Bíblia, Revisar

2 Samuel 7

Mensagem importante
Olá visitante do Apologeta! Vou direto ao ponto: peço que você me ajude a manter este projeto. Atualmente a renda gerada através dos anúncios são insuficientes para que eu me dedique exclusivamente a ele. Se cada pessoa que ler essa mensagem hoje, doar o valor de R$10.00, eu poderia me dedicar integralmente ao Apologeta pelo próximo ano e ainda remover todas as propagandas do site (que eu sei que são um pouco incômodas). Tenho um propósito ousado com este site: traduzir e disponibilizar gratuitamente conteúdo teológico de qualidade. O que inclui um dicionário bíblico completo (+4000 verbetes) e comentário de todos os 31.105 versículos da Bíblia. Faça parte deste projeto e o ajude a continuar crescendo. Obrigado!

A promessa de Deus a Davi

1 E aconteceu que, estando já o rei assentado em sua casa, depois que o SENHOR lhe havia dado repouso de todos os seus inimigos em derredor,
2 Disse o rei ao profeta Natã: Olha agora, eu moro em edifícios de cedro, e a arca de Deus está entre cortinas.

disse ao profeta Natã: “Aqui estou eu, morando num palácio de cedro – o palácio que Hirão enviara homens e materiais para edificar em Jerusalém estava pronto. Era magnífico para aquela era, embora feito totalmente de madeira: casas em regiões quentes não precisam ter a solidez e espessura das paredes que são necessárias para moradias em regiões expostas à chuva e ao frio. O cedro era a madeira mais rara e valiosa. A elegância e esplendor de sua própria mansão real, em contraste com o tabernáculo simples e temporário em que a arca de Deus foi colocada, afligiam a mente piedosa de Davi.

3 E Natã disse ao rei: Anda, e faze tudo o que está em teu coração, que o SENHOR é contigo.

A piedade do desejo recomendou isso à mente do profeta, e ele deu sua apressada aprovação e encorajamento aos planos reais. Os profetas, ao seguir o impulso de seus próprios sentimentos, ou formar opiniões conjunturais, caíram em erros frequentes. (Veja 1Sm 16:6; veja em 2Rs 4:27).

4 E aconteceu aquela noite, que veio a palavra do SENHOR a Natã, dizendo:
5 Vai e dize a meu servo Davi: Assim disse o SENHOR: Tu me edificarás casa em que eu more?
6 Certamente não habitei em casas desde o dia que tirei aos filhos de Israel do Egito até hoje, mas sim que andei em tenda e em tabernáculo.
7 E em tudo quanto andei com todos os filhos de Israel, falei palavra em alguma das tribos de Israel, a quem tenha mandado que apascente meu povo de Israel, para dizer: Por que não me edificastes casa de cedros?
8 Agora, pois, dirás assim a meu servo Davi: Assim disse o SENHOR dos exércitos: Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses príncipe sobre meu povo, sobre Israel;
9 E fui contigo em tudo quanto andaste, e diante de ti exterminei todos teus inimigos, e te fiz nome grande, como o nome dos grandes que são na terra.
10 Além disso, eu fixarei lugar a meu povo Israel; eu o plantarei, para que habite em seu lugar, e nunca mais seja removido, nem os iníquos lhe aflijam mais, como antes,
11 Desde o dia que pus juízes sobre meu povo Israel; e eu te darei descanso de todos teus inimigos. Também o SENHOR te faz saber, que ele te quer fazer casa.

Saiba também que eu, o Senhor, lhe estabelecerei uma dinastia – Como recompensa por seu propósito piedoso, Deus aumentaria e manteria a família de Davi e asseguraria a sucessão do trono para sua dinastia. [Veja 1Cr 17:10].

12 E quando teus dias forem cumpridos, e descansares com teus pais, eu establecerei tua semente depois de ti, a qual procederá de tuas entranhas, e assegurarei seu reino.

escolherei um dos seus filhos para sucedê-lo – É costume o filho mais velho nascido após a sucessão do pai ao trono para sucedê-lo na sua dignidade como rei. Davi teve vários filhos de Bate-Seba nascidos após sua remoção para Jerusalém (2Sm 5:14-16; compare 1Cr 3:5). Mas por uma ordenança especial e promessa de Deus, seu sucessor era ser um filho nascido depois deste tempo; e a partida do uso estabelecido do Oriente na fixação da sucessão, não pode ser explicada em nenhuma outra base conhecida, exceto o cumprimento da promessa divina.

