Bíblia, Revisar

Levítico 20

Punições para o pecado

1 E o SENHOR falou a Moisés, dizendo:

Os crimes que são condenados em Levítico 18-19 em bases puramente espirituais, têm aqui castigos especiais atribuídos a eles como ofensas contra o bem-estar da nação. [Barnes]

2 Dirás também aos filhos de Israel: Qualquer homem dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam em Israel, que oferecer de sua descendência a Moloque, certamente morrerá; o povo da terra o apedrejará.

oferecer de sua descendência a Moloque – (Veja em Lv 18:21).

o povo da terra o apedrejará – Os criminosos que foram condenados a serem apedrejados foram conduzidos, com as mãos atadas, sem as portas para uma pequena eminência, onde havia uma grande pedra colocada no fundo. Quando se aproximaram de dez côvados do local, foram exortados a confessar que, pela fé e pelo arrependimento, suas almas poderiam ser salvas. Quando levados para dentro de quatro côvados, foram despidos quase nus e receberam algum estonteante chute, durante o qual as testemunhas prepararam, deixando de lado suas vestes exteriores, para levar a cabo a execução da sentença capital que a lei os obrigava a fazer. O criminoso, sendo colocado na beira do precipício, foi então empurrado para trás, de modo que ele caiu na altura perpendicular da pedra que ficava abaixo: se não morto pela queda, a segunda testemunha jogou uma grande pedra sobre o peito, e então o “povo da terra”, que era espectador, correu para frente e com pedras completou a obra da morte (Mt 21:44; At 7:58).

3 Eu porei o meu rosto contra esse homem, e o eliminarei do meio do seu povo; porque deu de sua descendência a Moloque, contaminando o meu santuário, e profanando o meu santo nome.

Eu porei o meu rosto. Se Israel for conivente com essa horrível abominação, e por medo ou motivos de política básica e egoísta se recusar a executar minha lei, “Eu serei meu próprio executor”, diz Jeová.

contaminando o meu santuário. Não era necessário estabelecer o serviço de Moloque no tabernáculo para profanar a habitação de Jeová, mas qualquer pecado flagrante cometido ou permitido por Israel contaminava o santuário. [Whedon]

4 E, se o povo daquela terra esconder os seus olhos daquele homem que houver dado de sua descendência a Moloque, para não o matar,

Isto é, conivente com os seus compatriotas que praticam os terríveis ritos de Moloque. Era terrível que qualquer pai hebreu pudesse violar sua aliança nacional, e não é de admirar que Deus denunciasse as penalidades mais severas contra eles e suas famílias.

5 então eu porei o meu rosto contra aquele homem, e contra a sua família, e o eliminarei do meio do seu povo, com todos os que se prostituem seguindo-o, prostituindo-se com Moloque.
6 Se uma pessoa se voltar aos que consultam os mortos ou aos adivinhos, para se prostituir seguindo-os, eu porei o meu rosto contra aquela pessoa, e a eliminarei do meio do seu povo.
7 Santificai-vos, pois, e sede santos, porque eu o SENHOR sou vosso Deus.

A especificação minuciosa dos crimes incestuosos e antinaturais aqui enumerados mostra sua triste prevalência entre as nações idólatras ao redor, e a extrema predileção dos israelitas em seguir os costumes de seus vizinhos. É para ser entendido, que, sempre que for feita menção de que o infrator foi “morto” sem descrever o modo, significa apedrejamento. O único exemplo de outra forma de pena capital ocorre em Lv 20:14, o de ser queimado com fogo; e, no entanto, é provável que mesmo aqui a morte tenha sido primeiro infligida por apedrejamento e o corpo do criminoso posteriormente consumido pelo fogo (Js 7:15).

8 E guardai meus estatutos, e os praticai. Eu sou o SENHOR que vos santifico.

Eu sou o SENHOR que vos santifico. Separai-vos de toda a impureza e idolatria, e ensinai-vos a graça de continuar neste estado de separação. A santificação da natureza pela habitação do Espírito Santo pode ter sido uma experiência rara sob a antiga aliança. É prometida a todos os crentes sob a dispensação espiritual. [Whedon]

Leia também um estudo sobre a santidade de Deus.

