Bíblia

Gênesis 25

Aviso Quer estudar a Bíblia e não sabe por onde começar? Conheça o nosso curso: Como Estudar a Bíblia? Ele é gratuito, online e pode ser iniciado agora mesmo! Clique aqui e saiba mais.


Filhos de Abraão com Quetura

1 E Abraão tomou outra mulher, cujo nome foi Quetura;

Não se sabe exatamente em que período de sua vida Abraão tomou Quetura como sua segunda esposa ou concubina; visto que Gn 25:6 e 1Cr 1:32 deixam claro que ela só ocupou essa posição. Alguns dos nomes dos filhos de Quetura foram identificados na Arábia como tribos. [Dummelow, 1909]

2 A qual lhe deu à luz a Zinrã, e a Jocsã, e a Medã, e a Midiã, e a Jisbaque, e a Suá.

Midiã. Os midianitas tornaram-se uma nação significativa, espalhando-se pelo sul e sudoeste da Palestina, desde o Moabe até o Golfo de Aqaba. [Dummelow, 1909]

3 E Jocsã gerou a Seba, e a Dedã: e filhos de Dedã foram Assurim, e Letusim, e Leummim.

Assurim, e Letusim, e Leummim. Estes não são nomes de homens, mas das três tribos nas quais os descendentes de Dedã estavam divididos. [Ellicott, 1905]

4 E filhos de Midiã: Efá, e Efer, e Enoque, e Abida, e Elda. Todos estes foram filhos de Quetura.

Midiã. Os midianitas tornaram-se uma nação significativa, espalhando-se pelo sul e sudoeste da Palestina, desde o Moabe até o Golfo de Aqaba. [Dummelow, 1909]

5 Mas Abraão deu tudo quanto tinha a Isaque.

Veja Gênesis 24:36. Essa distribuição de seus bens parece ter sido feita algum tempo antes de sua morte; e pretendia evitar disputas entre os membros de sua família. [Cambridge, 1921]

6 E aos filhos de suas concubinas deu Abraão presentes, e enviou-os para longe de Isaque seu filho, enquanto ele vivia, até o oriente, à terra oriental.

suas concubinas. Ou seja, Agar e Quetura; embora em Gênesis 16:3 Agar seja chamada esposa de Abraão, como também Quetura em Gênesis 25:1.

à terra oriental. Ou seja, o deserto Sírio, no leste de Canaã. Gn 29:1; Jz 6:3,33; 7:12; 8:10; Is 11:14; Jr 49:28; Ez 25:4,10 são passagens nas quais “os filhos do oriente”  são mencionados como os ocupantes nômades desta região. [Cambridge, 1921]

A morte de Abraão

7 E estes foram os dias de vida que viveu Abraão: cento e setenta e cinco anos.

cento e setenta e cinco anos. Abraão tinha setenta e cinco anos quando deixou Harã (Gn 12:4), ele permaneceu em Canaã durante um século, um quarto do qual foi gasto na longa prova de sua fé antes que Isaque nascesse. No entanto, como Esaú e Jacó nasceram quando Isaque tinha sessenta anos (Gn 25:26), eles teriam quinze anos na morte de Abraão, e provavelmente viram seu avô com frequência, e receberam sua bênção.

8 E expirou, e morreu Abraão em boa velhice, ancião e cheio de dias e foi unido a seu povo.

morreu Abraão em boa velhice. Cumprindo o que Deus havia lhe revelado (Gn 15:15).

e foi unido a seu povo. Esta sentença (compare com Gn 15:15; Jz 2:10) não pode significar simplesmente “enterrado”, pois o cadáver de Sara era o único ocupante do túmulo; e é aplicada aqui e em outro lugar a um acontecimento que ocorreu antes do corpo ser depositado no sepulcro da família (Gn 35:29; 49:29-33; Nm 20:24-29; Dt 32:50). Ela supõe um ajuntamento no lugar das almas à parte do corpo sem vida; e o fato de tal frase estar em uso popular entre os hebreus, é decisivo contra a teoria de Warburton, mostrando que os patriarcas possuíam conhecimento de um estado futuro (Gn 47:8; compare com Hb 11:9-10,13-16; Mt 12:31-32). [JFU, 1871]

9 E sepultaram-no Isaque e Ismael seus filhos na caverna de Macpela, na propriedade de Efrom, filho de Zoar Heteu, que está em frente de Manre;

na caverna de Macpela. Isaque e Ismael enterraram o pai no mesmo local onde ele tinha enterrado Sara, sua esposa. Compare com Gênesis 23:17-20. [Cambridge, 1921]

10 Herança que comprou Abraão dos filhos de Hete; ali foi Abraão sepultado, e Sara sua mulher.

Herança que comprou Abraão (Gn 23:3-16).