13 Ele edificará casa a meu nome, e eu afirmarei para sempre o trono de seu reino.

Essa declaração se referia, em sua aplicação primária, a Salomão e ao reino temporal da família de Davi. Mas em um sentido maior e mais sublime, era significado do Filho de outra natureza de Davi (Hb 1:8). [Veja 1Cr 17:14.]

14 Eu serei a ele pai, e ele me será filho. E se ele fizer mal, eu lhe castigarei com vara de homens, e com açoites de filhos de homens;
15 Porém não removerei minha misericórdia dele, como a removi de Saul, ao qual tirei de diante de ti.
16 E será firmada tua casa e teu reino para sempre diante de teu rosto; e teu trono será estável eternamente.
17 Conforme todas estas palavras, e conforme toda esta visão, assim falou Natã a Davi.

A oração de Davi

18 E entrou o rei Davi, e pôs-se diante do SENHOR, e disse: Senhor DEUS, Quem sou eu, e que é minha casa, para que tu me tragas até aqui?

Então o rei Davi entrou no tabernáculo, assentou-se diante do Senhor – Sentar era antigamente uma atitude de adoração (Êx 17:12; 1Sm 4:13; 1Rs 19:4). Quanto à atitude particular, David sentou-se, provavelmente, em seus calcanhares. Era a postura dos antigos egípcios antes dos santuários; é a postura de mais profundo respeito perante um superior no Oriente. Pessoas de maior dignidade sentam-se assim quando se sentam na presença de reis e é a única atitude sentimental assumida pelos modernos maometanos em seus lugares e ritos de devoção.

19 E ainda te pareceu pouco isto, Senhor DEUS, pois que também falaste da casa de teu servo no porvir. É esse o modo de agir do homem, Senhor DEUS?

É assim que procedes com os homens, ó Soberano Senhor? – Ou seja, é costume os homens mostrarem tal condescendência a pessoas tão humildes quanto eu? (Veja 1Cr 17:17)

20 E que mais pode acrescentar Davi falando contigo? Tu, pois, conheces teu servo, Senhor DEUS.

Que mais Davi poderá dizer-te? – Ou seja, minhas obrigações são maiores do que posso expressar.

21 Todas estas grandezas operaste por tua palavra e conforme teu coração, fazendo-as saber a teu servo.
22 Portanto tu te engrandeceste, SENHOR Deus: porquanto não há como tu, nem há Deus além de ti, conforme tudo o que ouvimos com nossos ouvidos.
23 E quem como teu povo, como Israel, na terra? Uma gente por causa da qual Deus fosse a resgatá-la por povo, e lhe pusesse nome, e fizesse por vós, ó Israel, grandes e espantosas obras em tua terra, por causa de teu povo, ó Deus, que tu resgataste do Egito, das nações e de seus deuses?
24 Porque tu confirmaste a ti teu povo Israel por povo teu para sempre: e tu, ó SENHOR, foste a eles por Deus.
25 Agora, pois, SENHOR Deus, a palavra que falaste sobre teu servo e sobre sua casa, desperta-a para sempre, e faze conforme o que disseste.
26 Que seja engrandecido teu nome para sempre, e diga-se: o SENHOR dos exércitos é Deus sobre Israel; e que a casa de teu servo Davi seja firme diante de ti.
27 Porque tu, SENHOR dos exércitos, Deus de Israel, revelaste ao ouvido de teu servo, dizendo: Eu te edificarei casa. Por isto teu servo achou em seu coração para fazer diante de ti esta súplica.
28 Agora, pois, SENHOR Deus, tu és Deus, e tuas palavras serão firmes, já que disseste a teu servo este bem.
29 Agrada-te, pois, de abençoar a casa de teu servo, para que perpetuamente permaneça diante de ti: pois que tu, SENHOR Deus, o disseste, e com tua bênção será bendita a casa de teu servo para sempre.
<2 Samuel 6 2 Samuel 8>

Leia também uma introdução aos livros de Samuel.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.

Conteúdos recomendados