9 Aquele que amaldiçoar seu pai ou sua mãe certamente morrerá; a seu pai ou a sua mãe amaldiçoou; seu sangue será sobre ele.
10 E o homem que adulterar com a mulher de outro, o que cometer adultério com a mulher de seu próximo, certamente se condenará à morte o adúltero e a adúltera.
11 Qualquer um que se deitar com a mulher de seu pai terá revelou a nudez de seu pai; ambos serão mortos; seu sangue será sobre eles.
12 Qualquer um que se deitar com a sua nora, ambos terão de morrer; fizeram abominação; seu sangue será sobre eles.
13 Qualquer um que se deitar com homem como se fosse com mulher, fizeram abominação entre ambos; terão de ser mortos; seu sangue será sobre eles.
14 E o que tomar para si uma mulher e a mãe dela comete depravação; queimarão com fogo ele e elas, para que não haja depravação no meio de vós.
15 Qualquer um que tiver relação sexual com animal será morto; e matareis ao animal.
16 E a mulher que se aproximar de algum animal, para ter relação sexual com ele, à mulher e ao animal matarás; certamente morrerão; seu sangue será sobre eles.
17 Qualquer um que tomar a sua irmã, filha de seu pai ou filha de sua mãe, e vir sua nudez, e ela vir a sua, coisa é execrável; portanto serão mortos à vista dos filhos de seu povo; revelou a nudez de sua irmã; levará consigo o seu pecado.
18 Qualquer um que se deitar com mulher menstruada, e descobrir sua nudez, descobriu a sua fonte, e ela descobriu a fonte de seu sangue; ambos serão eliminados do meio do seu povo.
19 A nudez da irmã de tua mãe, ou da irmã de teu pai, não descobrirás; uma vez que descobriu sua parente, levarão sobre si a sua perversidade.
20 E qualquer um que dormir com a mulher do irmão de seu pai, a nudez do irmão de seu pai descobriu; seu pecado levarão; morrerão sem filhos.

morrerão sem filhos – Ou pelo julgamento de Deus eles não terão filhos, ou seus descendentes espúrios serão negados pela autoridade humana os privilégios ordinários das crianças em Israel.

21 E o que tomar a mulher de seu irmão, é imundícia; a nudez de seu irmão descobriu; sem filhos serão.
22 Guardai, pois, todos meus estatutos e todos meus regulamentos, e ponde-os por obra: e não vos vomitará a terra, na qual eu vos introduzo para que habiteis nela.
23 E não andeis nas práticas da gente que eu lançarei de diante de vós: porque eles fizeram todas estas coisas, e os tive em abominação.
24 Porém a vós vos disse: Vós possuireis a terra deles, e eu a darei a vós para que a possuais por herança, terra que flui leite e mel: Eu sou o SENHOR vosso Deus, que vos separei dos povos.

Euque vos separei dos povos – Sua seleção do resto das nações foi para o importante fim de preservar o conhecimento e a adoração do verdadeiro Deus em meio à apostasia universal; e como a distinção de carnes era um grande meio de completar essa separação, a lei sobre a diferença entre animais limpos e imundos é aqui repetida com solenidade enfática.

25 Portanto, vós fareis diferença entre animal limpo e impuro, e entre ave impura e limpa: e não torneis abomináveis vossas pessoas nos animais, nem nas aves, nem em nenhuma coisa que vai arrastando pela terra, as quais vos separei por impuras.
26 Haveis, pois, de ser para mim santos, porque eu o SENHOR sou santo, e vos separei dos povos, para que sejais meus.
27 E o homem ou a mulher em que houver espírito mediúnico ou de adivinhação, terão de ser mortos; os apedrejarão com pedras; seu próprio sangue será sobre eles.
<Levítico 19 Levítico 21>

Leia também uma introdução ao livro do Levítico.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.