Bíblia, Revisar

Salmo 75

1 (Para o regente, conforme “altachete”; salmo e cântico de Asafe:) Louvamos a ti, ó Deus; louvamos, e perto está o teu nome; são anunciadas as tuas maravilhas.

altachete – (Veja no Salmo 57: 1, título). Em perigo iminente, o salmista, antecipando alívio em vista do governo justo de Deus, toma coragem e faz louvor.

O nome ou perfeições de Deus são estabelecidos por Suas maravilhosas obras.

2 O que eu recebi, no tempo determinado, julgarei de forma justa.

Esses versículos expressam o propósito de Deus para administrar um governo justo e, em um tempo de anarquia, Ele sustenta a nação. Alguns aplicam as palavras ao salmista.

receba a congregação – literalmente, “tome um tempo determinado” (Sl 102: 13; Os 2: 3), ou uma assembléia em um tempo definido – isto é, para julgar.

3 A terra e todos os seus moradores são dissolvidos; porém eu fortifiquei suas colunas. (Selá)

suas colunas – (1Sm 2: 8).

4 Eu disse aos orgulhosos: Não sejais orgulhosos!E aos perversos: Não exalteis o vosso poder!

Aqui o escritor fala em vista da declaração de Deus, advertindo os ímpios.

Não exalteis o vosso poder – para exaltar o poder, aqui, do próprio perverso – isto é, ser arrogante ou auto-exaltado.

5 Não confieis em vosso poder, nem faleis com arrogância.
6 Porque a exaltação não vem do oriente, nem do ocidente, nem do deserto;

Porque a exaltação. Ele adverte seu inimigo para não exaltar-se com orgulho e desprezo, pois a verdadeira exaltação, é somente de Deus (Sl 75:7).

oriente (leste)…ocidente (oeste)…deserto (sul) Uma relação, não dos pontos cardeais da bússola, mas daqueles locais de onde surgiu a disputa pela supremacia entre as nações, tanto quanto os hebreus foram afetados por ela, isto é, os assírios e babilônios no “oriente”; os egípcios no “ocidente”, ou o sudoeste no sul da Palestina ou no reino de Judá, e os árabes e etíopes no “deserto”. Todos esses poderes foram mais ou menos mobilizados pela invasão de Senaqueribe, e de tempos em tempos guerreavam contra Israel.

deserto. Ou sul, uma designação da Arábia. [Whedon]

7 Mas sim de Deus, que é o Juiz; ele abate a um, e exalta a outro.
8 Porque o SENHOR tem um copo na mão; com vinho espumado, cheio de mistura, e ele o derramará; e os perversos da terra o beberão e sugarão até seus restos.

copo na mão; com vinho espumado – a ira de Deus muitas vezes assim representada (compare Is 51:17; Jr 25:15).

mas os resíduos – literalmente, “certamente os resíduos, eles devem drená-lo.”

9 Mas eu o anunciarei para sempre; cantarei louvores ao Deus de Jacó.

Contrastado é o destino dos piedosos que louvarão a Deus e, agindo sob Sua direção, destruirão o poder dos ímpios e exaltarão o dos justos.

10 E cortarei todas as arrogâncias dos perversos; mas os rostos dos justos serão exaltados.

E cortarei todas as arrogâncias (“chifres” em algumas traduções) dos perversos. Ou seja, Anunciarei como sendo cortado. Os profetas são muitas vezes chamados a fazer o que anunciam como feito, sendo Deus o verdadeiro executor (Jr 1:10). O efeito dos louvores e orações da Igreja será, os chifres dos ímpios serão cortados, mas os rostos (“chifres”) dos justos serão exaltados. [JFU]

<Salmo 74 Salmo 76>

Leia também uma introdução ao livro de Salmos.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.