Bíblia, Revisar

Êxodo 6

Deus promete libertar os israelitas

1 O SENHOR respondeu a Moisés: Agora verás o que eu farei a Faraó; porque com mão forte os deixará ir; e com mão forte os expulsará de sua terra.

O SENHOR respondeu a Moisés – O Senhor, que é longânimo e indulgente com os erros e enfermidades de Seu povo, fez provisão para a mortificação de Moisés como resultado desta primeira entrevista e o aplaudiu com a garantia de uma rápida e bem-sucedida rescisão para a sua embaixada.

2 Falou, todavia, Deus a Moisés, e disse-lhe: Eu sou o SENHOR;

Falou, todavia, Deus a Moisés. Para seu maior encorajamento, foi-lhe feita uma repetição enfática da promessa (Êx 3:20). [JFU]

3 E apareci a Abraão, a Isaque e a Jacó sob o nome de Deus Todo-Poderoso, mas em meu nome, EU-SOU, não me notifiquei a eles.

Deus Todo-Poderoso. Todos os inimigos devem cair, todas as dificuldades devem desaparecer diante do Meu onipotente poder, e os patriarcas tiveram abundantes provas disso.

mas em meu nome…Antes, interrogativamente, pelo Meu nome Jeová, eu não era conhecido por eles? Não sou eu, o Deus Todo-Poderoso, que prometi Minha honra pelo cumprimento do pacto, também o Deus auto-existente que vive para cumpri-lo? Fique certo, portanto, de que eu farei com que isso aconteça. Esta passagem ocasionou muita discussão; e muitos pensaram que, como o nome de Jeová não era conhecido dos patriarcas, pelo menos no sentido pleno ou experiência prática do mesmo, a honra da revelação foi reservada a Moisés, que foi o primeiro enviado com um mensagem em nome de Jeová e habilitado a confirmá-la por uma série de milagres públicos. [JFB]

4 E também estabeleci meu pacto com eles, de dar-lhes a terra de Canaã, a terra em que foram estrangeiros, e na qual peregrinaram.
5 E também eu ouvi o gemido dos filhos de Israel, aos quais fazem servir os egípcios, e lembrei-me de meu pacto.
6 Portanto dirás aos filhos de Israel: EU SOU O SENHOR; e eu vos tirarei de debaixo das cargas do Egito, e vos livrarei de sua servidão, e vos resgatarei com braço estendido, e com grandes juízos;

com braço estendido. A figura é comum e bastante inteligível; pode ter atingido Moisés e o povo com mais força, pois eles estavam familiarizados com o hieróglifo que representa o poder por dois braços estendidos. [Barnes]

7 E vos tomarei por meu povo e serei vosso Deus: e vós sabereis que eu sou o SENHOR vosso Deus, que vos tiro de debaixo das cargas do Egito:
8 E vos meterei na terra, pela qual levantei minha mão que a daria a Abraão, a Isaque e a Jacó: e eu vos a darei por herança. EU SOU O SENHOR.
9 Desta maneira falou Moisés aos filhos de Israel: mas eles não escutavam a Moisés por causa da angústia de espírito, e da dura servidão.

mas eles não escutavam. O contraste entre a recepção dessa comunicação e a registrada em Êxodo 4:31 é explicado pela mudança de circunstâncias. Na primeira ocasião, as pessoas estavam relativamente à vontade, acostumadas à sua sorte, suficientemente aflitas para desejar por libertação, e suficientemente livres em espírito para esperá-la.

por causa da angústia. Depois de sua cruel decepção, eles ficaram bastante mergulhados pela sua infelicidade, incapazes e indispostos de atender a qualquer nova comunicação. [Barnes]

10 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
11 Entra, e fala a Faraó rei do Egito, que deixe ir de sua terra aos filhos de Israel.

deixe ir de sua terra. Moisés é agora instruído a exigir não uma permissão para uma viagem de três dias (Ex 3:18), que poderia ser dentro dos limites do Egito, mas para sair da terra. [Barnes]

12 E respondeu Moisés diante do SENHOR, dizendo: Eis que os filhos de Israel não me escutam: como, pois, me escutará Faraó, ainda mais sendo eu incircunciso de lábios?

incircunciso de lábios. Um ouvido incircunciso é aquele que não ouve claramente; um coração incircunciso é aquele que demora para receber e compreender as advertências; lábios incircuncisos, como não se pode falar fluentemente. A recorrência da hesitação de Moisés é natural; a tentativa anterior foi grande e essa era muito mais séria; contudo, suas palavras sempre implicam medo do fracasso, não de perigo pessoal (veja Ex 3:11). [Barnes]

13 Então o SENHOR falou a Moisés e a Arão, e deu-lhes mandamento para os filhos de Israel, e para Faraó rei do Egito, para que tirassem aos filhos de Israel da terra do Egito.

a Moisés e a Arão. O encargo final e formal aos dois irmãos é dado, como se poderia esperar, antes que as pragas fossem anunciadas. Com este verso começa uma nova seção da história. [Barnes]

A genealogia de Moisés e Arão

14 Estes são os chefes das famílias de seus pais. Os filhos de Rúben, o primogênito de Israel: Enoque e Palu, Hezrom e Carmi: estas são as famílias de Rúben.

