Bíblia, Revisar

João 15

Jo 15: 1-27. Discurso na mesa do jantar continuou.

1 Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador.

A unidade espiritual de Cristo e Seu povo, e Sua relação com eles como a Fonte de toda a sua vida espiritual e fecundidade, estão aqui belamente apresentados por uma figura familiar aos ouvidos judeus (Is 5:1, etc.).

Eu sou a videira verdadeira – de quem a videira da natureza é apenas uma sombra.

meu Pai é o lavrador – o grande proprietário da vinha, o Senhor do reino espiritual. (Certamente é desnecessário apontar a reivindicação da suprema divindade envolvida nisso).

2 Todo ramo que em mim não dá fruto, ele o tira; e todo o que da fruto, ele o limpa, para que dê mais fruto.

todo o que da fruto – Como em uma árvore frutífera, alguns ramos podem ser frutíferos, outros, bem estéreis, de acordo com a conexão vital entre o ramo e o tronco, ou sem conexão vital; assim, os discípulos de Cristo podem ser espiritualmente frutíferos ou o inverso, de acordo com a sua vitalidade e espiritualmente conectados com Cristo, ou externamente e mecanicamente ligados a ele. O infrutífero Ele “tira” (veja em Jo 15:6); o fecundo Ele “purgeth” (limpa, poda) – despindo-o, como faz o lavrador, do que é posto (Mc 4:19), “para que dê mais fruto”; um processo muitas vezes doloroso, mas não menos necessário e benéfico do que na criação natural.

3 Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado.

Agora – em vez disso, “já”.

vós sois limpos – em razão de.

pela palavra que vos tenho falado – já em uma condição purificada e frutífera, em consequência da longa ação sobre eles daquela “palavra” em busca que era “como o fogo de um refinador” (Ml 3:2-3). ).

4 Estai em mim, e eu em vós; como o ramo de si mesmo não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim vós também não, se não estiverdes em mim.

Estai em mim, e eu em vós; como o ramo de si mesmo não pode dar fruto, se não estiver na videira… – Como toda a fertilidade espiritual tinha sido atribuída à habitação mútua, e interpenetração viva e ativa (por assim dizer) de Cristo e Seus discípulos, então aqui a A manutenção dessa conexão vital é essencial para a continuidade da fertilidade.

5 Eu sou a videira, vós sois os ramos; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.

sem mim – separado ou vitalmente desconectado de mim.

você não pode fazer nada – espiritualmente, aceitavelmente.

6 Se alguém não estiver em mim, é lançado fora, como o ramo, e seca-se; e os colhem , e os lançam no fogo, e ardem.

definhado … lançado no fogo … queimado – O único uso apropriado da videira é dar frutos; Na falta disso, é bom para uma outra coisa – combustível. (Veja Ez 15:1-5). Quão terrivelmente impressionante a figura, nessa visão disso!

7 Se vós estiverdes em mim, e minhas palavras estiverem em vós, tudo o que quiserdes pedireis, e será feito para vós.

em você – Marque a mudança da Habitação de Si mesmo para a de Suas palavras, abrindo caminho para as exortações subsequentes (Jo 15:9-10).

perguntem o que quiserem, e isso será feito a você – porque essa morada de Suas palavras neles asseguraria a harmonia de seus pedidos com a vontade divina.

8 Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.

glorificai-vos que vós dais muito fruto – não somente do deleite dele por si mesmo, mas como “dos sucos da Videira Viva”.

assim vós sereis meus discípulos – evidencie seu discipulado.

9 Como o Pai me amou, também eu vos amei; estai neste meu amor.

estai neste meu amor – não “continue a me amar”, mas “continue na posse e desfrute do meu amor por você”; como fica evidente nas próximas palavras.

Spoiler title

Se guardardes meus mandamentos, estareis em meu amor – o espírito obediente do verdadeiro discipulado, apreciando e atraindo a continuidade e o aumento do amor de Cristo; e isso, acrescenta ele, era o segredo até mesmo de Sua própria permanência no amor de Seu Pai!

11 Estas coisas eu tenho vos dito para que minha alegria esteja em vós, e vossa alegria seja completa.
12 Este é meu mandamento: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.

Que vocês se amem uns aos outros etc. – (Veja em Jo 13:34-35).

