Os manuscritos mais antigos e a maioria das versões mais antigas omitem “o Senhor”. João nunca usou este título em suas Epístolas, mas “o Filho de Deus”.

em verdade e amor – O elemento ou esfera em que só graça, misericórdia e paz têm lugar. Ele menciona a verdade em 2Jo 1:4; amor, em 2Jo 1:5. Paulo usa fé e amor; porque fé e verdade são semelhantes.

4 Muito me alegrei por eu ter encontrado alguns de teus filhos andando na verdade, assim como recebemos o mandamento do Pai.

Eu encontrei – provavelmente em uma de suas viagens missionárias de superintendência. Veja na Introdução, no final, e 2Jo 1:12; 3Jo 1:10,14.

de teus filhos – alguns.

na verdade – isto é, na verdade do Evangelho.

como – até mesmo. “O mandamento do Pai” é o padrão da “verdade”.

5 E agora, senhora, eu te rogo, não como te escrevendo um novo mandamento, mas o que tivemos desde o princípio: que nos amemos uns aos outros.

eu te rogo – em vez disso (compare Nota, veja em 1Jo 5:16), “Eu te peço”, sugerindo algum grau de autoridade.

nãonovo mandamento – Era antigo em que os cristãos ouviram desde o início da pregação do Evangelho; novo, em que o Evangelho descansou amor no novo princípio de imitação filial de Deus que primeiro nos amou, e deu Jesus para morrer por nós; e também, nesse amor é agora apresentado com maior clareza do que na dispensação do Antigo Testamento. O amor realiza as duas tábuas da lei, e é o fim da lei e do evangelho igualmente (compare Notas, ver 1Jo 2:7-8).

que nós – insinuando que ele já tinha amor, e pedindo a ela para se juntar a ele na mesma graça cristã. Este verso parece-me decidir que uma Igreja, não uma dama individual, se destina. Para um homem exortar uma mulher (“TE”; não a ti e a teus filhos) que ele e ela devem amar um ao outro, dificilmente é como um preceito apostólico, por mais puro que seja o amor ordenado; mas tudo fica claro se “a dama” representa uma Igreja.

6 E este é o amor: que andemos segundo seus mandamentos. E este é o mandamento, como já ouvistes desde o princípio: que nele andeis.

“O amor é o cumprimento da lei” (Rm 13:10), e o cumprimento da lei é o teste certo do amor.

Este é o mandamento – grego, “O mandamento é este”, ou seja, o amor, no qual todos os outros mandamentos de Deus são resumidos.

Spoiler title

Como o amor e a verdade andam de mãos dadas (2Jo 1:3-4), ele sente ser necessário advertir os mestres da inverdade.

Porque – dando a razão pela qual ele se baseava na verdade e no amor, que se manifesta em guardar os mandamentos de Deus (2Jo 1:6).

muitos – (1Jo 2:184:1).

estão inscritos – Os manuscritos mais antigos lidos, “saíram”, isto é, de nós.

confessar não … Jesus … na carne – o sinal do Anticristo.

é vindo – grego, “vindo”. Aquele que nega a vinda de Cristo em carne, nega a possibilidade da encarnação; quem nega que veio, nega sua atualidade. Eles negaram a possibilidade de um Messias aparecer, ou vir, em carne e osso (Neander). Eu penso que o particípio presente grego implica tanto o primeiro como o segundo advento de Cristo. Ele é frequentemente chamado de o próximo (grego), Mt 11:3; Hb 10:37. A negação da realidade de Sua manifestação na carne, em Sua primeira vinda e de Seu advento pessoal novamente, constitui o Anticristo. “O mundo se afasta de Deus e de Cristo, diligentemente concentrado em suas próprias cascas; mas para opor a Deus e Cristo é do fermento de Satanás ”(Bengel).

Este é o – Grego, “Este (tal como foi descrito) é o enganador e o Anticristo.” Os muitos que em certo grau cumprem o caráter, são precursores do Anticristo pessoal final, que deve se concentrar em si mesmo todas as características dos sistemas anticristãos anteriores.

8 Vigiai por vós mesmos, para que não percamos o que trabalhamos; mas sim que recebamos uma recompensa completa.

Vigiai por vós mesmos – em meio ao predomínio generalizado do engano, muitos estão sendo desviados. Então, o aviso de Cristo, Mt 24:4-5,24.

nós perdemos não… nós recebemos – Os manuscritos e versões mais antigos dizem: “Que não perdais, mas que recebais”.

que trabalhamos – Então, um manuscrito mais antigo lê. Outros manuscritos muito antigos, versões e Padres, leram: “que vocês produziram”. O fato de sermos aparentemente a leitura mais difícil é menos provável que tenha sido uma alteração do transcritor. Vejam que não perdais o estado crente de “verdade e amor”, que nós (como obreiros de Deus, 2Co 6:1; 2Tm 2:15) foram os instrumentos de trabalho em ti.

