Bíblia, Revisar

Ezequiel 6

1 E veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo:

Ez 6: 1-14. Continuação do assunto do capítulo cinco.

2 Filho do homem, põe teu rosto direcionado aos montes de Israel, e profetiza contra eles.

montes de Israel – isto é, da Palestina em geral. As montanhas são dirigidas pela personificação; implicando que os próprios israelitas são incuráveis ​​e indignos de mais recursos; então o profeta enviado a Jeroboão não se dignou a dirigir-se ao rei, mas dirigiu-se ao altar (1Rs 13:2). As montanhas são especificadas como sendo a cena das idolatrias judaicas nos “altos” (Ez 6:3; Lv 26:30).

3 E digas: Montes de Israel, ouvi palavra do Senhor DEUS; assim diz o Senhor DEUS aos montes e aos morros, aos ribeiros e aos vales: Eis que eu, eu mesmo, trarei a espada sobre vós, e destruirei vossos altos.

rios – literalmente, os “canais” das torrentes. Rios eram frequentemente a cena e os objetos da adoração idólatra.

4 E vossos altares serão arruinados, e vossas imagens do sol serão quebradas; e derrubarei vossos mortos diante de vossos ídolos.

imagens – chamado assim de uma raiz hebraica, “para aquecer”, implicando o ardor louco de Israel depois da idolatria (Calvino). Outros traduzem, “imagens do sol”; e assim em Ez 6:6 (veja 2Rs 23:11; 2Cr 34:4; Is 17:8).

lança os vossos homens mortos diante dos vossos ídolos – Os objetos tolos da sua confiança no dia do mal devem testemunhar a sua ruína.

5 E porei os cadáveres dos filhos de Israel diante de seus ídolos; e espalharei vossos ossos ao redor de vossos altares.

carcaças… antes… ídolos – poluindo assim com os ossos mortos de vocês, os adoradores, os ídolos que lhe pareciam tão sacrossantos.

6 Em todas as vossas habitações as cidades serão destruídas, e os altos serão arruinados, para que vossos altares sejam destruídos e arruinados; e vossos ídolos se quebrem, e deixem de existir; e vossas imagens do sol sejam cortadas, e desfeitas vossas obras.

suas obras – não deuses, como você supunha, mas o mero trabalho das mãos dos homens (Is 40:18-20).

7 E os mortos cairão no meio de vós; e sabereis que eu sou o SENHOR.

vós sabereis que eu sou o Senhor – e não os vossos ídolos, senhores. Vós me conhecereis como o todo-poderoso Punidor do pecado.

8 Porém deixarei um restante, para que tenhais alguns que escapem da espada entre as nações, quando fordes dispersos pelas terras.

Mitigação da extrema gravidade de sua punição; ainda a sua vida será miserável e ligada ao exílio (Ez 5:2,12; 12:16; 14:22; Jr 44:28).

9 Então os que escaparem de vós se lembrarão de mim entre as nações para onde forem levados em cativeiro; lembrarão de como eu me quebrantei por causa de seu coração infiel, que se desviou de mim, e por causa de seus olhos, que se prostituíram atrás seus ídolos; e terão nojo de si mesmos, por causa das maldades que fizeram em todas as suas abominações.

os que escaparem de vós se lembrarão de mim – O objetivo dos castigos de Deus será finalmente efetuado trabalhando neles a verdadeira contrição. Isto ocorreu parcialmente na completa erradicação da idolatria dos judeus desde o cativeiro babilônico. Mas eles ainda têm que se arrepender de seu pecado culminante, a crucificação do Messias; seu arrependimento total é, portanto, futuro, após a provação de provações por muitos séculos, terminando com o predito em Zc 10:9; 13:8-9; 14:1-4,11. “Eles se lembrarão de mim em países distantes” (Ez 7:16; Dt 30:1-8).

me quebrantei por causa de seu coração infiel – Fairbairn traduz, ativamente, “Eu vou quebrar” seu coração de prostituta; Versão inglesa é melhor. No seu exílio eles devem lembrar quanto tempo eu levei com eles, mas foi finalmente compelido a punir, depois que eu fui “quebrantado” (Minha longanimidade cansada) por sua desesperada (Nm 15:39) prostituição espiritual (Calvino), (Sl 78:40; Is 7:13; 43:24; 63:10).

terão nojo de si mesmos – (Lv 26:39-45; Jó 42:6). Eles não devem esperar que os homens os condenem, mas se condenem (Ez 20:43; 36:31; Jó 42:6; 1Co 11:31).

10 E saberão que eu sou o SENHOR; não foi em vão que falei que lhes faria este mal.
11 Assim diz o Senhor DEUS: Bate com tua mão, e pisa com teu pé, e dize: Ai de todas as malignas abominações da casa de Israel! Pois cairão pela espada, pela fome, e pela pestilência.

Gesticulations vividamente definir perante os ouvintes a grandeza da calamidade prestes a ser infligida. Em indignação com as abominações de Israel, estende a mão para a Judeia, como se estivesse prestes a “atacar” e “selar”, sacudindo o pó com o pé, em sinal de como Deus “estenderá a mão sobre eles”, e pise-os (Ez 6:14; 21:14).

12 O que estiver longe morrerá de pestilência; e o que estiver perto cairá a espada; e o que restar e for cercado morrerá de fome; assim cumprirei meu furor contra eles.

Aquele que está longe – a saber, do inimigo; aqueles que em um exílio distante não temem o mal.

aquele que permanece, o que resta na cidade; não levado em cativeiro, nem tendo escapado para o campo. Diferente de “aquele que está próximo”, isto é, aqueles fora da cidade que estão ao alcance da “espada” do inimigo, e assim caem por ela; não pela “fome”, como os que restaram na cidade.

13 Então sabereis que eu sou o SENHOR, quando seus mortos estiverem em meio de seus ídolos, ao redor de seus altares, em todo morro alto, em todos os cumes dos montes, debaixo de toda árvore verde, e debaixo de todo carvalho espesso, lugares onde ofereciam incenso de cheiro suave a todos os seus ídolos.
14 Pois estenderei minha mão sobre eles, e tornarei a terra em desolação e vazio, mais que o deserto da região de Dibla, em todas as suas habitações; e saberão que eu sou o SENHOR.

Dibla – outra forma de Diblathaim, uma cidade em Moab (Nm 33:46; Jr 48:22), perto da qual, a leste e sul do Mar Morto, estava o deserto da Arábia-Deserta.

<Ezequiel 5 Ezequiel 7>

Leia também uma introdução ao Livro de Ezequiel.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.