Bíblia, Revisar

Isaías 50

Mensagem importante
Olá visitante do Apologeta! Vou direto ao ponto: peço que você me ajude a manter este projeto. Atualmente a renda gerada através dos anúncios são insuficientes para que eu me dedique exclusivamente a ele. Se cada pessoa que ler essa mensagem hoje, doar o valor de R$10.00, eu poderia me dedicar integralmente ao Apologeta pelo próximo ano e ainda remover todas as propagandas do site (que eu sei que são um pouco incômodas). Tenho um propósito ousado com este site: traduzir e disponibilizar gratuitamente conteúdo teológico de qualidade. O que inclui um dicionário bíblico completo (+4000 verbetes) e comentário de todos os 31.105 versículos da Bíblia. Faça parte deste projeto e o ajude a continuar crescendo. Obrigado!

Os julgamentos sobre Israel foram provocados por seus crimes, mas eles não são finalmente rejeitados por Deus.

1 Assim diz o SENHOR: Onde está a carta de divórcio de vossa mãe, com que eu a mandei embora? Ou a qual dos meus credores foi que eu vos vendi? Eis que por vossas maldades fostes vendidos, e por vossas transgressões vossa mãe foi expulsa.

Onde está a carta de divórcio de vossa mãe – Sião é “a mãe”; os judeus são os filhos; e Deus Marido e Pai (Is 54:5; 62:5; Jr 3:14). Gesenius pensa que Deus quer dizer com a pergunta negar que Ele havia dado “uma declaração de divórcio” a ela, como era frequentemente feito sob pretextos leves por um marido (Dt 24:1), ou que Ele havia “vendido” a ele e a ela. “Filhos”, como um pai pobre às vezes fazia (Êx 21:7; 2Rs 4:1; Ne 5:5) sob pressão de seus “credores”; que foram eles que se venderam por seus próprios pecados. Maurer explica: “Mostre a fatura do divórcio da sua mãe, a quem…; produzir os credores a quem você foi vendido; assim se verá que não foi de qualquer capricho meu, mas por sua própria culpa, sua mãe foi afastada e vendida ”(Is 52:3). Horsley explica melhor (como mostra a antítese entre “eu” e “vós”, embora Lowth traduza: “Vocês são vendidos”). Nunca entreguei à sua mãe uma lista regular de divórcio; Eu apenas “a deixei de lado” por algum tempo e, portanto, posso, por direito, como seu marido ainda aceitar sua submissão; Eu não fiz você, os filhos, a nenhum “credor” para satisfazer uma dívida; Eu, portanto, ainda tenho o direito de um pai sobre você, e posso levá-lo de volta ao arrependimento, embora, como filhos rebeldes, você tenha se vendido ao pecado e à sua penalidade (1Rs 21:25).

bill… quem – em vez disso, “a conta com a qual eu a coloquei fora” (Maurer)

2 Por que razão quando eu vim ninguém apareceu? Chamei, e ninguém respondeu. Por acaso minha mão se encurtou tanto, que já não posso resgatar? Ou não há mais poder em mim para livrar? Eis que com minha repreensão faço secar o mar, torno os rios em deserto, até federem seus peixes por não haver água, e morrem de sede.

nenhum homem – disposto a acreditar e obedecer a Mim (Is 52:1,3). A mesma Pessoa Divina havia “vindo” por Seus profetas no Antigo Testamento (apelando para eles, mas em vão, Jr 7:25-26), que estava prestes a vir sob o Novo Testamento.

mão se encurtou – o emblema oriental da fraqueza, como a mão longa estendida é de poder (Is 59:1). Apesar de seus pecados, eu ainda posso “redimir” você de sua escravidão e dispersão.

secar… mar – (Êx 14:21). O segundo êxodo excederá, enquanto se assemelhar às maravilhas, o primeiro (Is 11:11,15; 51:15).

faça… rios… deserto – transforme a prosperidade dos inimigos de Israel em adversidade.

federem seus peixes – o próprio julgamento infligido aos seus inimigos egípcios no primeiro êxodo (Êx 7:18,21).