uma recompensa completa – de graça não de dívida. Glória plenamente consumada. Se “o que vós trabalhaste” for lido com autoridades muito antigas, a recompensa significa o seu “trabalho (de fé) e trabalho de amor”. Existem graus de recompensa celestial proporcionais aos graus de capacidade de receber bem-aventurança celestial. Cada vaso de glória pendurado em Jesus será totalmente feliz. Mas quanto maior o vaso, maior será sua capacidade de receber a felicidade celestial. Aquele que com uma libra fez dez, recebeu autoridade sobre dez cidades. Aquele que fez cinco libras recebeu cinco cidades; cada um de acordo com sua capacidade de governo e em proporção à sua fidelidade. Compare 1Co 15:41. “Não há meia recompensa dos santos. Está perdido ou completamente recebido; em plena comunhão com Deus ”(Bengel). Ainda nenhum serviço de ministro ou pessoas deixará de receber sua recompensa.

9 Todo aquele que vai além e não continua na doutrina de Cristo não tem a Deus; quem continua na doutrina de Cristo tem tanto ao Pai quanto ao Filho.

A perda (2Jo 1:8) significa aqui explicada: o não ter Deus, que resulta de não permanecer na doutrina de Cristo.

transgresseth – Os manuscritos mais antigos e versões lêem, “Todo aquele que assume a liderança”; literalmente “vai” ou “leva antes”; compare Jo 10:4: “Ele vai adiante deles” (não é o mesmo grego). Compare 3Jo 1:9: “Ama a ter a preeminência”.

não tem a Deus – (1Jo 2:235:15). O segundo “de Cristo” é omitido nos manuscritos mais antigos, mas é entendido no sentido.

Ele – enfático: Ele e ele sozinho.

10 Se alguém vem a vós, e não traz esta doutrina, não recebais em vossa casa, nem o saudeis.

Se alguém – como professor ou irmão. O grego é indicativo, não subjuntivo; implicando que tais pessoas realmente vêm e certamente virão; quando algum vem, como haverá. O verdadeiro amor é combinado com a renúncia e a separação sinceras de tudo que é falso, seja pessoas ou doutrinas.

recebê-lo não… nem oferecer a Deus a velocidade – Isto não é dito daqueles que sempre foram estrangeiros da Igreja, mas daqueles que desejam ser estimados irmãos, e subvertem a verdadeira doutrina (Grotius). A saudação de saudação proibida no caso de tal pessoa é a usual entre os irmãos cristãos naqueles dias, não uma mera formalidade, mas um sinal da fraternidade cristã.

11 Porque quem o saúda compartilha com suas más obras.

Desejando a um falso irmão ou mestre “velocidade de Deus (ou ‘boa’)”, você insinua que ele é capaz como tal de boa velocidade e alegria (o significado literal do grego), e que você o deseja enquanto se opõe a Cristo; assim, você se identifica com “suas más ações”. O grego de “participante” é “ter comunhão com”. Não podemos ter comunhão com santos e com o Anticristo ao mesmo tempo. Aqui vemos o zelo naturalmente ardente de John direcionado para um fim correto. Policarpo, o discípulo de João, contou aos contemporâneos de Irineu, que narra a história sobre sua autoridade, que em certa ocasião, quando João estava prestes a tomar banho, e ouviu que Cerinto, o herege, estava lá dentro, retirou-se com aversão, exclamando: a casa vai cair em ruínas desde que o inimigo da verdade está lá.

12 Eu tenho muitas coisas para vos escrever, porém não quis fazê-lo com papel e tinta; mas espero vir até vós, e falar convosco face a face, para que a nossa alegria seja completa.

Eu não escreveria – Um coração cheio de amor se derrama mais livremente face a face, do que por carta.

papel – feito de papiro egípcio. As canetas foram então divididas.

tinta – feita de fuligem e água, engrossada com goma. Pergaminho foi usado para os manuscritos permanentes em que as Epístolas foram preservadas. Pastilhas de escrita foram usadas apenas para fins temporários, como as nossas lousas.

cara a cara – literalmente, “boca a boca”.

completa – grego, “cheio”. Sua alegria será completa em ouvir de mim pessoalmente as verdades alegres do Evangelho que agora adio comunicar até que eu veja você. Em outras ocasiões, escrever as boas verdades foi para o mesmo propósito.

13 Os filhos de tua irmã, a eleita, te saúdam. Amém.

Alford confessa que a não-menção da “senhora” aqui parece preferir a hipótese de que uma Igreja é destinada.

<1 João 5 3 João 1>

Introdução à 2 João 1

Endereço: Saudação: Ação de Graças pela fidelidade da senhora eleita na verdade: Entra no amor: Adverte contra os enganadores, para que não percamos nossa recompensa: Conclusão.

Leia também uma introdução à Segunda Epístola de João.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.

Conteúdos recomendados