Bíblia, Revisar

Levítico 15

Impurezas do homem e da mulher

1 E falou o SENHOR a Moisés e a Arão, dizendo:
2 Falai aos filhos de Israel, e dizei-lhes: Qualquer homem, quando seu corrimento sair de sua carne, será impuro.

Qualquer homem, quando seu corrimento sair de sua carne, será impuro – Este capítulo descreve outras formas de impureza, cuja natureza é suficientemente inteligível no texto, sem nenhum comentário explicativo. Sendo os efeitos da licenciosidade, eles apropriadamente entram no aviso do legislador, e as regras muito rigorosas aqui prescritas, tanto para a separação da pessoa doente quanto para evitar a contaminação de qualquer coisa relacionada a ele, foram bem calculadas não apenas para prevenir o contágio. , mas para desencorajar os excessos de indulgência licenciosa.

3 E esta será sua impureza em seu fluxo; seja que sua carne derramou por causa de seu fluxo, ou que sua carne se obstruiu por causa de seu fluxo, ele será impuro.
4 Toda cama em que se deitar o que tiver fluxo, será impura; e toda coisa sobre que se sentar, impura será.
5 E qualquer um que tocar em sua cama, lavará suas roupas; lavará também a si mesmo com água, e será impuro até à tarde.
6 E o que se sentar sobre aquilo em que se houver sentado o que tem fluxo, lavará suas roupas, se lavará também a si mesmo com água, e será impuro até à tarde.
7 Também o que tocar a carne do que tem fluxo, lavará suas roupas, e a si mesmo se lavará com água, e será impuro até à tarde.
8 E se o que tem fluxo cuspir sobre o limpo, este lavará suas roupas, e depois de haver-se lavado com água, será impuro até à tarde.
9 E toda sela sobre que cavalgar o que tiver fluxo, será impura.
10 E qualquer um que tocar qualquer coisa que tenha estado debaixo dele, será impuro até à tarde; e o que a levar, lavará suas roupas, e depois de lavar-se com água, será impuro até à tarde.
11 E todo aquele a quem tocar o que tem fluxo, e não lavar com água suas mãos, lavará suas roupas, e a si mesmo se lavará com água, e será impuro até à tarde.
12 E a vasilha de barro em que tocar o que tem fluxo, será quebrada; e toda vasilha de madeira será lavada com água.

E a vasilha de barro em que tocar o que tem fluxo, será quebrada – Acredita-se que a cerâmica dos israelitas, como os jarros de barro em que os egípcios guardavam suas águas, não era vidrada e, portanto, porosa, e que era sua porosidade que, tornando-a extremamente susceptível de absorver pequenas partículas de matéria impura, foi a razão pela qual a embarcação tocada por uma pessoa impura foi condenada a ser quebrada.

13 E quando se houver limpado de seu fluxo o que tem fluxo, se há de contar sete dias desde sua purificação, e lavará suas roupas, e lavará sua carne em águas vivas, e será limpo.

se há de contar sete dias desde sua purificação – Como uma pessoa leprosa, ele passou por uma provação de uma semana, para ter certeza de que ele estava completamente curado. Então, com os sacrifícios prescritos, o sacerdote fez uma expiação por ele, isto é, ofereceu as oblações necessárias para a remoção de sua contaminação cerimonial, bem como o típico perdão de seus pecados.

14 E no oitavo dia tomará duas rolinhas, ou dois pombinhos, e virá diante do SENHOR à porta do tabernáculo do testemunho, e os dará ao sacerdote:
15 E os fará o sacerdote, uma oferta pelo pecado, e o outro holocausto: e lhe purificará o sacerdote de seu fluxo diante do SENHOR.
16 E o homem, quando dele sair derramamento seminal, lavará em águas toda sua carne, e será impuro até à tarde.
17 E toda vestimenta, ou toda pele sobre a qual houver o derramamento seminal, lavará com água, e será impura até à tarde.
18 E a mulher com quem o homem tiver ajuntamento seminal, ambos se lavarão com água, e serão impuros até à tarde.
19 E quando a mulher tiver fluxo de sangue, e seu fluxo for em sua carne, sete dias estará separada; e qualquer um que tocar nela, será impuro até à tarde.