11 E sucedeu, depois de morto Abraão, que Deus abençoou a Isaque seu filho: e habitou Isaque junto a Beer-Laai-Roi.

depois de morto Abraão, que Deus abençoou a Isaque seu filho. Isto pretende ser uma declaração geral da prosperidade que acompanhou Isaque como herdeiro de seu pai; e como se refere à herança patrimonial, não aos dons da graça, é atribuída à bênção de Elohim (Deus), não de Yahweh (o SENHOR), o guia da aliança e benfeitor do patriarca hebreu. [JFU, 1871]

Os descendentes de Ismael

12 E estas são as gerações de Ismael, filho de Abraão, que lhe deu à luz Agar egípcia, serva de Sara:

A descendência de Ismael é registrada como uma evidência da fidelidade de Deus no cumprimento de sua promessa feita a Abraão (Gn 16:10; 17:20). [Poole, 1685]

13 Estes, pois, são os nomes dos filhos de Ismael, por seus nomes, por suas linhagens: O primogênito de Ismael, Nebaiote; logo Quedar, e Abdeel, e Mibsão,

Os descendentes de Ismael se estabeleceram geralmente na Arábia do Norte, e com os joktanitas (Gênesis 10:26), ou “árabes puros”, da Arábia Félix, formaram a grande raça árabe espalhada pela Síria e pelas margens do Golfo Pérsico.

Os descendentes de Ismael estabeleceram-se principalmente no norte da Arábia, e com os joctanitas (Gn 10:26), ou “árabes puros” da Arábia Feliz, formaram a grande raça árabe espalhada pela Síria e às margens do Golfo Pérsico.

Nebaiote. Os nabateus se tornaram um povo importante após a morte de Alexandre, o Grande. A cidade principal deles foi Petra em Edom. O nome tornou-se sinônimo de árabes, e toda a terra entre o Eufrates e o Golfo de Aqaba foi chamada Nabatene.

Quedar. Um povo freqüentemente mencionado no Antigo Testamento: eles moravam entre a Arábia e a Babilônia. [Dummelow, 1909]

14 E Misma, e Dumá, e Massá,

Misma. Ptolomeu menciona os maisaimaneis, que estavam à noroeste de Medina, como sendo descendentes de Ismael. [JFU, 1871]

15 Hadade, e Tema, e Jetur, e Nafis, e Quedemá.

Hadade. O nome de um deus sírio; compare com Hadade (1Rs 11:14) e Ben-Hadade (1Rs 20). Ocorre novamente Gn 36:35-36.

Jetur, e Nafis. Mencionados em 1Cr 5:19. Jetur tem sido normalmente identificado com o povo conhecido como ituraeanos, que habitava na região do Antilíbano. No período romano, eles eram particularmente famosos como arqueiros. [Cambridge, 1921]

16 Estes são os filhos de Ismael, e estes seus nomes por suas vilas e por seus acampamentos; doze príncipes por suas famílias.

A descendência de Ismael é registrada como uma evidência da fidelidade de Deus no cumprimento de sua promessa feita a Abraão (Gn 16:10; 17:20). [Poole, 1685]

17 E estes foram os anos da vida de Ismael, cento e trinta e sete anos: e expirou Ismael, e morreu; e foi unido a seu povo.

e foi unido a seu povo. Veja o comentário de Gênesis 25:8.

18 Seus descendentes habitaram desde Havilá até Sur, que está em frente do Egito vindo a Assíria. E viveram em hostilidade contra todos os seus irmãos.

Havilá. Próximo ao Golfo Pérsico.

Sur. O deserto entre o Egito e a Palestina.

que está em frente do Egito vindo a Assíria – ao leste do Egito, na direção da Assíria, isto é, na Arábia do Norte. [Dummelow, 1909]

Esaú e Jacó

19 E estas são as gerações de Isaque, filho de Abraão. Abraão gerou a Isaque:

estas são as gerações (relato dos principais eventos de sua vida) de Isaque.

20 E era Isaque de quarenta anos quando tomou por mulher a Rebeca, filha de Betuel arameu de Padã-Arã, irmã de Labão arameu.

Padã-Arã (que significa, “as planícies da Síria”). Uma região da Mesopotâmia.

21 E orou Isaque ao SENHOR por sua mulher, que era estéril; e aceitou-o o SENHOR, e concebeu Rebeca sua mulher.

estéril. Como no caso de Sara (Gn 11:30) e o de Raquel (Gn 29:31). O povo escolhido é filho do dom de Deus. Em cada geração a paciência é a prova da fé. Compare com o nascimento de Sansão (Jz 13:2) e Samuel (1Sm 1). [Cambridge, 1921]

22 E os filhos se combatiam dentro dela; e disse: Se é assim para que vivo eu? E foi consultar ao SENHOR.

os filhos se combatiam dentro dela – prefigurando a futura hostilidade entre Israel e Edom.

23 E respondeu-lhe o SENHOR: Duas nações em teu ventre, E dois povos serão divididos desde tuas entranhas: E um povo será mais forte que o outro povo, e o maior servirá ao menor.

