Jericó

Jericó era uma cidade fortificada no meio de um vasto bosque de palmeiras, na planície do Jordão, defronte do lugar onde esse rio foi atravessado pelos israelitas (Josué 3:16). Seu local estava perto do Ein as-Sultan, a Fonte de Eliseu (2Reis 2:19-22), a cerca de 8k a oeste do Jordão. Foi a cidade mais importante do vale do Jordão (Números 22:1; 34:15), e a maior fortaleza em toda a terra de Canaã. Era a chave para a Palestina Ocidental.

Esta cidade foi tomada de maneira muito notável pelos israelitas (Josué 6). Deus entregou em suas mãos. A cidade foi “amaldiçoada” (herem no original hebraico, “devotada” a Jeová), e assim (Josué 6:17; comp. Levítico 27:28-29; Deuteronômio 13:16) todos os habitantes e todo o despojo da cidade foram destruídos, “somente a prata, o ouro e os vasos de bronze e de ferro” foram reservados e “colocados no tesouro da casa do Senhor” (Josué 6:24; comp. Números 31:22-23,50-54). Apenas Raabe “e a casa de seu pai, e tudo o que ela tinha”, foram preservados da destruição, segundo a promessa dos espiões (Josué 2:14). Em uma das tabuinhas de Amarna, Adoni-Zedeque escreve ao rei do Egito informando-lhe que os ‘Abiri (hebreus) haviam prevalecido, e tinha tomado a fortaleza de Jericó, e estavam saqueando “todas as terras do rei”. Parece que as tropas egípcias tinham sido retiradas da Palestina antes disso.

Esta cidade foi dada à tribo de Benjamim (Josué 18:21), e foi habitada no tempo dos Juízes (Juízes 3:13, 2Samuel 10:5). Não é mencionada novamente até o tempo de Davi (2Samuel 10:5). “Filhos de Jericó” estavam entre os cativos que retornaram sob a liderança de Zorobabel (Esdras 2:34; Neemias 7:36). Hiel de Betel tentou torná-lo novamente uma cidade fortificada (1Reis 16:34). Entre o começo e o fim do seu empreendimento todos os seus filhos foram eliminados.

Nos tempos do Novo Testamento Jericó estava a alguma distância ao sudeste do antigo, e perto da abertura do vale de Acor. Era uma cidade rica e florescente, com um comércio considerável, e celebrada pelas palmeiras que adornavam a planície ao redor. Foi visitada pelo nosso Senhor na sua última viagem a Jerusalém. Aqui, ele deu vista a dois cegos (Mateus 20:29-34; Marcos 10:46-52), e trouxe a salvação para a casa de Zaqueu, o publicano (Lucas 19:2-10).

Adaptado de: Illustrated Bible Dictionary.