Biografia

Apóstolo João

Quem foi o apóstolo João?

João, o apóstolo, era irmão de Tiago, o “Maior” (Mt 4:21; 10:2; Mc 1:19; 3:17; 10:35). Ele provavelmente era o filho mais jovem  de Zebedeu (Mt 4:21) e Salomé (Mt 27:56; comp. Mc 15:40), e nasceu em Betsaida. Seu pai era aparentemente um homem que tinha um certa riqueza (comp. Mc 1:20; Lc 5:3; Jo 19:27). Ele foi sem dúvida ensinado em tudo o que constituía a educação comum da juventude judaica.

Quando cresceu, João seguiu a ocupação de um pescador no lago da Galileia. Quando João Batista começou seu ministério no deserto da Judéia, João, junto com muitos outros, reuniu-se com ele e foi profundamente influenciado por seus ensinamentos. Ali ouviu o anúncio: “Eis o Cordeiro de Deus”, e logo, a convite de Jesus, tornou-se discípulo e ficou por um tempo entre seus seguidores (Jo 1:36-37).

Um tempo depois, João e seu irmão então retornaram à sua antiga ocupação. Jesus novamente os chamou (Mt 4:21; Lc 5:1-11), e agora eles deixaram tudo e se uniram permanentemente ao grupo de seus discípulos. Ele se tornou um dos mais íntimos do círculo (Mc 5:37; Mt 17:1; 26:37; Mc 13:3). Ele era o discípulo a quem Jesus amava.

De caráter zeloso e intenso, João era um “Boanerges”, ou seja “filho do trovão” (Mc 3:17). Esse espírito irrompeu uma e outra vez (Mt 20:20-24; Mc 10:35-41; Lc 9:49,54).

Na traição, João e Pedro seguiram Cristo de longe, enquanto os outros fugiram apressadamente (Jo 18:15). No julgamento, ele seguiu Cristo para a câmara do conselho, e daí para o pretório (Jo 18:16,19,28) e para o local da crucificação (Jo 19:26-27). Para ele e Pedro, Maria primeiro comunicou as novidades da ressurreição (Jo 20:2), e eles são os primeiros a ir e ver o que suas estranhas palavras significam. Depois da ressurreição, ele e Pedro retornam novamente ao Mar da Galileia, onde o Senhor se revela a eles (Jo 21:1,7).

Encontramos Pedro e João frequentemente juntos depois disso (At 3:1; 4:13). João aparentemente permaneceu em Jerusalém como o líder da igreja lá (At 15:6; Gl 2:9). Sua história posterior não é registrada. Ele não estava lá, no entanto, na época da última visita de Paulo (At 21:15-40). Ele parece ter se retirado para Éfeso, mas em que momento é desconhecido. As sete igrejas da Ásia foram os objetos de seu cuidado especial (Ap 1:11).

João sofreu perseguição, e foi banido para Patmos (Ap 1:9); de onde voltou novamente a Éfeso, onde morreu, provavelmente por volta de 98 d.C., tendo sobrevivido a todos ou quase todos os amigos e companheiros, mesmo em seus anos mais maduros. Há muitas tradições interessantes sobre João durante sua residência em Éfeso, mas estas não podem reivindicar o caráter da verdade histórica.

Significado do nome

Em grego Ioannes (Ιοαννης), João provavelmente significa “Jeová é um doador gracioso“. Em inglês o nome é traduzido para John.

Conteúdos recomendados