E quando a mulher tiver fluxo de sangue – Embora isso, como a lepra, possa ser uma afeição natural, era antigamente considerado contagiante e acarretava uma contaminação cerimonial que tipificava uma impureza moral. Essa contaminação cerimonial teve que ser removida por um método de expiação cerimonial, e a negligência submeteu alguém à culpa de profanar o tabernáculo e à morte como a penalidade da temeridade profana.

20 E tudo aquilo sobre que ela se deitar durante sua separação, será impuro: também tudo aquilo sobre que se sentar, será impuro.
21 E qualquer um que tocar a sua cama, lavará suas roupas, e depois de lavar-se com água, será impuro até à tarde.
22 Também qualquer um que tocar qualquer móvel sobre que ela se houver sentado, lavará suas roupas; lavará logo a si mesmo com água, e será impuro até à tarde.
23 E se estiver sobre a cama, ou sobre a cadeira em que ela se houver sentado, o que tocar nela será impuro até à tarde.
24 E se alguém dormir com ela, e sua menstruação for sobre ele, será impuro por sete dias; e toda cama sobre que dormir, será impura.
25 E a mulher, quando seguir o fluxo de seu sangue por muitos dias fora do tempo de seu costume, ou quando tiver fluxo de sangue mais de seu costume; todo o tempo do fluxo de seu imundícia, será impura como nos dias de seu costume.
26 Toda cama em que dormir todo o tempo de seu fluxo, lhe será como a cama de seu costume; e todo móvel sobre que se sentar, será impuro, como a impureza de seu costume.
27 Qualquer um que tocar em essas coisas será impuro; e lavará suas roupas, e a si mesmo se lavará com água, e será impuro até à tarde.
28 E quando for livre de seu fluxo, se há de contar sete dias, e depois será limpa.
29 E o oitavo dia tomará consigo duas rolinhas, ou dois pombinhos, e os trará ao sacerdote, à porta do tabernáculo do testemunho:
30 E o sacerdote fará um oferta pelo pecado, e o outro holocausto; e a purificará o sacerdote diante do SENHOR do fluxo de sua impureza.
31 Assim separareis os filhos de Israel de suas imundícias, a fim de que não morram por suas imundícias, contaminando meu tabernáculo que está entre eles.

Assim separareis os filhos de Israel de suas imundícias – A sabedoria divina manifestou-se em inspirar os israelitas com uma profunda reverência pelas coisas santas; e nada era mais adequado a este propósito do que excluir do tabernáculo todos os que foram poluídos por qualquer tipo de impureza, tanto cerimonial quanto natural, mental e física. O melhor para marcar que as pessoas como Sua família, Seus servos e sacerdotes, habitando no acampamento como em um lugar santo, consagradas por Sua presença e Seu tabernáculo, Ele exigiu deles completa pureza, e não permitiu que eles viessem diante Dele quando profanado, mesmo por impurezas involuntárias ou secretas, como falta de respeito devido a Sua majestade. E quando tivermos em mente que Deus estava treinando um povo para viver em Sua presença, de alguma forma, como sacerdotes dedicados ao Seu serviço, não consideraremos essas regras para a manutenção da pureza pessoal nem muito rigorosas nem muito diminutas (1Ts 4:4).

32 Esta é a lei do que tem fluxo, e do que sai derramamento seminal, vindo a ser impuro por causa disso;
33 E da que padece seu costume, e acerca do que tiver fluxo, seja homem ou fêmea, e do homem que dormir com mulher impura.
<Levítico 14 Levítico 16>

Leia também uma introdução ao livro do Levítico.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.