Salmo 8

1 (Salmo de Davi. Ao mestre de canto, sobre gitthith) Ó SENHOR, nosso Senhor, como é majestoso é o teu nome em toda a terra! Tu, que puseste a tua glória nos céus.

sobre gittith “segundo a melodia ‘Os lagares'” (NAA), ou então, “para ser acompanhado com instrumento de cordas” (NVT).

como é majestoso é o teu nome em toda a terra – ou seja, “a tua grandeza é vista no mundo inteiro” (NTLH).

Tu, que puseste a tua glória nos céus (NAA, A21, NVT) – ou então, “Tu, cuja glória é cantada nos céus” (NVI).

2 Da boca de pequeninos e crianças de peito suscitaste força, por causa dos teus adversários, para calar o inimigo e o vingador.

adversárioso inimigo e o vingador. Estes não devem ser limitados aos inimigos da nação mediante uma referência ao Salmo 44:5,16. Eles, sem dúvida, estão entre os inimigos de Javé; mas todos dentro da nação que se opõem aos propósitos de Deus ou questionam Sua Providência, os “ímpios”, os “escarnecedores” (Sl 1:1), os “tolos” (Sl 14:1), fazem parte deste grupo. O “vingador” em particular é aquele que usurpa, em seus próprios interesses egoístas, uma função judicial que pertence somente a Deus (Dt 32:35; Na 1:2). [Kirkpatrick, 1906]

3 Quando considero os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que estabeleceste,

teus céus. Os céus criados por Deus e manifestando Sua glória. Compare com Sl 89:11; Jó 36:29; 38:33; Is 40:26. O salmista tem em mente o céu à noite, visto que ele não menciona o sol; e, inquestionavelmente, um céu estrelado que, graças a atmosfera oriental, lhe permitiria ter uma maior a percepção da vastidão, da variedade e do mistério do universo.

obra dos teus dedos. O salmista utiliza como figura para as ações criativas de Deus o competente trabalho de um artificie habilidoso. Compare com Sl 19:1; 102:25. [Kirkpatrick, 1906]

4 pergunto: que é o homem, para que dele te lembres? E o filho do homem, para que o visites?

o filho do homem – ou seja, o homem mortal, no original hebraico, o filho de Adão, cujo próprio nome implica que ele é “da terra, terreno” e frágil (Gn 2:7; 3:19). [JFU, 1871]

para que o visites? (NAA, A21) – ou então, para que com ele te importes? (NVI, NVT).

5 No entanto, o fizeste um pouco menor do que Deus, e de glória e honra o coroaste.

o fizeste um pouco menor do que Deus (NAA, BKJ, NVT) – ou então, o fizeste um pouco menor do que os anjos (A21, ACF).

6 Tu o deste domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés:

Tu o deste domínio sobre as obras das tuas mãos. Uma referência evidente a Gênesis 1:28 (NVI): “Domine sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os viventes que se movem sobre a terra”. Por essas palavras o direito de domínio do homem foi estabelecido. Seu domínio efetivo só veio, e ainda vem, aos poucos.

tudo puseste debaixo de seus pés (compare com 1Co 15:25-28; Hb 2:8). Em Jesus Cristo, o Deus-Homem, estas palavras encontram significado completo (Mt 28:18). [Pulpit, 1895]

7 ovelhas e bois, todos eles, e também os animais selvagens;

os animais selvagens (NVI, A21, NVT) – ou então, “os animais do campo” (NAA, BKJ).

8 as aves dos céus, os peixes do mar e tudo o que percorre as veredas dos mares.
9 Ó SENHOR, nosso Senhor, como é majestoso é o teu nome em toda a terra!

como é majestoso é o teu nome em toda a terra – ou seja, “a tua grandeza é vista no mundo inteiro” (NTLH).

<Salmo 7 Salmo 9>

Visão geral de Salmos

“O livro dos Salmos foi projetado para ser o livro de orações do povo de Deus enquanto esperam o Messias e seu reino vindouro”. Tenha uma visão geral deste livro através de um breve vídeo produzido pelo BibleProject. (9 minutos)

🔗 Abrir vídeo no Youtube.

Leia também uma introdução ao livro de Salmos.

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – março de 2021.