Salmo 3

1 (Salmo de Davi, quando fugia de Absalão, seu filho) SENHOR, como têm se multiplicado meus adversários! Muitos se levantam contra mim.

quando fugia de Absalão, seu filho (compare com 2Sm 15:1-18:33).

como têm se multiplicado meus adversários! (compare com 2Sm 15:122Sm 16:152Sm 17:11-13Mt 27:25).

2 São muitos os que dizem de mim: 'Não há em Deus salvação para ele'. (Selá)

São muitos os que dizem de mim – no original hebraico, da minha alma.

3 Porém tu, SENHOR, és escudo para mim; minha glória, e o que levanta minha cabeça.

SENHOR, és escudo para mim – como para Abraão (Gn 15:1), e para Israel (Dt 33:29). Não apenas como um escudo comum, protegendo-me na frente, mas envolvendo-me por todos os lados dos “muitos [que] se levantam contra mim” (Sl 139:3,5).

[és] minha glória – enquanto eles pensam que me envergonham. A honra que Deus até agora me concedeu é uma promessa de que Ele não me envergonhará para sempre. Não, o próprio Deus é “minha glória”.

[és] o que levanta minha cabeça – no passado; por exemplo, quando me levantaste dentre os rebanhos para ser o Rei de Israel; novamente, das perseguições de Saul; então agora serás meu levantador da revolta de Absalão. Compare Gn 40:13. [JFU, 1871]
4 Com minha voz clamo ao SENHOR; e ele me responde do seu santo monte. (Selá)

ele me responde do seu santo monte (compare com Sl 2:6). Sião, a sede da Arca da aliança, que era o símbolo e a garantia da presença de Jeová, é como se fosse o centro a partir do qual Ele exerce Sua soberania terrena. Compare com Salmo 14:7; 20:2; Am 1:2. [Kirkpatrick, 1906]

5 Eu me deito e pego no sono; acordo, porque o SENHOR me sustenta.

Eu me deito e pego no sono. Aquele que sabe que tem Deus como seu protetor pode ir tranquila e confiantemente para sua cama, não temendo os planos de pessoas ímpias, nem a influência de espíritos maus.

acordo, porque o SENHOR me sustenta. Embora Davi, humanamente falando, tivesse razão para temer ser assassinado em sua cama, já que seus servos mais próximos foram corrompidos por seu filho rebelde; no entanto, Deus, seu escudo, o protegeu. [Clarke, 1832]

6 Não tenho medo de dez milhares, que tomam posição contra mim de todos os lados.

Não tenho medo (compare com Sl 27:1-3Sl 46:2,7Sl 118:10-122Rs 6:15-17Rm 8:31).

dez milhares (compare com 2Sm 18:7).

que tomam posição contra mim (compare com Sl 2:2).

7 Levanta-te, SENHOR! Salva-me, Deus meu! Pois golpeias o queixo de todos os meus inimigos; quebras os dentes dos ímpios.

quebras os dentes dos ímpios. Os ímpios, inimigos tanto de Davi quanto de Deus, são representados como feras cujas armas são suas mandíbulas e dentes. Deus os quebrando, e eles passam a ser inofensivos. Compare com Jó 4:10; Sl 58:6. [Pulpit, 1895]

8 A salvação vem do SENHOR; sobre o teu povo seja tua bênção. (Selá)

A salvação vem do SENHOR. “Só a ele pertence salvar ou destruir. Portanto, minha oração é dirigida a ele, e apenas a ele”.

sobre o teu povo seja tua bênção. Quase todo o povo se revoltou contra Davi, mas isso não impede ele de louvar a Deus e suplicar a Sua bênção sobre eles, desejando o seu bem. Ele ecoa Moisés (Êx 32:31-32) e antecipa Cristo (Lc 23:34). [Pulpit, 1895]

<Salmo 2 Salmo 4>

Visão geral de Salmos

“O livro dos Salmos foi projetado para ser o livro de orações do povo de Deus enquanto esperam o Messias e seu reino vindouro”. Tenha uma visão geral deste livro através de um breve vídeo produzido pelo BibleProject. (9 minutos)

🔗 Abrir vídeo no YouTube.

Leia também uma introdução ao livro de Salmos.

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles, com adaptação de Luan Lessa – março de 2021.