13 Ninguém tem maior amor que este: que alguém ponha sua vida por seus amigos.

A ênfase não está nos “amigos”, mas em “dar a sua vida” por eles; isto é, “Não se pode mostrar maior consideração pelos que lhe são caros do que dar a vida por eles, e esse é o amor que encontrarão em Mim”.

14 Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.

Sois meus amigos, se fazeis tudo o que eu te ordeno – mantenham-se em sujeição absoluta a Mim.

15 Já não vos chamo mais servos; porque o servo não sabe o que faz seu senhor; mas eu tenho vos chamado de amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai eu tenho vos feito conhecer.

Já não vos chamo mais servos – isto é, no sentido explicado nas próximas palavras; para servos Ele ainda os chama (Jo 15:20), e eles gostam de se chamar assim, no sentido de estarem “debaixo da lei para Cristo” (1Co 9:20).

porque o servo não sabe o que faz seu senhor – nada sabe sobre os planos e razões de seu mestre, mas simplesmente recebe e executa suas ordens.

mas … amigos, por todas as coisas que ouvi de meu Pai que lhe dei a conhecer – admiti-lo para uma comunhão livre e irrestrita, não escondendo nada de você que eu tenha recebido para me comunicar. (Compare Gn 18:17; Sl 25:14; Is 50:4).

16 Não fostes vós que me escolhestes, porém eu vos escolhi, e tenho vos posto para que vades, e deis fruto, e vosso fruto permaneça; para que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vos dê.

você – uma lembrança por atacado depois das coisas sublimes que Ele acabara de dizer sobre sua habitação mútua e a falta de reservas da amizade a que haviam sido admitidas.

Ordenado – nomeado.

tu, que deverias ir e dar fruto, isto é, dar-te a ele.

e vosso fruto permaneça – mostrando-se um princípio imperecível e sempre crescente. (Veja Pv 4:18; 2Jo 1:8).

que tudo quanto pedirdes, etc. – (Veja em Jo 15:7).

17 Isto vos mando, para que vos ameis uns aos outros.

A substância desses importantes versos ocorreu mais de uma vez antes. (Veja em Mt 10:34-36; veja em Lc 12:49-53, etc.).

18 Se o mundo vos odeia, sabei que odiou a mim antes que a vós.
19 Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria ao seu; mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso o mundo vos odeia.
20 Lembrai-vos da palavra que vos tenho dito: não é o servo maior que seu senhor. Se me perseguiram, também vos perseguirão; se guardaram minha palavra, também guardarão a vossa.
21 Mas tudo isto vos farão por causa do meu nome; porque não conhecem a aquele que me enviou.
22 Se eu não tivesse vindo, nem lhes houvesse falado, não teriam pecado; mas agora já não têm pretexto pelo seu pecado.

(Veja em Jo 9:39-41).

Se eu não tivesse vindo, nem lhes houvesse falado, não teriam pecado – comparativamente nenhum; todos os outros pecados são leves comparados com a rejeição do Filho de Deus.

agora eles não têm capa para o seu pecado – sim, “pretexto”.

23 Quem me odeia, também odeia a meu Pai.
24 Se eu entre eles não tivesse feito obras, que nenhum outro fizera, não teriam pecado; mas agora as viram, e contudo odiaram a mim, e a meu Pai.

os trabalhos que nenhum outro… fez – (veja em John 12:37).

25 Mas isto é para que se cumpra a palavra que está escrita em sua Lei: Sem causa me odiaram.

Sem causa me odiaram – citado do Salmo Messiânico 69: 4, aplicado também no mesmo sentido em Jo 2:17; At 1:20; Rm 11:9-10; Rm 15:3.

26 Mas quando vier o Consolador, que eu do Pai vos enviarei, aquele Espírito de verdade, que sai do Pai, ele testemunhará de mim.

(Veja em Jo 14:15; veja em Jo 14:17).

27 E também vós testemunhareis, pois estivestes comigo desde o princípio.

E também vós testemunhareis – antes, “são testemunhas”; com referência, de fato, ao seu futuro testemunho, mas colocando a ênfase em suas atuais oportunidades amplas para adquirir suas qualificações para aquele grande ofício, visto que eles tinham estado “com Ele desde o princípio” (Veja Lc 1:2).

<João 14 João 16>

Leia também uma introdução ao Evangelho de João

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.