Estes são os chefes das famílias de seus pais – chefes ou governadores de suas casas. A inserção desta tabela genealógica nesta parte da narrativa pretendia autenticar a descendência de Moisés e Arão. Ambos foram comissionados para desempenhar um papel tão importante nos eventos transacionados na corte do Egito e depois elevados a altos cargos no governo e na Igreja de Deus, que era da maior importância que sua linhagem fosse precisamente traçada. Reuben e Simeon sendo o mais velho dos filhos de Jacob, uma notícia passageira é tomada deles, e então o historiador avança para a enumeração das principais pessoas na casa de Levi [Êx 6:16-19].

15 Os filhos de Simeão: Jemuel, e Jamim, e Oade, e Jaquim, e Zoar, e Saul, filho de uma cananeia: estas são as famílias de Simeão.

Ver Gênesis 46:10; Números 26:12. O povo de Saul deve ter tido uma mistura de sangue cananeu.

16 E estes são os nomes dos filhos de Levi por suas linhagens: Gérson, e Coate, e Merari: E os anos da vida de Levi foram cento trinta e sete anos.
17 E os filhos de Gérson: Libni, e Simei, por suas famílias.

Libni, e Simei. Compare com Nm 3:18,21; 1Cr 6:17.

18 E os filhos de Coate: Anrão, e Izar, e Hebrom, e Uziel. E os anos da vida de Coate foram cento e trinta e três anos.

Anrão, e Izar…Compare com Nm 3:19; 1Cr 6:2,18; e para famílias consideradas como descendentes deles, Nm 3:27, 1Cr 15:9-10; 23:18-20; 24:22-24; 26:23.

19 E os filhos de Merari: Mali, e Musi: estas são as famílias de Levi por suas linhagens.

Mali, e Musi. Compare com Nm 3:20,33; 1Cr 6:19.

20 E Anrão tomou por mulher a Joquebede sua tia, a qual lhe deu à luz a Arão e a Moisés. E os anos da vida de Anrão foram cento e trinta e sete anos.

E Anrão tomou por mulher a Joquebede sua tia. As versões Septuaginta e Siríaca traduzem como “sua prima”.

21 E os filhos de Izar: Corá, e Nefegue e Zicri.

A família do segundo filho de Coate, Izar.

Corá. O primo de Moisés e Arão (Nm 16). Nefegue e Zicri não são mencionados novamente. [Cambridge]

22 E os filhos de Uziel: Misael, e Elzafã e Sitri.

A família do quarto filho de Coate, Uziel. A família de seu terceiro filho, Hebrom, é pulada; presumivelmente, embora os hebronitas sejam mencionados em outro lugar (ver no v. 18), não havia famílias separadas que traçassem sua descendência para ele.

Misael, e Elzafã. Primos de Moisés e Arão. Veja Levítico 10:4; para Elzafã, também, Números 3:30 (‘Elisafã’), 1Cr 15:8, 2Cr 29:13. [Cambridge]

23 E tomou para si Arão por mulher a Eliseba, filha de Aminadabe, irmã de Naassom; a qual lhe deu à luz a Nadabe, e a Abiú, e a Eleazar, e a Itamar.

Eliseba. (Na Septuaginta, Elisabete). Os detalhes minuciosos registrados da família de Arão, enquanto ele passou por cima dos seus próprios, indicam a verdadeira modéstia de Moisés. Um homem ambicioso ou um impostor teria agido de maneira diferente. [JFU]

24 E os filhos de Corá: Assir, e Elcana, e Abiasafe: estas são as famílias dos coraítas.

A família de Koraḥ É afirmado em Nm 26:11 que os filhos de Koraḥ não pereceram com seu pai (Nm 16:32); e Koraḥites são mencionados em Num 26:58. Em muitos dias posteriores, os koraitas atuaram como porteiros do Templo (1Cr 9:19; 1Cr 26: 1-19), e também, provavelmente (cf. 2Cr 20:19; e os títulos dos Salmos 42, 44-49). 84, 85, 87, 88), ajudaram de alguma forma na adoração do Templo. Para os nomes, veja 1Cr 6: 22-23 (onde, no entanto, Elcana é filho de Assir, e Ebiasafe [Abiasafe], filho de Elcana), Êx 9:19 (Ebiasaf).

25 E Eleazar, filho de Arão, tomou para si mulher das filhas de Putiel, a qual lhe deu à luz a Fineias: E estes são os chefes dos pais dos levitas por suas famílias.
26 Este é aquele Arão e aquele Moisés, aos quais o SENHOR disse: Tirai aos filhos de Israel da terra do Egito por seus esquadrões.
27 Estes são os que falaram a Faraó rei do Egito, para tirar do Egito aos filhos de Israel. Moisés e Arão foram estes.

Deus anima Moisés a falar outra vez a Faraó

28 Quando o SENHOR falou a Moisés na terra do Egito,
29 Então o SENHOR falou a Moisés, dizendo: Eu sou o SENHOR; dize a Faraó rei do Egito todas as coisas que eu te digo.
30 E Moisés respondeu diante do SENHOR: Eis que sou incircunciso de lábios; como, pois, Faraó me ouvirá?
<Êxodo 5 Êxodo 7>

Leia também uma introdução ao livro do Êxodo.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.