Bíblia, Revisar

Provérbios 16

Mensagem importante
Olá visitante do Apologeta! Vou direto ao ponto: peço que você me ajude a manter este projeto. Atualmente a renda gerada através dos anúncios são insuficientes para que eu me dedique exclusivamente a ele. Se cada pessoa que ler essa mensagem hoje, doar o valor de R$10.00, eu poderia me dedicar integralmente ao Apologeta pelo próximo ano e ainda remover todas as propagandas do site (que eu sei que são um pouco incômodas). Tenho um propósito ousado com este site: traduzir e disponibilizar gratuitamente conteúdo teológico de qualidade. O que inclui um dicionário bíblico completo (+4000 verbetes) e comentário de todos os 31.105 versículos da Bíblia. Faça parte deste projeto e o ajude a continuar crescendo. Obrigado!
1 Do homem são os planejamentos do coração, mas a reposta da boca vem do SENHOR.

preparações – esquemas.

no homem – ou literalmente, “para o homem”, pertencente ou pertencente a ele.

a respostaSENHOR – O ordenamento eficiente é de Deus: “O homem propõe; Deus dispõe ”.

2 Todos os caminhos do homem são puros aos seus próprios olhos; mas o SENHOR pesa os espíritos.

limpo – ou “sem defeito”.

pesa – ou, “tenta”, “julga”, insinuando que eles são defeituosos (Pv 21: 2; Pv 24:12).

3 Confia tuas obras ao SENHOR, e teus pensamentos serão firmados.

(Compare a margem). Confie em Deus para obter sucesso em seus propósitos legais.

4 O SENHOR fez tudo para seu propósito; e até ao perverso para o dia do mal.

para seu propósito – “por sua resposta” ou “propósito”, isto é, de acordo com o plano de Deus; os ímpios são para o dia do mal (Sl 49: 5; Jr 17:18); pecar e sofrer respondem um ao outro, estão indissoluvelmente unidos.

5 O SENHOR abomina todo orgulhoso de coração; certamente não ficará impune.

(Compare Pv 3:32).

6 Com misericórdia e fidelidade a perversidade é reconciliada; e com o temor ao SENHOR se desvia do mal.

Com misericórdia e fidelidade – isto é, de Deus (Salmo 85:10); Ele efetua a expiação ou cobertura do pecado; e os princípios da verdadeira piedade inclinam os homens a afastar-se do mal; ou, “misericórdia” e “verdade” podem ser do homem, indicativo dos graciosos ânimos que trabalham instrumentalmente em obter perdão.

expurgado – expiado (como em Lv 16:33; Is 27: 9, hebraico).

7 Quando os caminhos do homem são agradáveis ao SENHOR, ele faz até seus inimigos terem paz com ele.

Perseguições, é claro, com exceção.

8 Melhor é o pouco com justiça, do que a abundância de rendas com injustiça.

(Veja Pv 15: 6, Pv 15:16, Pv 15:17).

9 O coração do homem planeja seu caminho, mas é o SENHOR que dirige seus passos.

(Compare Pv 16: 3).

direca – estabelece.

10 Nos lábios do rei estão palavras sublimes; sua boca não transgride quando julga.

A última sentença depende da primeira, expressando a importância da equidade nas decisões, de forma autoritária.

11 O peso e a balança justos pertencem ao SENHOR; a ele pertencem todos os pesos da bolsa.

pertencem ao SENHOR… isto é, o que Ele ordenou e, portanto, deve ser observado pelos homens.

12 Os reis abominam fazer perversidade, porque com justiça é que se confirma o trono.

Os governantes são justamente esperados, por sua posição, de odiar o mal; pois o poder deles é sustentado pela justiça.

13 Os lábios justos são do agrado dos reis, e eles amam ao que fala palavras direitas.

Uma especificação do sentimento geral de Pv 16:12.

14 A ira do rei é como mensageiros de morte; mas o homem sábio a apaziguará.

Essa ira, tão terrível e certa, como mensageiros da morte (1Rs 2:25), pode ser apaziguada pelos sábios.

