Bíblia, Revisar

Eclesiastes 11

1 Lança teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias tu o encontrarás.

pão – pão de milho. Como na oração do Senhor, todas as coisas necessárias para o corpo e alma. Salomão volta ao sentimento (Ec 9:10).

águas – imagem do costume de semear, lançando-o de barcos para as águas transbordantes do Nilo, ou em qualquer terreno pantanoso. Quando as águas recuaram, os grãos no solo aluvial surgiram (Is 32:20). “Águas” expressam multidões, assim Ec 11:: 2; Ap 17:15; também o caráter aparentemente sem esperança dos beneficiários da caridade; mas deve, finalmente, não ter sido jogado fora (Is 49: 4).

2 Dá uma parte a sete, e até a oito; porque não sabes que mal haverá sobre a terra.

parte – do teu pão.

sete – o número perfeito.

oito – até mais de sete; isto é, “para muitos” (assim “águas”, Ec 11:: 1), ou melhor, mesmo para muitos necessitados (Jó 5:19; Mq 5: 5).

mal – O dia pode estar próximo, quando você vai precisar da ajuda daqueles que você tem ligado a você por bondade (Lc 16: 9). O mesmo argumento que os cobiçosos usam contra a liberalidade (ou seja, que os maus momentos podem vir), o sábio usa para isso.

3 Se as nuvens estiverem cheias, há chuva sobre a terra; e se a árvore cair, seja para ou sul ou seja para o norte, no lugar em que a árvore cair, ali ela ficará.

nuvens – respondendo ao “mal” (Ec 11:: 2), ou seja, quando os tempos do mal estão completamente maduros, o mal deve vir; e especulações sobre isto de antemão, de modo a evitar uma semente de semeadura de liberalidade, são vãs (Ec 11:: 4).

árvore – Uma vez que a tempestade a desenraiza, ela fica ao norte ou ao sul, de acordo com a queda. Assim, o caráter do homem é imutável, seja para o inferno ou para o céu, uma vez que a morte o ultrapasse (Ap 22:11, Ap 22:14, Ap 22:15). Agora é o seu tempo para a liberalidade, antes que os dias maus cheguem (Ec 12:: 1).

4 Quem ficar dando atenção ao vento, nunca semeará; e o que olhar para as nuvens nunca ceifará.

Portanto, semeie a tua caridade na fé, sem hesitar ou especular quanto aos resultados, porque eles podem não parecer promissores (Ec 9:10). Assim, em Ec 11:: 1, o homem é instruído a “lançar o seu pão de milho” nas águas aparentemente pouco promissoras (Salmo 126: 5, Salmo 126: 6). O fazendeiro começava mal, que, em vez de semear e colher, passava o tempo observando o vento e as nuvens.

5 Assim como tu não sabes qual é o caminho do vento, nem como se formam os ossos do feto no ventre da grávida, assim também tu não sabes a obra de Deus, que faz todas as coisas.

vento – como a alma anima o corpo! Assim, a transição para a formação do corpo “no útero” é mais natural do que se com Maurer traduzimos “vento” (Ec 1: 6; Jo 3: 8).

formam os ossos – (Jó 10: 8, Jó 10: 9; Salmo 139: 15, Salmo 139: 16).

não sabes a obra de Deus – (Ec 3:11; Ec 8:17; Ec 9:12).

6 Pela manhã semeia tua semente, e à tarde não retires tua mão; pois tu não sabes qual tentativa dará certo, se uma, se outra, ou se ambas as tentativas serão boas.

manhã – cedo e tarde; quando jovem e quando velho; no sol e sob as nuvens.

semente – de obras piedosas (Os 10:12; 2Co 9:10; Gl 6: 7).

dará certo – (Is 55:10, Is 55:11).

ambas as tentativas serão boas – Tanto a promissora semeadura quanto a promissora podem dar bons frutos aos outros; certamente eles devem ao fiel semeador.

7 Certamente a luz é agradável, e ver o sol é bom para os olhos.

luz – da vida (Ec 7:11; Salmo 49:19). A vida é agradável, especialmente para os piedosos.

8 Mesmo se o homem viver muitos anos, e em todos eles se alegrar, ele também deve se lembrar dos dias de trevas, porque serão muitos. Tudo o que acontece é futilidade.

Mas enquanto o homem felizmente desfruta da vida, “deixe-o lembrar” que não durará para sempre. Os “muitos dias de trevas”, isto é, o mundo invisível (Jó 10:21; Jó 10:22; Salmo 88:12), também dias de “mal” neste mundo (Ec 11:: 2), estão chegando; portanto, semeie a boa semente enquanto durar a vida e os bons dias, que não são muito longos para cumprir os deveres da vida.

Tudo o que acontece – isto é, tudo o que se segue nos dias maus e negros é vã quanto ao trabalho para Deus (Ec 9:10).

9 Alegra-te, rapaz, em tua juventude; e agrada o teu coração nos dias de tua juventude; e anda pelos caminhos do teu coração, e na vista de teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas, Deus te trará a julgamento.

Deus te trará a julgamento ”(Ec 3:17; Ec 12::14).

juventudejuventude – distintas palavras hebraicas, adolescência ou juventude (antes de Ec 11::10) e juventude adulta. Marca o progresso gradual na auto-indulgência, para a qual os jovens são especialmente propensos; eles vêem as rosas, mas não descobrem os espinhos, até serem perfurados por eles. A religião vai custar a autonegação, mas a falta dela é infinitamente maior (Lc 14:28).

10 Portanto afasta o desagrado de teu coração, e tira de tua carne o mal; pois a adolescência e a juventude são futilidade.

desagrado – isto é, os desejos que terminam em “tristeza”, opostos a “regozijar-se” e “coração te alegram” (Ec 11:: 9), Margem, “ira”, isto é, todos os “caminhos do teu coração”; “Remover”, etc., é, portanto, oposto a “entrar”, etc. (Ec 11:: 9).

carne – o órgão corporal pelo qual os pensamentos sensuais do “coração” são incorporados nos atos.

adolescência – sim, “infância”; a mesma palavra hebraica como a primeira “juventude” em Ec 11:: 9. Um motivo para autocontrole; está chegando a hora em que o vigor da juventude sobre o qual você é mais rico parecerá vã, exceto na medida em que foi dada a Deus (Ec 12:: 1).

juventude – literalmente, a aurora dos teus dias.

<Eclesiastes 10 Eclesiastes 12>

Leia também uma introdução ao Livro de Eclesiastes.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.