Observe a forma poética da profecia.

serão divididos desde tuas entranhas – ou seja, estarão em desacordo desde o nascimento.

o maior servirá ao menor. Os descendentes do filho mais velho (os edomitas) estariam sujeitos aos do mais jovem (os israelitas). Veja em Gn 27:40. O conhecimento dessa previsão explica, em parte, a atitude de Rebeca e Jacó mais tarde. [Dummelow, 1909]

24 E quando se cumpriram seus dias para dar à luz, eis que havia gêmeos em seu ventre.

eis que havia gêmeos em seu ventre (“confirmou-se que havia gêmeos em seu ventre”, NVI; “Rebeca descobriu que, de fato, eram gêmeos”, NVT).

25 E saiu o primeiro ruivo, e todo ele peludo como uma veste; e chamaram seu nome Esaú.

ruivo. O adjetivo se refere à pele e não ao cabelo, como no caso de Davi (1Sm 16:12). O hebraico para “ruivo”, admoni, é um trocadilho com a palavra “Edom”, como se os edomitas fossem conhecidos como “os vermelhos” ou “peles vermelhas”, devido à sua pele avermelhada. [Cambridge, 1921]

26 E depois saiu seu irmão, pegando com sua mão o calcanhar de Esaú: e foi chamado seu nome Jacó. E era Isaque da idade de sessenta anos quando nasceram.

Jacó – que significa “aquele que agarra o calcanhar”, ou então “aquele que leva vantagem sobre outro”.

27 E cresceram os meninos, e Esaú foi hábil na caça, homem do campo: Jacó porém era homem quieto, que habitava em tendas.

que habitava em tendas – ou seja, diferentemente do seu irmão, Jacó preferia atividades domésticas (“ficar em casa”, NVT).

28 E amou Isaque a Esaú, porque comia de sua caça; mas Rebeca amava a Jacó.

porque comia de sua caça. Compare com Gn 27:3-4.

Rebeca amava a Jacó –  ou seja, mais que Esaú.

O contraste entre o caçador (Esaú) e o pastor (Jacó) é traçado com uma preferência estabelecida pelo pastor. [Cambridge, 1921]

29 E cozinhou Jacó um guisado; e voltando Esaú do campo cansado,

um guisado (“ensopado”, NVI).

30 Disse a Jacó: Rogo-te que me dês a comer disso vermelho, pois estou muito cansado. Portanto foi chamado seu nome Edom.

disso vermelho. Esaú chama aquilo que Jacó está preparando de “vermelho”: ou este era o nome pelo qual o guisado era conhecido, ou então Esaú na sua fraqueza e cansaço aparece ofegante apontando para “aquele negócio vermelho”. [Cambridge, 1921]

31 E Jacó respondeu: Vende-me neste dia tua primogenitura.

primogenitura. O direito de primogenitura incluía a liderança da família, uma parte dobrada da herança (Dt 21:17), direitos sacerdotais (nestes primeiros dias), e especialmente na família de Abraão, os privilégios do pacto. Talvez tudo o que estava envolvido no direito de primogenitura aqui, porém, fosse a parte dobrada da herança; já que em Gn 27:36 é diretamente contrastado com a bênção que envolvia a primazia na família (Gn 27:28-29). [Dummelow, 1909]

32 Então disse Esaú: Eis que vou morrer; para que, pois, me servirá a primogenitura?

Eis que vou morrer – ou seja, “estou morrendo de fome, a única coisa que me importa agora é comer”. Outra interpretação dessas palavras, porém mais improvável, faz Esaú dizer: “Como caçador corro constante risco de morte; para que, pois, me servirá a primogenitura? [Cambridge, 1921]

33 E disse Jacó: Jura-me hoje. E ele lhe jurou, e vendeu a Jacó sua primogenitura.

Jura-me hoje. Jacó é perspicaz o suficiente para garantir a ratificação solene do ato de seu irmão, feito no momento irrefletido da exaustão. Quando Esaú recuperar seu autocontrole, não será capaz de voltar atrás em sua ação. [Cambridge, 1921]

34 Então Jacó deu a Esaú pão e do guisado das lentilhas; e ele comeu e bebeu, e levantou-se, e foi-se. Assim menosprezou Esaú a primogenitura.

A primogenitura foi de Esaú pelo dom de Deus, não por seu próprio mérito. Por isso, simbolizava a bênção eterna. O repúdio de Esaú ao invisível e intangível, em prol da gratificação imediata, é o símbolo de grande parte do pecado e inconsequência humana. [Cambridge, 1921]

<Gênesis 24 Gênesis 26>

Visão geral do Gênesis

Em Gênesis 1-11, “Deus cria um mundo bom e dá instruções aos humanos para que possam governar esse mundo, mas eles cedem às forças do mal e estragam tudo” (BibleProject). (8 minutos)

🔗 Abrir vídeo no Youtube.

Em Gênesis 12-50, “Deus promete abençoar a humanidade rebelde através da família de Abraão, apesar das suas falhas constantes e insensatez” (BibleProject). (8 minutos)

🔗 Abrir vídeo no Youtube.

Leia também uma introdução ao livro do Gênesis.

Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.