15 No brilho do rosto do rei há vida; e seu favor é como uma nuvem de chuva tardia.

semblante – favor (Salmo 4: 6).

vida – preserva-a ou dá bênçãos que a tornam valiosa.

de chuva tardia – caiu pouco antes da colheita e amadureceu a cultura; daí especialmente valioso (Dt 11:14).

16 Obter sabedoria é tão melhor do que o ouro! E obter sabedoria é mais excelente do que a prata.

(Compare Pv 3:16; Pv 4: 5).

17 A estrada dos corretos se afasta do mal; e guarda sua alma quem vigia seu caminho.

A estrada – Uma estrada comum e simples representa o curso habitual dos justos em partir do mal.

keepeth – observa.

18 Antes da destruição vem a arrogância, e antes da queda vem a soberba de espírito.

(Compare Pv 15:33). A altivez e o orgulho implicam autoconfiança que produz descuido e, portanto,

uma queda – literalmente, “deslizando”.

19 É melhor ser humilde de espírito com os mansos, do que repartir despojos com os arrogantes.

dividir o despojo – isto é, conquistar. Evite a sociedade dos orgulhosos (Tiago 4: 6).

20 Aquele que pensa prudentemente na palavra encontrará o bem; e quem confia no SENHOR é bem-aventurado.

handleth um assunto – sabiamente considera “a palavra”, isto é, de Deus (compare Pv 13:13).

confia – (compare Sl 2:12; Salmo 118: 8, Salmo 118: 9).

21 O sábio de coração será chamado de prudente; e a doçura dos lábios aumentará a instrução.

sábio de coração – que corretamente considera o dever.

doçura dos lábios – discurso eloquente, convence e instrui os outros.

22 Manancial de vida é o entendimento, para queles que o possuem; mas a instrução dos tolos é loucura.

entendimento – ou “discrição” é uma fonte constante de bênção (Pv 13:14), beneficiando outros; mas os melhores esforços são loucura.

23 O coração do sábio dá prudência à sua boca; e sobre seus lábios aumentará a instrução.

O coração é a fonte da sabedoria que flui da boca.

24 Favo de mel são as palavras suaves: doces para a alma, e remédio para os ossos.

(Compare Pv 15:26). Palavras suaves e amáveis, acalmando a mente, dão saúde ao corpo.

25 Há um caminho que parece direito ao homem, porém seu fim são caminhos de morte.

(Compare Pv 14: 2).

26 A alma do trabalhador faz ele trabalhar para si, porque sua boca o obriga.

Diligência é um dever devido ao próprio eu, pois seus desejos exigem trabalho.

27 O homem maligno cava o mal, e em seus lábios há como que um fogo ardente.

homem ímpio – (compare Pv 6:12).

diggeth up evil – trabalha para isso.

em seus lábios … fogo – Suas palavras são caluniadoras (Tiago 3: 6).

28 O homem perverso levanta contenda, e o difamador faz até grandes amigos se separarem.

(Veja Pv 6:14; Pv 10:31).

whisperer – prater, talebearer (Pv 18: 8; Pv 26:20).

29 O homem violento ilude a seu próximo, e o guia por um caminho que não é bom.

homem violento – ou “homem de malícia” (Pv 3:31).

enticeth – (Pv 1:10).

30 Ele fecha seus olhos para imaginar perversidades; ele aperta os lábios para praticar o mal.

Ele fecha os olhos – denotando pensamentos profundos (Sl 64: 6).

aperta os lábios – ou, “mordendo os lábios” – um propósito determinado (Pv 6:13).

31 Cabelos grisalhos são uma coroa de honra, caso se encontrem no caminho de justiça.

(Compare Pv 20:29).

se – ou, o que pode ser fornecido adequadamente, ou sem o sentido é como em Pv 3:16; Pv 4:10, essa piedade é abençoada com vida longa.

32 Melhor é o que demora para se irritar do que o valente; e melhor é aquele que domina seu espírito do que aquele que toma uma cidade.

(Compare Pv 14:29).

toma uma cidade – isto é, lutando.

33 A sorte é lançada no colo, mas toda decisão pertence ao SENHOR.
Aparentemente os eventos mais fortuitos são ordenados por Deus.

<Provérbios 15 Provérbios 17>

Leia também uma introdução ao livro dos Provérbios.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.

Conteúdos recomendados