3 Eu visto aos céus de negro, e ponho um saco como sua cobertura.

negro – outro dos julgamentos sobre o Egito a ser repetido a seguir sobre o último inimigo do povo de Deus (Êx 10:21).

saco – (Ap 6:12).

4 O Senhor DEUS me deu língua de instruídos, para que eu saiba falar no tempo devido uma boa palavra ao cansado; ele me desperta todas as manhãs, desperta o meu ouvido para que eu ouça como os instruídos.

O Messias, como “o servo de Jeová” (Is 42:1), declara que o ofício foi designado a Ele de encorajar os exilados “cansados” de Israel por “palavras na época” adequadas ao seu caso; e que, seja qual for o sofrimento que deve custar a si mesmo, Ele não se esquiva dele (Is 50:5-6), pois sabe que sua causa triunfará por fim (Is 50:7-8) .

instruídos – não em mero aprendizado humano, mas em modos de instrução e eloquência divinamente ensinados (Is 49:2; Êx 4:11; 7:28-29; Mt 13:54).

fala uma palavra na época – (Pv 15:23; 25:11). Literalmente, “socorrer por palavras”, ou seja, em sua época de necessidade, os “cansados” dispersos de Israel (Dt 28:65-67). Além disso, o espiritual “cansado” (Is 42:3; Mt 11:28).

 ele me desperta todas as manhãs – Compare “diariamente levantando cedo” (Jr 7:25; Mc 1:35). A imagem é tirada de um mestre acordando suas pupilas cedo para instrução.

wakeneth … ouvido – me prepara para receber Suas instruções divinas.

omo os instruídos – como alguém ensinado por ele. Ele “aprendeu obediência” experimentalmente “pelas coisas que sofreu”; assim, adquirindo aquele aprendizado prático que o adaptou para “falar uma palavra na estação” aos homens sofredores (Hb 5:8).

5 O Senhor DEUS abriu os meus ouvidos, e não sou rebelde; nem me viro para trás.

ouvidos – (Veja em Is 42:20; 48:8); isto é, fez-me obedientemente atento (mas Maurer, “informou-me do meu dever”), como um servo de seu mestre (compare Sl 40:6-8, com Fp 2:7; Is 42:1; 49:3,6; 52:13; 53:11; Mt 20:28; Lc 22:27).

não sou rebelde – mas, pelo contrário, mais disposto a fazer a vontade do Pai em proclamar e obter a salvação para o homem, à custa de seus próprios sofrimentos (Hb 10:5-10).

6 Dei minhas costas aos que me feriam, e os lados do meu rosto aos que me arrancavam os pelos; não escondo minha face de humilhações e cuspidas;

batedores – com flagelos e com a mão aberta (Is 52:14; Mc 14:65). Literalmente cumprida (Mt 27:26-27; Lc 18:33). “Arrancar o cabelo” é o maior insulto que pode ser oferecido a um oriental (2Sm 10:4; Lm 3:30). “Eu dei” implica a natureza voluntária de seus sofrimentos; Seu exemplo corresponde ao seu preceito (Mt 5:39).

cuspidas – cuspir na presença de outro é um insulto no Oriente, muito mais em um; principalmente no rosto (Jó 30:10; Mt 27:30; Lc 18:32).

7 Porque o Senhor DEUS me ajuda; portanto não me envergonho; por isso pus meu rosto como pedra muito dura; porque sei que não serei envergonhado.

Exemplo de não ser “desanimado” (Is 42:4; 49:5).

conjunto … rosto como … sílex – definir-me resolutamente, para não ser intimidado da minha obra de amor pela vergonha ou sofrimento (Ez 3:8-9).

