Bíblia, Revisar

Salmo 148

Mensagem importante
Olá visitante do Apologeta! Vou direto ao ponto: peço que você me ajude a manter este projeto. Atualmente a renda gerada através dos anúncios são insuficientes para que eu me dedique exclusivamente a ele. Se cada pessoa que ler essa mensagem hoje, doar o valor de R$10.00, eu poderia me dedicar integralmente ao Apologeta pelo próximo ano e ainda remover todas as propagandas do site (que eu sei que são um pouco incômodas). Tenho um propósito ousado com este site: traduzir e disponibilizar gratuitamente conteúdo teológico de qualidade. O que inclui um dicionário bíblico completo (+4000 verbetes) e comentário de todos os 31.105 versículos da Bíblia. Faça parte deste projeto e o ajude a continuar crescendo. Obrigado!
1 Aleluia! Louvai ao SENHOR desde os céus; louvai-o nas alturas.

céus [e] alturas – são sinônimos.

2 Louvai-o todos os seus anjos; louvai-o todos os seus exércitos.

anfitriões – (compare Salmo 103: 21).

3 Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luminosas.
4 Louvai-o, céus dos céus, e as águas que estais sobre os céus.

céus dos céus – o mais alto.

águas – nuvens, descansando acima dos céus visíveis (compare Gn 1: 7).

5 Louvem ao nome do SENHOR; porque pela ordem dele foram criados.

Louvem ao nome do SENHOR – representando as suas perfeições.

pela ordem dele – “Ele” é enfático, atribuindo a criação a Deus somente.

6 E os firmou para todo o sempre; e deu tal decreto, que não será traspassado.

A perpetuidade da estrutura da natureza está, naturalmente, sujeita àquele que a formou.

tal decreto, que não será traspassado – Suas ordenanças a respeito deles não mudarão (Jr 36:31), ou perecerão (Jó 34:20; Salmo 37:36).

7 Louvai ao SENHOR vós da terra: os monstros marinhos, e todos os abismos;

O chamado na terra, em oposição ao céu, inclui mares ou profundezas, cujos habitantes o dragão, como um dos maiores (em leviatã, ver no Salmo 104: 26), é selecionado para representar. Os agentes mais destrutivos e ingovernáveis ​​da natureza inanimada são introduzidos.

8 O fogo e a saraiva, a neve e o vapor; o vento tempestuoso, que executa sua palavra.

executa sua palavra – ou lei, pode ser entendido de cada um. Em seguida as produções mais distintas do mundo vegetal.

9 Os montes e todos os morros; árvores frutíferas, e todos os cedros.

árvores frutíferas – ou “árvores frutíferas”, em oposição às árvores da floresta. Animais silvestres e domésticos, grandes e pequenos são compreendidos.

10 As feras, e todo o gado; répteis, e aves que tem asas.
11 Os reis da terra, e todos os povos; os príncipes, e todos os juízes da terra.

Em seguida, todos os seres racionais, desde os mais altos no ranking até as crianças pequenas.

príncipes – ou líderes militares.

12 Os rapazes, e também as moças; os velhos com os jovens.
13 Louvem ao nome do SENHOR; pois só o nome dele é exaltado; sua majestade está sobre a terra e o céu.

Deixe-os – todos mencionados.

exaltado (Is 12: 4).

sua majestade (Salmo 45: 3).

está sobre a terra e o céu – Seus esplendores unidos não combinam com os dele.

14 E ele exaltou o poder de seu povo: o louvor de todos os seus santos, os filhos de Israel, o povo que está perto dele. Aleluia!

exaltou o poder de seu povo (Salmo 75: 5, Sl 75: 6).

seus santos – isto é, ocasiões para eles louvá-lo. Eles são ainda descritos como “Seu povo” e “perto Dele”, sustentando por meio do cuidado contratado uma relação peculiarmente íntima.

<Salmo 147 Salmo 149>

Introdução ao Salmo 148

O escopo deste Salmo é o mesmo do anterior.

Leia também uma introdução ao livro de Salmos.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.

Conteúdos recomendados