Bíblia

Salmo 116

1 Amo o SENHOR, porque ele escuta minha voz e minhas súplicas.

Um amor verdadeiramente grato será evidenciado por atos de adoração, que invocam a expressão de Deus (Salmo 116: 13; Salmo 55:16; Salmo 86: 7; compare Sl 17: 6; Salmo 31: 2).

2 Porque ele tem inclinado a mim seus ouvidos; por isso eu clamarei a ele em todos os meus dias.

Porque ele tem inclinado a mim seus ouvidos. Respondendo à segunda sentença do Salmo 116:1, “porque ele escuta minha voz e minhas súplicas”.

por isso eu clamarei a ele em todos os meus dias. Respondendo à primeira sentença do Salmo 116:1. Uma prova certa de ‘amar o Senhor’ é ‘invocá-lo todos os nossos dias’, tanto com orações em tempo de angústia (Sl 116:3-4) quanto com ações de graças pela salvação que nos foi confiada (Sl 116:13-19). [JFU]

3 Cordas da morte me cercaram, e angústias do Sheol me afrontaram; encontrei opressão e aflição.
4 Mas clamei ao nome do SENHOR, dizendo : Ah SENHOR, livra minha alma!

Mas clamei ao nome do SENHOR. Ao Senhor. Eu não tinha outro refúgio. Eu senti que perecerei a menos que ele interferisse, e eu supliquei a ele por libertação e vida.

Ah SENHOR, livra minha alma! A minha vida. Salva-me da morte. Este não foi um grito de salvação, mas de vida. É um exemplo para nós, no entanto, de chamar a Deus quando sentimos que a alma está em perigo de perecer, pois então, como no caso do salmista, não temos outro refúgio senão Deus. [Barnes]

5 O SENHOR é piedoso e justo; e nosso Deus é misericordioso.

Ao libertar a mim e ao meu povo, Ele se mostrou ser verdadeiramente tudo o que a lei O definiu como sendo (Êx 34:6-7). [JFU]

6 O SENHOR protege os simples; eu estava com graves problemas, mas ele me livrou.
7 Minha alma, volta ao teu descanso, pois o SENHOR tem te tratado bem.
8 Porque tu, SENHOR, livraste minha alma da morte, meus olhos das lágrimas, e meu pé do tropeço.
9 Andarei diante do SENHOR na terra dos viventes.

Andarei diante do SENHORaja ou viva sob Seu favor e orientação (Gn 17: 1; Salmo 61: 7).

terra dos viventes…(Sl 27:13).

10 Eu cri, por isso falei; estive muito aflito.

Confiança em Deus se opõe à desconfiança dos homens, como não confiável (Salmo 68: 8, Salmo 68: 9). Ele fala de uma experiência do resultado de sua fé.

11 Eu dizia em minha pressa: Todo homem é mentiroso.

na minha pressa…literalmente, “terror” ou “agitação”, produzido por sua aflição (compare Sl 31:22).

12 O que pagarei ao SENHOR por todos os benefícios dele para mim?

Estes são modos de expressar atos de adoração (compare Sl 116: 4; Sl 50:14; Jn 2: 9).

13 Tomarei o copo da salvação, e chamarei o nome do SENHOR.

copo da salvaçãoa oferta de bebida que fazia parte da oferta de gratidão (Nm 15: 3-5).

14 Certamente pagarei meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo.
15 Preciosa é aos olhos do SENHOR a morte de seus santos.

Pelo apelo de ser um servo nascido em casa, ele insinua sua alegação sobre o amor da aliança de Deus com o Seu povo.

16 Ah SENHOR, verdadeiramente eu sou teu servo; sou teu servo, filho de tua serva; tu me soltaste das correntes que me prendiam.
17 Sacrificarei a ti sacrifício de agradecimento, e chamarei o nome do SENHOR.

Uma declaração mais ampla do seu propósito, designando o local, a casa do Senhor ou a residência terrena em Jerusalém.

18 Certamente pagarei meus votos ao SENHOR, na presença de todo o seu povo;
19 Nos pátios da casa do SENHOR, em meio de ti, ó Jerusalém. Aleluia!

em meio de ti, ó Jerusalém. Onde se levantou o tabernáculo e, depois, o templo.

Aleluia! Um apelo aos outros para que se juntem ao louvor de Deus. O salmista sentiu seu próprio coração atraído para o louvor por todas as misericórdias de Deus; ele desejava, como expressão de seus próprios sentimentos, que outros se unissem a ele nesse exercício sagrado. Quando os nossos corações estão cheios de gratidão, desejamos que todos os outros participem do mesmo sentimento. [JFU]

<Salmo 115 Salmo 117>

Introdução ao Salmo 116

No Salmo 116 o escritor celebra a libertação de perigos extremos pelos quais ele foi favorecido, e promete agradecimentos públicos e piedosos.

Leia também uma introdução ao livro de Salmos.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.