8 Perto está aquele que me justifica; quem se oporá a mim? Compareçamos juntos; quem é meu adversário? Venha até mim.

(Is 49:4) O crente, em virtude de sua unidade com Cristo, usa a mesma linguagem (Sl 138:8; Rm 8:32-34). Mas “justificar” em Seu caso, é a aceitação judicial de Deus e a vindicação dEle com base em Sua própria justiça (Lc 23:44-47; Rm 1:4; 1Tm 3:16, com o qual compare 1Pe 3:18); no seu caso, com base na Sua justiça e morte meritória imputada a eles (Rm 5:19).

ficar juntos – no julgamento, para tentar o assunto.

adversário – literalmente, “mestre da minha causa”, isto é, que tem verdadeira base de acusação contra mim, de modo que ele possa exigir que o julgamento seja dado a seu favor (compare Zc 3:1, etc. Ap 12:10).

9 Eis que o Senhor DEUS me ajuda; quem é que o que me condenará? Eis que todos eles tal como vestidos se envelhecerão, e a traça os comerá.

(Compare “negócio”, ou “apropriado”, Is 52:13; 53:10; Sl 118:6; Jr 23:5).

tal como vestidos – (Is 51:6,8; Sl 102:26). Um principal constituinte da riqueza no Oriente é a mudança de vestuário, que está sempre sujeita às incursões da traça; daí a frequência da imagem na Escritura.

10 Quem há entre vós que tema ao SENHOR, e ouça a voz de seu servo? Aquele que andar em trevas, e não tiver luz nenhuma, confie no nome do SENHOR, e dependa de seu Deus.

O Messias exorta os piedosos após o Seu exemplo (Is 49:4-5; 42:4), quando em circunstâncias de provação (“trevas”, Is 47:5), confiam somente no braço de Jeová.

Quem é, etc. – isto é, todo aquele que (Jz 7:3).

obedeça … servo – a saber, o Messias. Os piedosos “honram o Filho, assim como honram o Pai” (Jo 5:23).

trevas – (Mq 7: 8; Mq 7: 9). Deus nunca teve um filho que às vezes não estivesse no escuro. Pois mesmo Cristo, Seu único Filho, clamava: “Meu Deus, meu Deus, por que me desamparaste?”

luz – sim, “esplendor”; sol brilhante; pois o servo de Deus nunca é totalmente sem “luz” (Vitringa). O caminho de um homem piedoso pode ser escuro, mas seu fim será paz e luz. O caminho de um ímpio pode ser brilhante, mas o seu fim será total escuridão (Salmo 112: 4; Salmo 97:11; Salmo 37:24).

confie no nome do SENHOR – como fez o Messias (Is 50:8-9).

11 Eis que todos vós que acendeis fogo, e vos envolveis com chamas, andai entre as labaredas de vosso fogo, e entre as chamas que acendestes; isto recebereis de minha mão, e em tormentos jazereis.

Em contraste com os piedosos (Is 50:10), os iníquos, em tempos de escuridão, em vez de confiarem em Deus, confiam em si mesmos (acendam uma luz para si mesmos) (Ec 11:9). A imagem continua de Is 50:10, “escuridão”; dispositivos humanos para a salvação (Pv 19:21; 16:9,25) são como a centelha que sai em um instante na escuridão (compare Jó 18:6; 21:17, com Salmo 18:28) .

faíscas – não uma luz constante, mas faíscas em chamas apagadas em um momento.

andai – não um comando, mas implicando que tão certo quanto eles fariam, eles deveriam deitar em tristeza (Jr 3:25). Na exata proporção da mística “glorificação” de Babilônia, ela será sua tristeza (Mt 25:30; 8:12; Ap 18:7).

<Isaías 49 Isaías 51>

Leia também uma introdução ao Livro de Isaías.

Adaptado de: Commentary Critical and Explanatory on the Whole Bible. Todas as Escrituras em português citadas são da Bíblia Livre (BLIVRE), Copyright © Diego Santos, Mario Sérgio, e Marco Teles – fevereiro de 2018.

Conteúdos recomendados